Blog do Sakamoto

Temer recebe abaixo-assinado por confisco de terras de escravagistas

Leonardo Sakamoto

O presidente da Câmara dos Deputados Michel Temer recebeu no começo da tarde de hoje um abaixo-assinado com mais de 280 mil assinaturas pedindo a aprovação da proposta de emenda constitucional 438/2001, que prevê o confisco de terras nas quais trabalho escravo for encontrado. Aprovada em dois turnos no Senado e em primeiro turno na Câmara, ela está parada desde 2004 aguardando votação.

Temer afirmou aos presentes que atuará para colocar a proposta em votação. Prometeu que defenderá o assunto na próxima reunião de líderes, mas pediu ajuda da sociedade civil e dos parlamentares para convencer os deputados federais.

Estiveram presentes na entrega os ministros Paulo Vannuchi (Direitos Humanos) e Carlos Lupi (Trabalho), os senadores José Nery e Eduardo Suplicy (que aproveitou para defender o projeto de renda mínima), os deputados federais Chico Alencar, Luciana Genro e Paulo Rubem, entre outros, além de atores como Wagner Moura e Sergio Mamberti. Também estiveram na Presidência da Câmara representantes da Comissão Pastoral da Terra, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e de outras organizações sociais.

  1. jaime krochik

    02/06/2010 23:20:00

    Em tempo, em uma economiade mercado que se pretenda avançada,não temos escravidão,a distribuição de renda deve ser razoável e a reforma agrária é fato consumado como por exemplo no Japão, Canadá, Austrália e etc..Controle de natalidade já e expropriação até mesmo das cuecas sujas de exploradores da escravidão em plena era digital!

  2. jaime krochik

    02/06/2010 23:07:51

    De semi-analfabeto, estou bem longe e pelo que me consta os tais ruralistas escravocratas nunca nada fizeram pelo fim do analfabetismo, muito pelo contrário,já que dele sempre se aproveitaram.Um antigo professor de minha falecida mãe, cujo pai era peão em fazenda de café, tinha que estudar escondido do patrão que proibia os peões de sequer se alfabetizar!Volto a dizer e a acrescentar que em pleno século xxi, tolerar que pessoas trabalhem por nada e ainda por cima durmam em pocilgas e ainda por cima bebam água suja não tendo sequer a liberdade de ir e vir é totalmente intolerável, havendo que acabar inclusive com o assalariamento no campo,substituindo a mão de obra por cooperativas prestadoras de serviço atundo como meeiros.Convém lembrar que os grandes países agrícolas da Europa, não se fizeram com miséria, ignorância e escravidão- nem mesmo a Argentina ou Uruguai.Quanto aos que são favoráveis à evolução e contrários a exploração de quem quer que seja, não são massa de manobra de ninguém, já que trata-se de proposições universalmente aceitas, tão óbvias que abarcam um espectro ideológico amplo que vai desde a esquerda ao centro, não abarcando evedentemente a direita fétida e criminosa.Volto a dizer, se querem escravos começem dando o exemplo em casa, pode seus familiares a dormir no chiqueiro!

  3. PRÓ-DIREITA

    30/05/2010 10:53:36

    @ JAIME KROCHIK...Se eu sou canalha, você é o que? Talvez semi-analfabeto, haja vista ao "seje" que vc escreveu.Com certeza você é massa de manobra, pois teu modo e tom mostram como vc carrega a revolta com teu fracasso pessoal, e pior ainda, a recusa em assumir responsabilidade pelas tuas más escolhas.Você vive como um cachorro correndo atrás do rabo e obviamente prefere - pela facilidade inerente - culpar ao "sistema", aos bem sucedidos, etc. pela tua situação.Se o que o blogueiro defende fosse verdadeiro ou válido, nunca imigrantes teriam sido bem sucedidos profissional e economicamente, ou, nunca teríamos pessoas como Machado de Assis (que era mulato e de origem simples) ou Joaquim Barbosa (ex-ministro do Supremo).Agora Jaime Krochic, tenha um bom domingo e descanse bastante. Lembre-se que vc resolve os problemas do "mundo" começando por você mesmo... Nada de bravatas como esse abaixo assinado cercado de macacos de picadeiro, os quais têm como conceito de si mesmos o de "motores da sociedade e da opinião pública".Passe bem.

  4. Felipe

    29/05/2010 13:15:10

    Vai contar história pra boi dormir, as cidades só estão inchadas por causa desses chacais.

  5. Felipe

    29/05/2010 13:11:26

    Assustou né, seus amigos fascistas e devastadores da Amazônia agora vão ser presos né rsrsrsrs

  6. Felipe

    29/05/2010 13:09:32

    Queria ter assinado também. Aposto que a boba da Kátia Abreu e seus púpilos exploradores são contra, é fato.

  7. jaime krochik

    28/05/2010 23:50:43

    Não me estranha que a direita como o tal indivídua acima, mande todo mundo trbalhar, mas desde que seje não em benefício próprio ou dos seus e sim dessa corja de direita que suga o sangue alheio para enriquecer. defender trabalho escravo em pleno século xxi, isso não é ideologia? é sim ideologia canalha.Sugiro que para dar o exemplo se libertem todos os escravos e se ponha para trabalhar de preferencia"no chicote" o cidadão acima.EM CASO DE TRABALHO ESCRAVO DEVE-SE APLICAR A EXPROPRIAÇÃO TOTAL DOS BENS E PRISÃO PERPÉTUA - A QUE SOU CONTRA MAS NO CASO DESSES FÉTIDOS SERES É UMA EXCEÇÃO!

  8. Gui

    28/05/2010 00:27:06

    O dia que faltar comida vai acabar toda essa briga..., quem produz o MST ou os verdadeiros produtores? A maioria das pessoas que optam sobre esses assuntos nunca trabalharam no campo. Referente ao trabalho escravo devido as normas e exigencias criadas não existe nenhuma propriedade no Brasil que se enquadre em todas as normas trabalhistas e ambientais, digam para o Stedille escolher e entrar, não há como estar de acordo com todas as normas, por isso que eu parei de produzir e vendi tudo, não quero ser taxado de bandido por estar produzindo e eu nunca coloquei corrente no pé de ninguem.

  9. Marcelo Job

    27/05/2010 11:12:43

    Não dá Valério, gente que nasce troll vai acabar a vida troll. Incomoda, enche os tubo dos outros e vai para casa dormir sossegado. Deve ser daqueles que fica o dia inteiro carimbando papel e atendendo o público com uma folhinha datilografada com os protocólos de atendimento no lado, se algo sai errado vai pro cocho pastar. Tem mais produtor rural destes do tal do "agribusness" é "agribusiless" tem uns que nem conhecem a própria fazenda e quase todos devem uma fábula de dinheiro público, isto se não é subsidio camuflado é o que?E eles ainda tem a arrogancia de usar isto para chantagear o governo, são um bando de mau carater. Abraços de Porto Alegre.

  10. DIREITA-JÁ

    27/05/2010 10:19:58

    @ Gerci... Me desculpe, a resposta e' na verdade dirigida para a RUTH.@ Ruth, por favor, a resposta e' tua.

  11. DIREITA-JÁ

    27/05/2010 09:41:05

    @ Gerci Monteiro... Qual é a ONG do Sakamoto? Onde ela se localiza? Onde age? Que tipo de treinamento ela dá? Que tipo de benefício promove? Quais as empresas envolvidas?Me perdoe querida (se eu sou fofinho...), mas eu refrasearia: a interesses de quem ele e a ONG atendem?No formato do discurso dele, e' puramente esquerdismo socialistoide (acabei de perder a configura'cao do teclado, desculpe os erros) o que e' por si inadimissi'vel.E por fim... que ele seja coerente, pois de um lado critica o sistema, mas por outro, aprecia o que o sistema (que ele combate) oferece... seja a foto " fashion" do blog, seja ter comentado da viagem de fe'rias na Europa...E que respeite entao a Igreja Cato' lica (sobre a qual ele nao sabe nada), o que ele nao faz, ao tecer piadinhas de entrelinhas, todas elas de mau gosto.E que respeite a memo'ria de imigrantes e seus descendentes, que trabalham duro (ou trabalharam) sem ficar subindo em palanques (reais ou virtuais) para brincar de agita'cao.Dizia Sao Ignacio de Loyola (fundador da Companhia de Jesus) " ... cabe'ca vazia, oficina do diabo..." .Vc e o Saka-rolha poderiam se ocupar de trabalho de verdade e parar de conspirar... rsrsrsr...Deu meu intervalo... Me diverti bastante e recarreguei as baterias, agora vou voltar ao meu trabalho!!!Um beijo, querida! (na bochecha direita, claro)

  12. Ruth

    27/05/2010 07:40:20

    Sugiro que conheça a ONG do Sakamoto. São mais de 100.000 jovens beneficiados, 3.000 professores treinados, 200 empresas envolvidas, dezenas de relatóriso produzidos por ano apenas para combater a escravidão.E o que você tem feito, hein? Libera seu nome, vai, fofinho de Direita...

  13. DIREITA-JÁ

    27/05/2010 03:53:15

    @ Gerci Monteiro... Defina "participativo". Se assumir a postura de "shit-stirrer" (o que o Sakamoto é de fato) resolvesse algum problema, sim, ele seria participativo. MAS FICAR SOMENTE FALANDO É FÁCIL. E ele se resume a falar e a agitar aos outros. PONTO!!! A mim interessa sim se ele é um ideologista (=comunista) pois as idéias que ele defende e propaga podem fazer muita diferença, principalmente para distorcer o que é justiça.@ "prof." Mazucheli... Vai dar aula e dê aulas sem ideologia, por favor, ok? Vc não sabe de nada, fora a catequese vermelha usada para tua programação mental. Entenda que aqueles chamados de "reaças" trabalham e trabalharam muito mais, sem garantias nem subsídios de governo de vagabundos petistas ou quaisquer outros, para pagar impostos e desenvolver país que vc vive...Vai viver "DEMOCRACIA" lá em Cuba, onde reinam os direitos humanos...

  14. Prof Mazucheli

    27/05/2010 00:16:37

    Mais um reaça inconformado por ter seus privilégios (o de usurpar a classe trabalhadora) ameaçados! Democracia nele!

  15. Valério Luchetti

    26/05/2010 23:06:53

    O cidadão 'anônimo' acima carece de um melhor entendimento das circunstâncias que caracterizam o trabalho escravo .Duvido que conseguisse sobreviver um dia em tais circunstâncias .

  16. Valério Luchetti

    26/05/2010 23:04:30

    eu também ..não tinha lido esta matéria quando postei na outra defendendo essa medida .É uma vergona , uma ignomínia que num país que desfralda a bandeira da democracia e da liberdade ainda que incipiente tolere tais práticas .Não há palavras para tamanha falta de DIGNIDADE para com outros seres humanos .Quem 'patrocina' o trabalho escravo desconhece os princípios básicos e igualitários inerentes aos cidadãos e prova que é desprovido de condições de até mesmo exercer a cidadania através do voto .Trabalho escravo devidamente comprovado deveria acarretar :1. prisão imediata e inafiançável2. perda de direitos políticos por 10 anos3. perda da posse da propriedade onde foi flagrada tal prática . Propriedade essa que poderia ser alocada para fins mais dignos e sociais .Trabalho escravo é desvio GRAVE de conduta e quem o pratica necessita de ajuda psicológica e moral .

  17. Gerci Monteiro de Freitas

    26/05/2010 18:33:12

    Ofensas não adiantam. Se ele é comunista ou não isto não me interessa, o que me interessa é que ele é um cidadão participativo. se você acha que ele não trabalha pesquisa sobre sua vida e carreira profissional.

  18. Gerci Monteiro de Freitas

    26/05/2010 18:30:46

    Concordo, mas desde que se prove mesmo que há trabalho escravo. O meu medo é que adiversários políticos tentem surrupiar as terras de outros indevidamente.

  19. DIREITA-JÁ

    26/05/2010 16:43:06

    FALA SACA-ROLHA!!!PQ VC CONTINUA SENTADO NO AR-CONDICIONADO ESCREVENDO SOBRE O SEXO DOS ANJOS?VAI PARA O MEIO DO MATO AJUDAR DE VERDADE!!!AÍ EU IA QUERER VER TUAS MÃOZINHAS DE BUNDA-MOLE DE APARTAMENTO SENTIREM QUE A REALIDADE É DIFERENTE DAS TUAS CONJECTURAS COMUNISTAS...VAI TRABALHAR...

  20. adriana sampaio

    26/05/2010 15:48:51

    Queria ter assinado.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso