Blog do Sakamoto

Tire as mãos do meu carro! – uma frase paulistana

Leonardo Sakamoto

Critiquei o comentário tosco do prefeito de São Paulo ao tratar do frio a que estão submetidos moradores de rua no meu último post. É incrível mas, quando toco nesse assunto, há uma enxurrada de manifestações raivosas e, entre elas, a frase que representa toda a sabedoria reacionária: ''Tá com dó, leva pra casa''. Para dar continuidade ao assunto, resgatei uma história que já havia discutido aqui.

Um Beetle (o Fusca reestilizado da Volkswagen) cor-de-rosa pára no cruzamento da avenida Henrique Schaumann com a rua Cardeal Arcoverde, área nobre da cidade de São Paulo. No interior, apesar dos vidros fechados, dá para ver uma moça por volta de seus 20 anos e um rapaz da mesma idade, ambos aparentando alta classe social. Finos. Um velho homem, sem-teto, se aproxima do carro para pedir uma esmola. A idade pesa e ele encosta no capô enquanto faz o pedido aos ocupantes.

Pânico rosa-choque. A menina gesticula freneticamente. Aperta um botão no painel de seu carro e liga um alto-falante para falar com o mundo exterior: ''Tire as mãos do carro!''

O idoso, surpreso, obedece. O semáforo abre e o carro arranca.

Ações explícitas de preconceito social no trânsito, travestidas do verniz de ''temor por segurança'', não páram de me surpreender. De início, foram os carros blindados, que levam para as ruas da cidade a sensação de encastelamento dos condomínios fechados ou das mansões muradas. Sentimento falso, pois não são muros, chapas de aço ou um sisteminha de microfone/alto-falante de carro de pamonha que garantirá segurança aos moradores de uma metrópole como São Paulo. É bom como efeito placebo, para se enganar, mas, mais dia ou menos dia, as ''hordas bárbaras'' vão engolir a ''civilização''. Ou seja, uma hora a bomba estoura.

São Paulo tem mais de 11 milhões de habitantes, mas apenas uns poucos são efetivamente cidadãos, com acesso a todos os seus direitos previsto em lei. Lembra a antiga Atenas, com uma democracia para uns poucos iluminados e o trabalho pesado para o grosso da sociedade, composta de escravos. Enquanto uns aproveitam uma vidinha ''segura'' dentro de clubes, restaurantes, boates, residenciais e carros com alto-falantes, outros penam para sobreviver e ser reconhecidos como gente. Para cada assassinato em Moema, 130 são mortos no Grajaú. Só que a morte de uma jovem em Moema causa mais impacto na mídia do que a de 130 na periferia, como já aconteceu em outros tempos. Tem vida que vale mais que outras, por causa do dinheiro.

Qual a causa da violência? A resposta não é tão simples para ser dada em um post de blog, mas com certeza a desigualdade social e a sensação de desigualdade social está entre as principais razões.

O preconceito da proprietária do Fusca estiloso vai no sentido contrário a uma solução, isolando os ricos ainda mais, deixando-os alheios ao sofrimento do resto da cidade. E, pior, dando aos mais pobres a sensação de que são lixo. Corta-se com isso a dimensão de reconhecer no outro um semelhante, com necessidades, e procurar um diálogo que construa algo e não destrua pontes. Há riscos de assaltos? Sempre há e eles vão acontecer. Mas deve se ter em mente que há atitudes que pioram o quadro. Ou a cidade será boa para todos ou a aristocracia que sobrar após o caos não conseguirá aproveitar sua pax paulistana.

  1. Carlos Alberto

    12/11/2011 12:20:01

    Florinda, você está sendo incoerente, pois está criticando, mas está fazendo exatamente isso, discutindo num blog, e segundo suas próprias palavras isso não muda nada!

  2. Carlos Alberto

    12/11/2011 12:17:41

    Prezado Leonardo, excelente texto, tanto na forma, como no conteúdo, a título de contribuição, tendo trabalhado em vários estados do nosso maravilhoso país, devo esclarecer que, tristemente, não se trata de uma frase paulista, mas uma frase brasileira.A frase "tire as mãos do carro" relata o tratamento dispensado por uma pessoa fria e materialista, à uma pessoa pobre e necessitada, é um comportamento ruim, mas não me assusta, o que me assusta é o comportamento que essas pessoas frias e materialistas, dispensam à sua própria família, privilegiando o carro.Outros, muito melhores que eu, já analisaram o problema, e relataram que há pessoas capazes de dar 60 litros de gasolina Aditivada ou Premium para o carro beber, mas incapazes de dar 1 litro de leite integral tipo A para um filho em fase de crescimento beber, dizem que a gasolina é barata, mas o leite é caro.Pagam com satisfação os valores cobrados pelo mecânico que cuida do carro, mas não pagam uma consulta médica para a esposa, pagam muito pelo seguro do carro, mas nada pelo seguro de vida, preferem deixar a família à própria sorte, caso o Deus Carro decida ceifar-lhes a vida.Não me orgulho de ser paulistano, ao contrário, quase sinto vergonha disso, mas a verdade é que o povo brasileiro é mesmo assim, em todas as casses sociais, infelizmente.

  3. Jeremias

    08/08/2011 17:13:47

    Eu contei bem menos que mil histórias, e nem achei que eram tão sofridas assim.Ah, e eu mudo de nick porque não sou bem-vindo aqui. Depois de uns 10 comentários eles sacam que tá ficando ruim para as sakamotoetes e sou automaticamente bloqueado.Na real acho babaca ficar mudando de nick.

  4. Joao

    08/08/2011 12:05:58

    OI Leonardo, hoje de mãnha estava "curtindo" o trânsito de São Paulo, sou do interior e vou muito pouco para capital. É impressionante há quanto tempo todo mundo inclusive os próprios paulistanos falam que o trânsito está cada vez pior , e está mesmo, não importa quantas obras se façam. O que me impressiona é que esse problema já vem piorando por mais de uma década, e não consigo acreditar que em tanto tempo não exista um paulistano um pouco mais ativista capaz de juntar meia dúzida de inconformados e desalienados, para cobrar soluções , cobrar promessas, e mesmo estudar e reportar saídas a sociedade. Acho que o paulistano tem orgulho de sua situação, ou a alma morreu e esqueceram de avisar o corpo :S triste!! legal que tenham pessoas com vc com boas perspectivas sobre a realidade. Parabéns pelo blog!!!

  5. Max Argentin

    06/08/2011 11:48:26

    De acordo, planamente. Dessa vez tenho que concordar com o Sakamoto. O paulistano, de fato, necessita dessa "identidade veicular".

  6. AMS

    04/08/2011 00:49:03

    Paulo,tem pra onde correr sim. Distribuição de renda. Simples assim. Ah! Sempre é bom lembrar: distribuir renda não é distribuir o seu salário! Tem um pessoal que comenta por aqui que não entende isso.

  7. afonso vasselli

    02/08/2011 23:51:47

    quando o pobre descobrir que o rico só fica rico explorando o pobre ai vai nascer uma revolução pobral honesta;;portanto já tem as revoluções nas ruas obrigando eles andar de carros blindados, mas isso ai ainda é fixinha perto do que vai vir;;não sou pessimista sou realista esperem,;;;;;;

  8. Maurilio

    01/08/2011 13:26:35

    Vocês estão me envergonhando. Isso é o melhor que conseguem fazer?

  9. Edna

    31/07/2011 22:17:04

    Na índia o povo é vegetariano, tudo paz e amor...

  10. Neiva

    31/07/2011 18:41:59

    Tem uma grande diferença entre trabalhar pra viver e trabalhar pra sobreviver.

  11. Veve

    31/07/2011 12:05:16

    Numa outra postagem, um dos críticos do Sakamoto dizia que o moderador tirava comentários depois de postados. Realmente, lendo as mensagens sobre este tema, vi que a minha foi tirada .Ediçao de comentários... tsc, tsc, tsc

  12. Neiva

    31/07/2011 09:54:51

    Penso logo exito, me expresso logo vivo.A troca de ideias atrai cada vez mais e mais pessoas, o conhecimento adiquirido e divulgado é a mais forte arma, novas pessoas ideias diferentes quanto mais conhecimento e mais gente melhor.Abraço.

  13. Dono da verdade

    31/07/2011 09:28:55

    "O primeiro problema em ser irônico é que, quando as pessoas não entendem, quem fica parecendo um idiota é você".

  14. MOTO_SERRA_DE_PRATA(AGROCIDADÃO)

    31/07/2011 02:01:36

    Boa Florinda..

  15. Edna

    31/07/2011 01:01:35

    Neiva! Arrasou... Não tinha entrado aqui. Só agora estou vendo o bafafá!Viva Chile!Hasta la vitória!

  16. Neiva

    30/07/2011 17:22:57

    Acabo de ver um vídeo e acho que sei o que os ''invejosos'' querem, acho que não é roubar não.Ó só:http://www.youtube.com/watch?v=CVOAW6T8A5o

  17. Florinda

    30/07/2011 14:18:28

    Gostaria de perguntar o que as pessoas que dizem querer mudar a sociedade está fazendo para que isto aconteça??Acho que ficando discutindo com diversas pessoas num blog não vai mudar muita coisa...Além do que qd queremos fazer alguma coisa para mudar (qualquer coisa em nossas vidas ou que afetem nossas vidas) devemos FAZER e NÃO FALAR...Portando PAREM DE FALAR E COMECEM A FAZER...Só um comentário (não ficaremos ricos se trabalharmos???) quem o fez faz o que?? Não tem perspectiva de vida?? Qual o seu ideal?? Não critique quem tem uma situação melhor, pois, as vezes não enxergamos o qt as pessoas lutam até chegar em determinados niveis sociais...Admiro muito quem venceu na vida..eu ainda não cheguei lá...mas continuarei trabalhando muitoo para chegar...Quanto a menina que ficou apavorada com o mendigo, acho que todos aqui fariam o mesmo...então para que tanta hipocrisia???Bom fds a todos e PAREM DE FALAR COMECEM A FAZER

  18. Neiva

    30/07/2011 13:09:27

    Está desculpado. Viu? eu também sou, magnânima, benevolente!Abraço.

  19. Eduardo Azevêdo

    30/07/2011 01:23:34

    Amada Marilu:seus comentários são invariavelmente excelentes,educados, respeitosos, sensatos, sábios, tolerantes e amáveis.Marilu eu fiz um MICROCONTO só para você.Posso contá-lo?Se quando começar a ler, não gostar, abandone o texto imediatamente...e nem precisa comentar...Pois bem.Foi assim...todo dia uma mulher desconhecida, porém do bem,entrava na internet e espargiacom encanto seus educados, respeitosos, amáveis, sensatos,tolerantes, sábios e cultos comentários.No entanto, quando seus comentários contrariavamos interesses e os privilégios dalguns seres sanguinolentos,os quais dizia-se serem eLLes zumbis do partido único,eLLes então deixavam seu mundo das mais densas trevas,e voando velozmente atacavam-na com seus longos,afiadíssimos e protuberantes dentes caninos.Em cada deLLes havia 04 caninos, de mesma forma e tamanho,dois superiores e dois inferiores...só de contar me dá tanto medo que fico com gosto de sangue na boca...um sufoco...pera...deixa passar o medo...deixa passar...vou tomar um copo d'gua mineral...passou...pois bem...Sem argumentos, raivosos e sanguinolentos,com discursos e práticas absolutamente incoerentes e inconsistentes,então aqueLLes seres zumbis do partido único atacavam-namordendo-a sem dó e sem piedade.Todavia, aquela mulher desconhecida, porém do bem,continuava impávida, sempre ensinando,respondendo cordialmente à todos com respeito e muito amor,e, quanto mais aqueLLes zumbis atacavam-na, caninamente,mais ainda seus comentários eram lidos por todos.Nela as mordidas não faziam qualquer efeito danoso,ao contrário, fortificavam-na cada vez mais... mais ainda... mais...O tempo passou e a irrevogável lei da entropia, do universo,então se encarregou de tragar definitivamenteaqueLLes sanguinolentos zumbis do partido únicopara aquele mundo donde sempre saíam, das mais densas trevas,e de lá eLLes jamais saíram...todos eLLes foram tragados por um fortíssimo puxão gravitacional...a gravidade daquele mundo das mais densas trevas era tamanha,que nem a luz dali escapava, e foi assim que aqueLLesseres zumbis do partido único foram contidos eternamente,de eternidade em eternidade... eternamente...e ela foi feliz para sempre...Continues amada Marilu...Marilu do bem...igualmente aquela mulher do microconto, continues...o bem sempre vencerá o ódio, e nunca tenhas dúvidas disto!Muitíssima paz desejo-lhe, ilustrada e culta Sra. Marilu!

  20. MOTO_SERRA_DE_PRATA(AGROCIDADÃO)

    29/07/2011 23:21:30

    Eita.Mas é que o seu texto ficou bem abaixo do meu, foi por isso..Mesmo assim desculpe-me.

  21. MOTO_SERRA_DE_PRATA(AGROCIDADÃO)

    29/07/2011 23:19:17

    Meu Deus..."Que burro, dá zero pra ele(pra mim)."Me desculpe você aí..Que eu me perdoo aqui...abraço.

  22. MOTO_SERRA_DE_PRATA(AGROCIDADÃO)

    29/07/2011 22:58:45

    EEEEUUUUUU...REI MOTO_SERRA_DE_PRATA 1º O MAGNÂNIMO O BENEVOLENTE OBONITOINTELIGENTEINTERESSANTESCHARMOSOGOSTOSOSIMPÁTICO E ACIMA DE TUDO MO-DES-TODecreto e faço saber,Sir MESTRE(Aluno), receberá:- AGROCONDECORAÇÃO DA MEDALHA DO CAVALEIRO E HONRA À MÉRITOCRACIA LIBERAL-DIREITISTA-CONSERVADORA-CRISTÃ-HETEROSSEXUAL-BRANCAPublique-se e cumpra-se.Majestade REI MOTO_SERRA_DE_PRATA I..hihihihihihi.Me superei. kkkkkkkkkkÓtimo texto Sir MESTRE - CAVALEIRO DA HONRA-MÉRITOCRACIA-LIBERAL-DIREITISTA-CONSERVADORA-CRISTÃ-HETEROSSEXUAL-BRANCA

  23. Neiva

    29/07/2011 22:52:23

    Motosserra!Talvez eu tenha me expressado mal, o cara sofrido NÃO é você, é o Aluno, que vive mudando de nome e contou umas mil historinhas da vida sofrida dele no texto antigo da homosexualidade, já discuti com ele também.O texto de baixo que é pra você.Ora sr.Motosserra você é o sr.Motosserra, sr.Agronomo e por enquanto o Rei.Sacô?Vai ter que se perdoar denovo.E sim, você responde parágrafo por parágrafo.Eu sei, já vi isso varias vezes, parabéns, porque a maioria critíca e tchau! só diz uma coisa ou outra e não explica o por que, ainda bem que você não é assim! por isso gosto de discutir com você!Lê o comentário do Aluno depois lê o meu, vai ver que comentei parágrafo por parágrafo o texto dele.Té mais!

  24. MOTO_SERRA_DE_PRATA(AGROCIDADÃO)

    29/07/2011 22:31:54

    hihihi..Sou sim Neiva, sofriiiido. Mas subi na vida, hoje sou Rei, estudando, trabalhando, e vindo aqui. kkkMeus comentários foram pontuais, conforme seus comentários, tenho a mania de responder parágrafo por parágrafo do que é escrito pelo interlocutor.Se você não viu nenhuma relação, só lamento, se seus comentários destoaram do comentário do Sakamoto, os meus provavelmente também, sigo a lógica dos comentários. Se tiver dúvidas específicas sobre meus pontos de vista, pode questionar pontualmente.Que bom que você não me odeia, nem odeia ninguém. NEM EU. Sou paz, amor e ironias.Que as coisas evoluam, já disse que não sou contra, me reservo o direito concordar ou discordar, nem toda evolução é boa, pelo menos, alguns podem não fazer bom uso delas(Energia nuclear por exemplo).Cadáveres tem por aí aos montes(50.000 por ano), mas se é de movimento social, é um monte diferente. Da inquisição ao holocausto, dos mortos no Vietnã aos mortos fugindo de Cuba, das mortes por fome na África às mortes no Brasil, todas repugnantes, se eu pudesse teria evitado todas.Eu também acho que com oportunidades e bons salários poderíamos melhorar a vida de muita gente, mas sou meio limitado nesse ponto, sou monarca, mas não posso tudo.Sou monarca, não sou ditador, deixo o Congresso nas mãos do povo, das massas, eles que coloquem quem quiserem lá. O POVO TEM OS GOVERNANTES QUE MERECEM, alguém já disse isso, naõ sei quem.O outro decreto era meramente informativo.Obrigado.Abraços.

  25. MOTO_SERRA_DE_PRATA(AGROCIDADÃO)

    29/07/2011 21:39:57

    Eita Neiva.Como diria o Chaves: "Que burro, dá zero pra ele(pra mim)"O Marcos tava falando da herança do Pedro Alvares Cabral e de tudo que veio depois dele?? Se for, prefiro não comentar, pra ser sincero, não tenho argumentos, conhecimento e retórica suficiente.Todo assunto que eu começo, você já deve ter percebibo, de alguma maneira volta pra agricultura.Abraço.

  26. helio

    29/07/2011 21:19:47

    Só existe uma coisa para igualar a sociedade na sua totalidade, uma guerra. Na guerra as desigualdades se igualam, qualquer livro ou filme relata isso com clareza, pena que o ser humano é incorrigível, voltaremos a estaca zero. O que fazer?

  27. trípede

    29/07/2011 20:52:43

    Tudo bem, Maurilio. Tem outra:"Acredito hoje que estou agindo de acordo com o Criador Todo-Poderoso. Ao repelir os Judeus estou lutando pelo trabalho do Senhor". (Adolph Hitler, Discurso, Reichstag, 1936)

  28. Neiva

    29/07/2011 19:35:43

    Ô Rei dá uma olhada no primeiro texto do Sakamoto, uvido que vá criticar ele dssa vez, nossa que estranho acho que ele prova o quão as autoridades não se dedicam na busca por estabelecimentos que usam mão de obra escrava.

  29. Neiva

    29/07/2011 19:29:15

    Quem é ladrão? quem nã é? você sabe ? tem jeito de saber? não sabia.Quem quer destruir quem? quando destruiu? onde ?como?

  30. Vivi

    29/07/2011 19:24:44

    Inutiu, agente samos inutiu.A gente num sabemus escolier presimente...

  31. Vivi

    29/07/2011 19:22:05

    And the answer is:Inutiu, a gente semos inutiu.O Lobão é que tá certo!

  32. Vivi

    29/07/2011 19:20:05

    And the Oscar goes to...Inutiu, a gente semos inutiu!Dan dan

  33. Chesterton

    29/07/2011 19:09:29

    Eu? eu quero um monte de coisas Chesterton, mas não importa o que eu e você queremos.Aacontece que muitas pessoas estão sofredo agora, neste momento, tentando sobreviver em um mundo extremamente fechado para elas, pessoas sem oportunidades, pessoas que têm um grande potencial que está sendo disperdiçado.Direitos e vida digna, para aqueles que querem, que amam e buscam, oportunidades para elas, privilégios?, por mim, ninguém teria nenhum.Bem, o senhor disse ”O egoísta nada quer de outrem, enquanto o invejoso quer destruí-lo.” Daí perguntei ”A quer? quer mesmo? como? onde? quando?” e você não me respondeu…É isso.Até logo.chest- ah, sim, o egoista quer para si, o que ainda não é de ninguem, não é um ladrão, que quer para si o que já tem dono. Atitude condenável? Talvez. Criminosa? Não, há um limite bem definido.Agora, pessoas sofrem todos os dias (eu inclusive) para manter a vida andando, a saúde, o estômago, etc, etc. Isso nada significa a não ser a batalha diária.

  34. Aluno

    29/07/2011 18:33:02

    "Não sei quem é pior: a direita, a elite, que ignora as mazelas da população,"1. As elites no Brasil (banqueiros e petistas) e no mundo (George Soros, fundação Ford, etc) não são de direita. Aliás, hoje em dia não há mais elites intelectuais e sim econômicas, e costumam ser um bando de cabeças-ocas consumistas sem a menor noção de política. Inclusive acabam abraçando a maior parte do ideário esquerdista (gayzismo, ecologismo, anti-americanismo, etc) porque é o que está na moda.2. Defina "ignorar", e defina "mazelas".2.1. Até onde eu sei, a direita é conservadora nos costumes e cristã nas crenças - logo, endossa a caridade e o amor ao próximo.2.2. Além disso, é liberal na economia. Nenhum outro sistema econômico jamais produziu tanta riqueza e possibilitou a tanta gente sair da pobreza. E o mais legal: pelos próprios méritos.(Se ainda há muita gente miserável, é bom que saibam que a miséria sempre existiu, e não é algo imposto as pessoas. É seu estado original. no entanto, o crescimento econômico, que por sua vez só é possível numa economia de mercado, possibilita a mitigação da miséria, como vem fazendo em todos os lugares onde foi adotado. A África, por exemplo, não é miserável por excesso de capitalismo, e sim pela falta dele.)2.3. Caso esteja falando da violência que assola a população, a direita também tem a reposta: legalismo, policiamento e cidadãos armados para se defenderem da bandidagem.Pode esclarecer?

  35. Maria Alice

    29/07/2011 17:09:27

    Cara Marilú,Hum, acho que Raimundo, provavelmente, não lerá esse seu comentário com bons olhos.

  36. Neiva

    29/07/2011 16:56:49

    Vivi, acabei de descobrir uma coisa!lembra da pergunta que te fiz? minha teoria agora é que a resposta deve ser não.Olha só:http://www.medplan.com.br/novo/hotsites/criancas/noticias.php?id=3738&s=33.

  37. Neiva

    29/07/2011 16:49:23

    Baixar o nível? não se preocupem, do chão vocês não passam.Difícil mesmo é subir, mas vão tentando...quem sabe?

  38. Neiva

    29/07/2011 16:35:37

    Depende Marcos, entendi o que você quis dizer com herança (Motosserra não era pra levar oa pé da letra), mas acho que é mais fácil um rico ficar pobre, um pobre ficar rico que é bastante improvável.Motosserra você ainda é o monarca absolutista firme e forte, mas idiota você não é não.Abraço.

  39. Neiva

    29/07/2011 16:16:47

    Permita-me dizer majestade, que nem todos que estão na classe média tê um modo de vida conciderado confortável e regular, têm gente aí com dois, três empregos pra poder sustentar o status, todos querem ficar ricos, mas muitos coseguem adiquirir o que mal serve para sua própria subsitência.Nem todos trabalham, nem todos robam, nem todos vagabundam.Bom, eu acho que se oportunidades surgissem e salários dignos também, essas pessoas teriam mais opções,não estariam limitadas a dedicar a vida a essas poucas atividades.Mas manda o decreto aí, mas manda um diferente, um que mude Congresso, reduza o número de gente da bancada ruralista e empresarial e aumente o pessoal da educação, saúde e meio ambiente.Quem sabe? acho que ia ajudar bastante!Falô então Rei!Abraço.

  40. MOTO_SERRA_DE_PRATA(AGROCIDADÃO)

    29/07/2011 16:13:30

    Boa tarde Marcos..Não estou rico ainda, mas melhorei bem minha vida... Trabalhando e muito... Tenho a intenção de chegar lá um dia..Eu já sou bem grato por tudo que meu pai fez por mim, mas você quer dizer que eu não tenho o "direito" de herdar as coisas que ele deixar.. Quero ele vivo por muito tempo ainda inclusive..Exemplo na minha área, um agricultor que trabalhou sempre na terra, juntamente com os filhos, ele não poderá deixar pra eles a terra, as benfeitorias, etc..?? É isso mesmo que eu entendi..??E eu achando que meus comentários tinham um "q" de idiotas...***Neivaaaaa... Acho que vou ter que passar minha coroa, esse aí, quase me ganhou...kkkkkkkAbraço..

  41. Neiva

    29/07/2011 15:29:49

    Ah!... me lembro de você! É aquele cara com a vida sofrida não é? aquele da bicilheta! KKK... niguém nesse blog me fez rir tanto quanto você! Oh criatura sofrida viu!? Vejo que ainda insiste em colecionar pobres cadáveres oprimidos.Não vou repeir aquilo tudo pra você outra vez, tá legal?Olha, me diga, me mostre por favor o que seus comentários aqui presentes têm a ver com o texto da Edna, ou o meu, ou com o do Sakamoto me diga uma coisa um ponto mínimo que seja.O que falei está errado?, onde está errado?, porque está errado? argumente, pegue os pontos principais e dê sua opinião, seria ótimo se fizesse isso, tente argumentar sua causa assim se constroi uma discussão saudável.Não tenho ódio de você, nem de niguém, afinal, amo demais a mim mesma para odiar alguém.Então você acha que tudo devia ficar na mesma? as pilhas de cadáveres estão aí basta você enxergar.A história nos diz muitas coisas, boas ou ruinis, realmente nunca irá existir algo pleno e perfeito, e é por isso que temos que evoluir cada vez mais, você acha mesmo que se as pessoas deixacem tudo na mesma estariamos aqui escrevendo no computador?Acha mesmo que mulheres teriam o direito de viver segundo seus aprendizados e interesses, negros e índios seriam vistos como seres humanos,será que teriam pessoas diferentes vivendo com crenças diferentes ao invés de serem queimadas na fogueira por dizerem ''eu não sou católico''?.Sério.Acha mesmo?

  42. Daniel

    29/07/2011 15:07:09

    Ainda bem que li o comentário do Eduardo.Não sei quem é pior: a direita, a elite, que ignora as mazelas da população, ou a esquerda, que acha que a pobreza é linda, é bela, e todos são coitadinhos.

  43. MOTO_SERRA_DE_PRATA(AGROCIDADÃO)

    29/07/2011 15:02:15

    Está perdoada Neiva.Minha benevolência é sem tamanho...Ahhh.. Não vem não... Um Rei nunca perde a magestade... kkk

  44. MOTO_SERRA_DE_PRATA(AGROCIDADÃO)

    29/07/2011 14:58:43

    Boa tarde Edna e Neiva.Não é melhor avisar pra esse pessoal que trabalha pra burro, todo dia o dia todo, que não vão ficar ricos, nem hoje, nem amanhã, nem nunca??*Essa classe média é complicada mesmo, onde já se viu, achar que vão ficar ricos trabalhando, que besteira né..??Talvez eles após avisados, trabalhem menos e sobre tempo pra revolução.. kkk. No que depender de mim, estarão de barriguinha cheia(Se comprarem é claro, senão como eu vou ficar rico, mas eu dou desconto).Avisar também aos que roubam, que o roubo não compensa?? NoBrasil talvez compense. Mas eles podem ficar com a consciência pesada um dia na vida.Se precisarem faço um decreto real, para que todos fiquem sabendo que não adianta trabalhar pra ficar rico. kkk. Esperemos a revolução. kkkAbraços.

  45. Neiva

    29/07/2011 14:57:06

    Cadê seu dono Vivi?Cadê?Onde?Onde?!

  46. Neiva

    29/07/2011 14:54:09

    Que bom, então o senhor está perdoado, por todo mundo, até por mim que não pertenço ao trono real.Abraço.

  47. Neiva

    29/07/2011 14:49:52

    Prometo não usar mais a palavra bunda.Não sabia que ia te afetar tão profundamente...foi mal.Abraço.

  48. Neiva

    29/07/2011 14:47:13

    Eu? eu quero um monte de coisas Chesterton, mas não importa o que eu e você queremos.Aacontece que muitas pessoas estão sofredo agora, neste momento, tentando sobreviver em um mundo extremamente fechado para elas, pessoas sem oportunidades, pessoas que têm um grande potencial que está sendo disperdiçado.Direitos e vida digna, para aqueles que querem, que amam e buscam, oportunidades para elas, privilégios?, por mim, ninguém teria nenhum.Bem, o senhor disse ''O egoísta nada quer de outrem, enquanto o invejoso quer destruí-lo.'' Daí perguntei ''A quer? quer mesmo? como? onde? quando?'' e você não me respondeu...É isso.Até logo.

  49. marilu

    29/07/2011 14:41:49

    Neiva, boa tarde!ok, a discussão, o debate é sempre enriquecedor, não precisamos baixar é o nível, até por respeito aos outros comentaristas.abs

  50. Neiva

    29/07/2011 14:28:49

    Calma aê Marilu, você não esta sendo perseguida, nem assediada, só ando meio surpresa, um tanto preocupada com seus problemas de leitura, você podia fazer pelo menos um comentário que tenha a ver com o texto do Sakamoto pra variar...Fala como se tivesse alguém querendo destruir todos os ricos, algum plano maligno pra fazer a sociedade entrar em colápso, gente querendo transformar o Brasil em Cuba...Não Marilu, não é nada disso.É mais pra refleir a organização da nossa SOCIEDADE , para nos perguntarmos porque está assim, se realmente deveria estar assim e, se está assim, porque cntinuar assim, por que não mudar?Vou continuar respondendo e lendo seus e todos os outros comentários tanto porque me incomodam quanto porque acrescentam.Abraço.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso