Blog do Sakamoto

Não quero ser filho do Bolsonaro

Leonardo Sakamoto

Criei, anos atrás, o humorado Troféu Frango para premiar bizarrices em geral – quem é leitor deste blog já está acostumado com ele. Hoje, o Frango vai para Jair Bolsonaro:

Em um quadro de perguntas e respostas do programa CQC, veiculado na noite desta segunda na TV Bandeirantes, ele compartilhou impressões sobre o mundo. Um filho que fuma maconha merece levar “porrada”. Ser um pai presente e dar boa educação garante que a prole não seja gay. Ótimo, para uma figura pública.

(Questionado sobre o que faria se seus filhos se apaixonassem por uma negra, Bolsonaro respondeu que eles eram educados e que não viveram em ambiente de promiscuidade, como a cantora Preta Gil, autora da pergunta – ver vídeo abaixo. Na manhã de hoje, não havia nada sobre o ocorrido em seu site. Minha opinião era de que, talvez, ele não tivesse entendido essa questão, porque a resposta dada foi nonsense. Horas depois, sua página trouxe uma justificativa: de que a pergunta foi “percebida, equivocadamente, como questionamento a eventual namoro de meu filho com um gay''. Ah, tá! Então, com gay tudo bem, né?)

Chamar o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) de figura folclórica seria um elogio desmesurado. É uma vergonha para o país que esse viúvo da ditadura militar ainda circule com poder pelo corredores do Congresso, defendendo as barbaridades do período mais tenebroso da história republicana brasileira e rasgando o respeito aos direitos fundamentais. Por outro lado, isso é, ao mesmo tempo, a maior prova de que somos uma democracia.

Bolsonaro tinha 29 anos quando Figueiredo deixou o Planalto para cuidar de seus cavalos – é saudosista de um período que não viveu por completo. Ficou 15 anos no Exército e mantém-se no Câmara dos Deputados devido à sua defesa dos direitos trabalhistas dos militares (pela quantidade de rifles que desaparecem dos quartéis no Rio e reaparecem nas mão do tráfico, verifica-se como os salários são vergonhosamente baixos). E, com isso, ganha carta branca para falar essas coisas estranhas.

Outro bom exemplo disso aconteceu há algum tempo, quando ele colocou um cartaz na porta de seu gabinete na Câmara dos Deputados com os dizeres “Desaparecidos do Araguaia, quem procura osso é cachorro”, zombando das famílias de vítimas da Gloriosa e dos esforços do governo federal para encontrar as ossadas dos guerrilheiros mortos pela ditadura e enterradas em local que o Exército nega revelar. Vale lembrar que o PP é um dos filhotes da Arena, partido da ditadura.

Ou uma entrevista dada para a revista Isto é Gente, em 2000: “Meu primeiro relacionamento despencou depois que elegi a senhora Rogéria Bolsonaro vereadora, em 1992. Ela era uma dona-de-casa. Por minha causa, teve 7 mil votos na eleição. Acertamos um compromisso. Nas questões polêmicas, ela deveria ligar para o meu celular para decidir o voto dela. Mas começou a freqüentar o plenário e passou a ser influenciada pelos outros vereadores. (…) Foi um compromisso. Eu a elegi. Ela tinha que seguir minhas idéias. Acho que sempre fui muito paciente e ela não soube respeitar o poder e liberdade que lhe dei''. Note o “que lhe dei''.

Outra frase de efeito: “O grande erro foi ter torturado e não matado” – esta dita após seminário no Clube Militar, no Rio de Janeiro, em 2008, contra manifestantes do Grupo Tortura Nunca Mais e da União Nacional dos Estudantes. Segundo ele, essa teria sido a melhor solução para evitar que, hoje, pessoas perseguidas pela ditadura pedissem indenização ou reclamassem a justa e correta abertura dos arquivos que contam o que aconteceu na época.

(Com isso, o deputado se mostrou menos “humano'' que o seu colega de partido Paulo Maluf, que outrora sugeriu aos criminosos “estupre, mas não não mate''. Ou que seu outro partidário Celso Russomano, que chegou a defender a redução da idade mínima para trabalho, o que possibilitaria que crianças de 12 anos pegassem no batente.)

É claro que Bolsonaro e alguns militares da reserva (com a ajuda de alguns “estrelados'' da ativa) querem que o direito à verdade e à memória permaneça enterrado em cova desconhecida junto com assassinados pela ditadura. E, pelo que parece, que sejam enviados para as mesmas covas, os direitos conquistados a duras penas depois que a ditadura, que ele apoiou, caiu.

Atualizado às 17h20 do dia 29/03/2011.

  1. HÉTERO

    12/05/2011 16:33:44

    EI CAÇADOR, VOCE E O SR. BOLSONARO DEVIAM SAIR DO ARMÁRIO!

  2. Carmem

    13/04/2011 01:35:20

    Quanto ao título: nenhuma pessoa merece ter como pai o sr. Bosonaro. Pai a gente não escolhe, diferente de deputado...

  3. Leon Terra

    12/04/2011 15:15:53

    "Por que nós, pessoas sensatas, devemos ser obrigadas a aceitar a falácia que é a igreja católica []e suas idéias infundadas, baseadas em mito, medo e punição?"reitero o que a Paula disse, essa afirmação não é preconceituosa, mas histórica. Todos que estudaram história sabem que a religião nada tem de cristã, pois desde seus primóridos, quando o Imperador Constantino decidiu escrever a bíblia e criar uma religião pra tentar reunificar os Impérios Ocidental e Oriental de Roma, a função do catolicismo foi assegurar os direitos e privilégios da nobreza e do clero sobre a plebe, pervertendo a mensagem de Cristo. É graças às pregações religiosas defendendo a tradição e a "família" como único meio possivel de se viv er em harmonia, e a necessidade de combater tudo o que não se encaixar nessa fórmula, como anti-natural ou herege, que nós temos até hoje tanta intolerância e preconceito. Em algum capítulo do velho testamento, a Bíblia dá a fórmula para os bons fiéis lidarem com os gays: atear fogo neles, se possível a partir dos Céus, para seguir a risca as palavras de deus. É com essa crença que me pede pra ser tolerante?

  4. Dennis

    04/04/2011 23:30:45

    HAHAHAHA Brasileiro é foda .... pra escrever comentario bota toda sua raiva e desgosto pela stituação do Brasil e do governo falando de todas as injustiças ... já na vida real nao faz porra nenhuma não levanta 1 dedo pra melhorar esse país .... vc que tá perdendo tempo escrevendo essas merdas que nao servem de nada aqui ... vá fazer alguma coisa concreta ... que melhore esse país ..... ou se vc nao quer fazer nada aprenda a eleger politicos "menos" corruptos ..... chega de moralismo precisamos de ação!

  5. Carmen

    03/04/2011 22:54:49

    Sakamoto, cansei de ler tanto besterol destes comentáristas. Não sei porque os comentários do Anônimo (deve ser alguém que está se escondendo, por algum motivo), continuam fazendo parte já que são ofensivos, preconceituosos e incitam realmente a vilência.Se o problema é o Bolsonaro, o falastrão, quem se sentiu ofendido que abra uma denúncia contra ele. Chega de discutir sobre o que ele disse ou deixou entrelinhas. O passado dele já o condena.Sorte sua e minha não sermos filhos dele, com um pai assim ninguém precisa de inimigos. Ele é totalmente ridiculo e reacionário, isso é público e notório, mas fazer o quê se a culpa de tudo isso é de quem o elegeu novamente.

  6. Basta de racistas hipócritas...

    02/04/2011 10:32:43

    Senhores repito moro em Salvador e aqui o racismo é praticado por essa gente toda! Basta ver o carnaval e os blocos da elite branca e loira parece que vc está na Suécia, enquanto as agremiações afro são obrigadas a desfilar a noite no pior circuito e sem apoio algum, onde está a família Gil nessas horas?É tudo farinha do mesmo saco um bando de hipócritas!-Concordo que o Bolsonaro está errado merece ser cassado, mas Preta, Flora… não tem moral para falar dele. Apurem a rede de influencias e benefícios que viabilizam o dinheiro do camarote dela, por exemplo?Local de elite no carnaval do apartheid (Pronúncia em africâner: [aˈpɐrtɦəit], separação) de Salvador onde o povão se espreme na rua de forma desumana… E eles tomando champanhe com a corte ao redor.Bancado por vc contribuinte!Esse pais tem muito lixo do mesmo meio mas com comportamentos e correntes políticas diferentes.

  7. fabio

    01/04/2011 12:44:04

    ´´É claro que Bolsonaro e alguns militares da reserva (com a ajuda de alguns “estrelados” da ativa) querem que o direito à verdade e à memória permaneça enterrado em cova desconhecida junto com assassinados pela ditadura. E, pelo que parece, que sejam enviados para as mesmas covas, os direitos conquistados a duras penas depois que a ditadura, que ele apoiou, caiu.´´Quais são os direitos conquistados?A mulher melancia rebolando a sua bunda enorme na dança do créu?Jovens se embebedando em postos de gasolina e depois sair dirigindo?Jovens transando na calçada na frente de todos?O direito de transmitir programas como o PANICO que só mostra mulheres de biquini beijando outras mulheres ou motrando os seios?Batendo em anões?Não vivi a época da ditadura, mas sempre achei que o povo tinha adquirido o direito à liberdade e não à libertinagem, porque isso o brasileiro ama.

  8. Anônimo

    01/04/2011 10:07:11

    cristy mast: Você que é idiota, palhaça, burra e histérica.O que eu falei é que os alemães da época do holocausto é que foram os responsáveis por tal barbárie. Isso é fato público e notório, afinal, é o que está relatado na história.Se vc é polonesa e judia como diz ser, não deveria estar desonrando seus antepassados ao defender o nazismo. Sim, é isso que você faz indiretamente, mediante as críticas que faz as minhas colocações contra os nazistas e parte do povo alemão que, infelizmente, ainda é nazista. Se a origem que vc diz ter é verdadeira, a cada defesa indireta que vc faz ao alemães nazistas, seus parentes e os contemporâneos deles, que passaram e sofreram em Auschwitz, devem se revirar em seus túmulos.Sua ingrata! Vá defender nazista. Continue indo contra a sua origem. Apoie incondicionalmente aqueles que dizimaram o povo judeu e seus antepassados.PS.: Assista ou reveja o filme "O Pianista". Daí vc tirará melhores conclusões sobre a monstruosidade que os nazistas fizeram com seu povo.

  9. Jose Mario HRP

    01/04/2011 06:33:59

    http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5040677-EI7896,00-UnescoBrasil+defende+apuracao+de+denuncias+contra+Bolsonaro.htmlCorda apertando no pescoço do deputado!

  10. celia nascht

    01/04/2011 00:34:21

    Bolsonaro pra Presidente do Brasil!

  11. Maria Alice

    31/03/2011 22:37:47

    Por acaso voltei e reli o comentário e, com isso, constatei que esqueci de citar dois nomes, quais sejam:os economistas João Paulo dos Reis Velloso(Ministério do Planejamento e Coordenação Geral) e o Prof. Mário Henrique Simonsen(Ministério da Fazenda). Desculpem-me. Deve ter sido Ato Falho, por causa do período que atuaram.

  12. Maria Alice

    31/03/2011 18:28:21

    Caro Fernando Fonseca,Provavelmente aprenderam com eles. Sendo assim, vamos combinar: Uma história sem inocentes ! Saudações.

  13. Maria Alice

    31/03/2011 18:11:22

    Leia-se, (...) Isto é, se não fossem certas cabeças estudiosas (...)

  14. Maria Alice

    31/03/2011 17:56:20

    Caro ricardo,(...)Por isto, sinto saudades da ditadura, quando os valores da sociedade e da família eram mais valorizados.(...)Há controvérsias. Acho que você está fazendo uma viagem e tanto.Explico:na época da ditadura, realmente nem tudo era proibido, a exemplificar: falar e fazer sexo podia; provavelmente, os filmes pornôs brasileiros se inspiram nas intensidades eróticas da época. Reza a lenda que os burocratas da época promoviam inúmeras “reuniões”. Cabe a ressalva de que nada se tem contra sexo saudável (física e mentalmente).

  15. Maria Alice

    31/03/2011 17:41:31

    Caro Fernando Fonseca,O seu argumento é puramente econômico. Realmente esta área ( Econômica) foi a que conseguiu justificar a presença. O resto, meu caro, ou era graças a esses cérebros, ou era um verdadeiro desastre (as incompetências, arrogâncias, tiranias e outras “ias” dominavam. Ou seja, as outras áreas davam o tom do nefasto). Lamentável.Ou seja, se não fossem .certas cabeças estudiosas como Otávio Gouvêa de Bulhões (ministro da Fazenda), Roberto Campos(ministro do Planejamento) Delfim Netto(ministro da Fazenda, da Agricultura, do Planejamento – conhecido à época como super ministro), o País teria ido ladeira abaixo. Aliás, aqui, também cabe destaque ao precursor destes economistas: Eugênio Gudin.De resto, por exemplo, eram cabeças do tipo que afirmavam que o Dr. Albert Bruce SABIN pouco poderia acrescentar na erradicação da poliomielite no Brasil. Afê, que vergonha!

  16. mari@

    31/03/2011 14:45:41

    Paula A. disse:30/03/2011 às 18:10Por que nós, pessoas sensatas, devemos ser obrigadas a aceitar a falácia que é a igreja católica []e suas idéias infundadas, baseadas em mito, medo e punição?A fala é sua... Que inclusive classificou o meu comentário como patético, apenas por discordar de você. Quem está sendo preconceituoso aqui?

  17. Estêvão

    31/03/2011 14:44:47

    As declarações do deputado Jair Bolsonaro são estúpidas e preconceituosas, não restam dúvidas. Só que para eu ter o direito de dizer isso delas, tenho que defender também o direito dele dizer o que disse. Excluindo a incitação à violência e ofensas pessoais, acho que toda fala deve ser respeitada. No caso dele, apesar de ter sugerido que bateria em um filho usuário de drogas e ofendido Preta Gil, o que se está discutindo na mídia é seu preconceito contra gays e negros. Combaterei até a morte pessoas imbecis como essa, mas combaterei também censores "politicamente corretos", para os quais a liberdade só é válida quando vai ao encontro daquilo que defendem. Ninguém fica revoltado quando se fala mal de político; mas falar mal de minoria é pecado mortal! Ora, tenhamos coerência.

  18. Maria Alice

    31/03/2011 14:10:59

    Péssima lembrança. Ainda bem que o prazo de validade dele já acabou há muito. Amém, Aleluia, Axé, ...

  19. Maria Alice

    31/03/2011 13:52:46

    Eu também acho que é so sexo masculino. Tem umas "pisadas" que eu detecto de longe. Isto é: também acho que é SR. e não SRA.

  20. Felipe

    31/03/2011 11:25:25

    Pô. Será que é difícil entender a luta pela democracia nos anos de ditadura militar? Será que é difícil entender que o imaginário militar sobre uma possível revolução socialista no Brasil não justifica o golpe?É a máxima da PM (que por "acaso" foi criada na ditadura) naquele esquema "não sei pq eu to batendo mas vc sabe pq tá apanhando", ou seja, a suspeita vira motivo pra repressão. Nome disso: fascismo (ou na sua versão alemã, nazismo).Será que é difícil respeitar a opção sexual das pessoas? Não digo nem tolerar, pq tolerar não resolve no sentido de que não se entende a posição do outro, criando um esquema "cada um no seu grupo mas se mexer comigo eu mato". Nome disso: fascismo (ou na sua versão alemã, nazismo).Não dá pra em 2011 ter gente que fica com essas de defender ditadura, homofobia, racismo, machismo, regionalismo (como ano passado apareceu o manifesto "São Paulo pra paulistas), pq história não é o fato, mas os processos siais que formam os fatos. Ao invés da gente caminhar na ampliação de direitos (nem tudo que está na lei é justo e nem tudo que está fora da lei é injusto), tem gente que fica defendendo a ditadura hj.Abraços!

  21. verme

    31/03/2011 10:40:55

    Putz!Londres, Barcelona...Cidades cosmopolitas...Ali se veem homossexuais aos beijos, assim como héteros, religiosas de hábito, hindus de turbante...Por que temos que ser jecas ?

  22. Paula A.

    31/03/2011 10:04:29

    @Mari: NINGUÉM tem o direito de ser idiota. Em algum momento eu desrespeitei alguém aqui? Acredito que não. Questionei a limitação de compreensão das pessoas que costumam seguir determinadas religiões; a pequenez do pensamento e intolerância.E caso você ache que ninguém está botando a faca em nosso pescoço, pense melhor. Botam uma faca em nosso pescoço a todo segundo, inclusive no seu. Tenho amigos/conhecidos de diversas religiões e sou capaz de respeitar todas sem exceção, mas não sou obrigada a ouvir comentários abusivos e tolerar ignorância e violência.Os homossexuais, negros, asiáticos, judeus e etc não são obrigados a engolir uma declaração nojenta e patética como a do Bolsonaro - e nem como vários dos comentários inseridos aqui, incluindo o seu.

  23. Maria Alice

    31/03/2011 02:59:25

    Caro Ssmmith,Este seu comentário está bem esclarecedor. Somou bem. Gostei.

  24. Ssmmith

    31/03/2011 00:20:18

    Vamos acabar com o Exercito, deixe as fronteiras abertas a espera de alguem invadir e nos sub julgar!!

  25. mari@

    31/03/2011 00:18:56

    ninguem ta mandando vc aceitar não... mas seja capaz de respeitar a crença alheia...nuinguem ta botando uma faca n seu pescoço pra vc seguir alguma igreja... ninguem ta te obrigando a nada... Então respeite quem não pense como você... O Bolsonaro pode ser um idiota, mas ainda assim ele tem direito de ser idiota...

  26. Marcelo

    31/03/2011 00:08:32

    caçador de pitbulls? esse sujeito é caçador de cabo no quartel junto com o capitão Bolsonaro.

  27. Marcelo

    31/03/2011 00:06:43

    Eu não gosto de milico, acho um povo inútil, corrupto, torturadores, racistas, homofóbicos e que precisam de tratamento psiquiátrico.Eu não bato continência, não gosto de uniformizinhos e não sei andar enfileirado.

  28. Ssmmith

    31/03/2011 00:01:26

    Anonimo um exemplo de tolerância!

  29. cesar pereira

    30/03/2011 23:49:32

    Eduardo , caro Eduardo !Viver em um país com Geisel é e foi possível , ainda que difícil. Viver num país com estes monstros a que você se referiu , só mesmo perguntando para os milhões que morreram nas mãos destes canalhas!A ditadura foi muito mais uma reação a movimentos patéticos das esquerdas com idéias tão ou mais totalitárias que as dos militares , e restrita a um grupelho barulhento que hoje chegou ao poder e mostra a tudo e a todos o que faria com o país eas liberdades caso tivesse chegado ao poder à epoca.Abraço e obrigado pela inteligência de seus comentários. Este espaço carece de algo que não cheire a politicagem e dízimo de chapa-brancas...

  30. cristy mast

    30/03/2011 23:44:25

    Anônimo : Você é relamente um racista e continua a insistir em afirmações que são crime... acho que o blogueiro deveria censurar suas observações pois elas são criminosas... está afirmando que um povo foi responsável pelo holocausto ! Só um racista idiota e mal-formado como você pode querer julgar todo um povo ! E saiba seu estúpido , que meu sobrenome é de origem polonesa e judia... babaca ! Cadê a moderação , que tanto atua sobre opiniões e nunca sobre abordagens criminosas , Sakamoto ?

  31. Flavio

    30/03/2011 22:49:29

    Aproveitando que o Bolsonaro e alguns aqui defendem tanto a ditadura no Brasil, daqui a pouco vai passar no SBT um programa (com o excelente repórter Roberto Cabrini) sobre a ditadura militar no Brasil, inclusive entrevista um carrasco (ou herói) que conta como eram as torturas praticadas, entre outras coisas.Serve para os que não viveram (eu, por exemplo) durante este período muito triste da história do nosso país e também para os que viveram e que acham que a ditadura foi mole.

  32. Ruan

    30/03/2011 21:39:21

    Paula A. se o cara quer ser gay que seja !!! só não pode é tentar impor isso as pessoas que não gostam desse estilo de vida .As pessoas tb teêm o direito de não gostar desse tipo de vida .

  33. Anônimo

    30/03/2011 20:08:02

    Ah, o "santo" povo alemão... Não gostou do Brasil? Então volta pra Alemanha. Se é que vc realmente tem alguma ligação, além do sobrenome, com a Alemanha.Alemão pode jogar casca de banana em brasileiro, mas brasileiro não pode falar mal de alemão. Jogar casca de banana não é agressão. Falar mal é. Verifico que sua percepção de agressão e ofensa é bastante desproporcional e invertida. É por isso que vcs praticaram o holocausto. Lamentável!

  34. Anônimo

    30/03/2011 20:02:15

    Toda ação gera uma reação. Quem agiu errado primeiramente que sofra as consequências.

  35. Carlos

    30/03/2011 19:33:21

    Como os americanos são opressores de negros? É

  36. Daniel

    30/03/2011 19:12:25

    Os que falam que homossexualidade não é normal, mesmo esando presente em grande parte das espécies, se espantaria ao descobrir que tem gay dentro do círculo de amizades e nem desconfia. Tem homossexuais em todas as áreas da sociedade.Mais de 6 bilhões de pessoas no mundo, os recursos se esgotando, e tem gente dizendo que duas pessoas só podem ficar juntas para gerar filhos. Por que? Qual argumento, sem ser religioso, que impossibilite que duas pessoas se amem? Se o casamento é somente para gerar filhos por que usam camisinha? Tem muita gente hipócrita nesse mundo.

  37. Daniel

    30/03/2011 19:03:51

    O que o mundo precisa mesmo é de violência! O povo clama: MAIS VIOLÊNCIA, POR FAVOR!Vamos agredir quem usa drogas. Vamos começar pelos bares. Vamos espancar quem toma cerveja, certo? Vamos apedrejar quem fuma cigarro!Dessa forma, com mais violência no nosso cotidiano poderemos viver em paz.

  38. Clovis Eduardo Godoy Ilha

    30/03/2011 18:51:07

    O Sakamoto já falou repetidas vezes que abomina o patriotismo. Porque se incomodar quando ele critica os militares? Não era isso que deveríamos esperar dos seus textos?Então, porque perder tempo neste Blog?Respondo que é porque ainda tem jogo para ser jogado.Há o princípio de guerra da manutenção do contato. Ele quer dizer só uma coisa: encha sempre o saco do seu adversário.Assim, continuarei fazendo a minha parte!O Sakamoto bem que merece!

  39. Clovis Eduardo Godoy Ilha

    30/03/2011 18:40:27

    Ciro, novamente 100% certo.

  40. Paula A.

    30/03/2011 18:10:04

    Por que nós, pessoas sensatas, devemos ser obrigadas a aceitar a falácia que é a igreja católica []e suas idéias infundadas, baseadas em mito, medo e punição?São pessoas como você e todos os outros que se apóiam em uma religião, usando argumentos tão irrisórios quanto suas mentes, que destroem esse planeta e a boa convivência entre os humanos.Que relevância tem pra sua vida se um homem se apaixona por outro homem? O que tem de errado? Só pq ambos têm um pinto? POR FAVOR!Vocês deveriam estar mais preocupados em erradicar atitudes violentas como a do Bolsonaro, não em meter o bedelho na vida amorosa/sexual de pessoas que têm uma consciência coletiva infinitamente mais aguçada do que a de boa parte da população. Pessoas realmente interessadas em trazer um pouco de justiça e liberdade de expressão.Cresçam galera, faz favor. Chega a ser vergonhoso morar em um país onde a nação prefere assistir BBB e odiar por 'orientação da igreja' a expandir sua capacidade de compreensão.

  41. katarina

    30/03/2011 17:41:28

    é idiota sustentar particularmente esse ponto de vista, totalmente infundado visto que a legislação está sempre sujeita à interpretação humana, ou seja, juízes, advogados, delegados, etc.o tratamento igual é um direito assegurado pela lei, mas quem disse que as pessoas que a exercem são livres de preconceito e tratam todos igualmente? quem vigia essas pessoas? a sociedade, que muitas vezes partilha seus preconceitos?

  42. marilu

    30/03/2011 17:16:39

    FDA, boa tarde!vc pode prender um homem e nunca seu pensamento! é o pensar livremente que nos torna assim, maravilhosas criaturas! claro que para se viver em sociedade,. tem que se respeitar todas as regras da pacifica convivencia e etc e tal! mas é muito bom ser livre para ter sua opinião, ser livre pra discordar ou não de alguma coisa! ser livre para acreditar ou não em algo! é dessa liberdade que eu falo! até o citado deputado a quem foi dado o tal do premio do Sakamoto, é livre pra ser o que ele é! isso não quer dizer que eu goste, que apoie, que admire, não, pra falar a verdade nem importa tanto assim o que eu penso, ele pode continuar pensando tudo que ele queira, rsrsrsr eu tbem, vc tbem!abs

  43. Ssmitth Republicano Federalista

    30/03/2011 17:07:53

    "vem um idiota pra falar “todos são iguais perante à lei”è idiotice sustentar um ponto de vista?

  44. Felippe Martiniano

    30/03/2011 17:07:26

    A lei não proibe critica.. mas discriminação.Uma coisa é você dizer que Não gosta do Jô soares. Outra coisa é vocÊ chamar o Jô de gordo FDP, de viciado, pervertido, promiscuo.. bla blaO Jair nao quer a lei justamente pq poderia ser processado ao ficar menosprezando gays em entrevistas como ele faz...Ate ficou chamando gays de boiolas em uma entrevista sobre a polemica com preta gil.

  45. Felippe Martiniano

    30/03/2011 17:02:26

    Maravilhoso o seu texto.!Ate me dei a liberdade de publicar no meuwww.qbrandotabus.wordpress.comAquem defende a familia bolsonaro é pior que ela.Aproveitando... faça um artigo comentando o programa Conexão Reporter desta quarta dia 30 sobre a entrevista com um ex-militar torturador e sobre a nova novela do SBT que tambem abordara a ditadura militar.

  46. katarina

    30/03/2011 16:48:09

    vou responder em cima de mim mesma ao smith simplesmente porque o botão de resposta não apareceu depois do comentário dele:é óbvio que mudam-se os fatores e os resultados são diferentes: a história não pode ser deixada pra trás! esse racismo reverso simplesmente atrasa a discussão séria do racismo, da exclusão social e econômica dos negros há séculos. quando alguém defende que existe racismo SIM, que ele deve ser combatido, que cotas raciais devem ser apoiadas, vem um idiota pra falar "todos são iguais perante à lei", quando todos sabemos que muitos juízes são racistas e estendem a pena de um cara só porque ele é negro, delegados encarceram suspeitos (sem prova, sem evidência) só pela cor de sua pele e empregadores, quando entre um candidato branco e negro, quase sempre escolhem o branco. isso não é igualdade prática, é uma igualdade teórica, o racismo aqui é velado e tem que ser combatido com todas as medidas possíveis.mesmo que a história não seja levada em conta, você tem que levar em conta o tratamento que é dado aos negros. o salário de um branco é, em média, de 1,5 a 2 vezes maior do que o de um negro com o mesmo grau de escolaridade. como isso não é racismo? a desigualdade está estampada. não adianta dizer que o branco é mais competente, não existe nenhum estudo que comprove isso (ao contrário dos dados do salário, que você acha facilmente na internet e pode ver até que eu estou nivelando a diferença por baixo). o que existe é uma elite branca se perpetuando porque nada é feito em relação a essa disparidade, muito pelo contrário: ela nega o racismo justamente pra poder alimentar essa falácia de que "todos somos iguais". se todos somos iguais, por que o tratamento não é igual?e outra: é um golpe baixo desvirtuar o assunto do brasil pro resto do mundo, mas quer saber de uma coisa? se você for aos estados unidos, vai perceber que o tratamento dado ao negro é ainda pior do que o de hispânicos e irlandeses, assim como em muitos outros lugares.o preconceito é de quem pratica, sim, pobre garotinho branquelo. eu duvido que você se ofenda de verdade quando te chamam assim, porque ser branco no brasil é sinônimo de status, afinal, tem sempre um negro em condições iguais que pelo simples fato de ser negro é socialmente e economicamente menos prestigiado que você.

  47. Paula A.

    30/03/2011 16:23:54

    @Paulo Cesar: Deus é seu argumento super forte? Bom... se for assim, ele também criou todas as outras criaturas no planeta que podem mudar de sexo conforme necessário, como diversas espécies de peixes, sapos e moluscos.Quer algo mais natural que essa liberdade de opção? Fascina-me que em pleno 2011 as pessoas ainda sejam tão limitadas e atenham-se a detalhes tão ínfimos quanto opção sexual, raça e cor. Nenhum desses define caráter, lamento informar.E como disse um sábio aleatório: Jesus used to hang out with many guys and a prostitute. He was more like me than like you.

  48. Mr X

    30/03/2011 16:08:09

    Lei que é uma porcaria e dscriminatoria contra cristaos que pregam que homossexualismo é pecado.Por que alguém deve ser obrigado a aceitar ou mesmo gostar das praticas sexuais de outros? Francamente, acho que deve existir o direito de criticar gays sim.

  49. Mr X

    30/03/2011 16:05:00

    Deixem o Bolsonaro em paz. Por que não cassam o Tiririca ou os deputados mensaleiros, se estão tão preocupados com a "moralidade" no Congresso?

  50. Ssmitth Republicano Federalista

    30/03/2011 16:01:44

    E outra a Constituição prevê sanção contra o preconceito de cor e não somente contra negros!

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso