Blog do Sakamoto

A maioria da população é contra a união gay. E daí?

Leonardo Sakamoto

Uma pesquisa do Ibope Inteligência, divulgada hoje, mostra que 55% dos brasileiros são contrários à decisão do Supremo Tribunal Federal que reconheceu a união de casais do mesmo sexo. Segundo o estudo, as mulheres, os mais jovens, os mais escolarizados e as classes mais altas são os que menos se incomodam com o acesso a esse direito. Sobre a adoção de crianças por casais do mesmo sexo, a 55% também são contrários.

Para ser sincero, imaginei que a porcentagem ia ser bem maior, considerando que nossa sociedade foi forjada no que há que de pior do machismo e do patriarcalismo. Além disso, toda ação de vanguarda para garantir direitos, como foi a decisão do Supremo, gera sempre uma reação contrária. Ou seja, quando um grupo consegue acesso à cidadania e à dignidade tende a gerar manifestações no sentido inverso por aqueles que se sentiram atacados ou ofendidos. Ressaltando, é claro, que um grupo que se sente atacado ou ofendido quando outro ser humano obtém o direito a uma vida decente não é um grupo e sim uma horda ou uma matilha.

Some-se a isso que o tema ganhou espaço nos veículos de comunicação e, portanto, o debate chegou às ruas, levando pessoas que não tinham opinião a formarem ao menos um pitaco e a se manifestarem. Essa opinião inicial ainda é carregada de achismo e de superficialidades. Com o tempo, mantendo-se o tema em foco, e sabendo que dar o direito a alguém não tira o meu, tenho a esperança (palavra que está difícil de ser usada ultimamente na área de direitos humanos) de que a informação vá tirar muita gente desse obscurantismo.

Não é possível fazer uma comparação devido às diferenças de metodologias das duas pesquisas. Mas, em abril de 2007, uma pesquisa Datafolha apontou que 49% rejeitavam a união civil homossexual (ou seja, a maioria, uma vez que 42% eram a favor) e 52% eram contrários à adoção de filhos por casais do mesmo sexo. Além disso, 55% dos brasileiros defendiam a adoção da pena de morte, 57% eram contra a eutanásia (o direito do paciente terminal em sofrimento de pôr fim à sua própria vida) e 65% defendiam que a lei do aborto não fosse ampliada para além dos casos de estupro e risco para a mãe.

Como já disse anteriormente, se essas pesquisas fossem um gabarito, eu já teria sido reprovado retumbantemente como brasileiro, uma vez que minhas posições pessoais são opostas àquelas apontadas como as da maioria da população pelas pesquisas Datafolha e Ibope . Em uma hipotética avaliação de segunda época que também incluísse a redução da maioridade penal, a prisão perpétua, a manutenção do uso de drogas como crime (que só atrasa a solução do problema), seria reprovado novamente.

Ainda bem que as decisões do STF sobre a interpretação da Constituição Federal visando à garantia de direitos não são tomadas com base em pesquisas de opinião ou para onde sopra a opinião pública em determinado momento. Afinal de contas, uma democracia verdadeira passa pelo respeito às minorias, garantindo sua dignidade mediante a uma maioria que pode ser avassaladoramente violenta.

Dizem que falta informação e por isso temos uma sociedade que pensa de forma tão excludente. Mas isso não basta. Deve-se saber como trabalhar com essa informação que recebemos, refletir sobre ela. Entramos aqui na questão da consciência social, que não se aprende nos bancos de escola, mas no trato com a sociedade. O contato com o “outro'', e com suas diferenças, contribui para fomentar essa consciência. Ou seja, aceitar que as pessoas têm direito à própria vida e ao próprio corpo e que não é com uma sociedade ditatorial e sumária que se resolverão os problemas.

  1. ricardo

    21/09/2011 13:01:10

    Primeiramente acho que o assunto em questão é muito abrangente, porem acredito que o homosexual ele nasce nesta condição e portanto não é uma doença mais acredito que deve haver um motivo ou varios motivos fisico que levam essas pessoas a terem esse comportamento talvez não quero falar besteira hormonal, genetico enfim, sendo que a questão social leva as pessoas a todo essa discusão, na minha maneira de ver as coisas acredito que eles são seres humanos e merecem acima de tudo respeito, os direitos como casar poder adotar crianças deve ser garantidas pois não é essas garantias que vão fazem alguem ser ou não homosexual portanto eles devem ser garantidos e reconhecidos esses direitos talves o reconhecimento dos direitos levem mais pessoas como se diz na giria sair do armario e serem feliz com sua orientação sexual,a questão religiosa essa eu acho que quem se debruça encima de um livro ( biblia )que foi escrito a 3000 anos que é cheio de preconceitos contra a mulher e demais absurdos não podem serem levados em consideração quero salientar que se Jesus fosse vivo hoje nunca ele aprovaria qualquer discriminação contra os gays, porem tambem acredito que o principio basico de que seu direito termina onde começa o meu deve ser encarado como forma de convivencia ja vi pessoas falando que todo mundo é gay enfim vejo um certo movimento de homosexolização da sociedade e isso não é legal tambem tambem que o homosexual deve mater o bom sensso se beijar em publico onde tenha pessoas e ambiente onde ten ha pessoas que não aceitam essa condição é um ponto enfim em parte essa é minha opinião

  2. @runbrunarun

    13/08/2011 18:31:05

    "Tudo seria mais fácil e tranquilo. Mas o homem é teimoso…. arquem com as consequencias, mas que Deus abençoe a todos!"hahahahaha AMOR CRISTÃO é mesmo uma coisa linda, não?É tipo: vc é gay? então merece morrer, mas fique com deus tá?Por mais que pareça absurdo para a maioria da população, acredito que um mundo sem religião seria bem melhor. Imagine trocar todo esses preconceitos que a religião impõe e, no lugar, aplicarmos o respeito ao próximo?

  3. CARLOS

    13/08/2011 15:14:21

    Será que ainda podemos chamar de democrática uma sociedade na qual a opinião da maioria é chamada, por uma minoria, a ser ignorada ?

  4. Jeremias

    08/08/2011 13:03:56

    "Não caia na asneira de testar seus filhos e vir como homossexual."Acho que quanto a isso você pode ficar tranquila.

  5. Jeremias

    08/08/2011 13:00:26

    Isso aí, tudo é igual, todos são iguais, tudo é o mesmo.Só tem um pequeno aspecto que contradiz esse pan-igualitarismo universal: a realidade.

  6. Raimundo

    05/08/2011 18:55:36

    Pobre Fernando, como te falta conhecimento...como te falta sabedoria. Espírito pobre é o seu. Ninguém é culpado por nascer negro em um país racista, nem gay, próximo de homofóbicos como você. Não é opção. Ninguém, ao nascer escolhe a raça nem a sexualidade que terá. Isso é condição. Nasce-se assim. Nós, os héteros e brancos não somos superiores nem inferiores a eles, somos simplesmente diferentes. Essa multiplicidade na humanidade é que faz com que sejamos tão maravilhosos como somos. E Deus quer é isso: que nos amemos uns aos outros, independente de qual condição estejamos.Raimundo

  7. Luis Soares

    05/08/2011 16:42:48

    O que o povo brasileiro , era ter vergonha na cara e votar nesses políticos que enganam o povo, que fazem crescer a marginalização, acabam com a educação e saúde, não votam no salário descente para os trabalhadores, roubam milhoẽs dos cofres públicos , isso que é vergonhoso, não opção sexual das pessoas.

  8. Attila

    02/08/2011 21:41:15

    Sakamoto. Parabéns pelo texto. Interessante,uma coisa que fico pensando é a seguinte e as estatísticas a quem servem? Sim, porque estatística não muda decisão judicial. Isso é bom. Em um País onde a opinião pública só interessa quando interessa a quem se interessa por desinteressar o que pode ser interessante. A estatística que aponta esses resultados, gera a certeza de que não evoluímos muito em respeito às diferenças, fato que é uma pena. A hipocrisia e o desrespeito agressivo continuam fazendo seus filhotes, isso porque a família pensada por muitas pessoas ainda está no conceito herdado da falsa noção de família que tem muito pompa e pouca afetividade. Acredito, que quando o tempo e as relações afetivas crescerem alinhados com a educação e a ética essa questão será uma questão histórica, mas enquanto isso, os vitoriosos (todos) sofrem o horror e as tristezas que são impostos de forma perversa como todo preconceito se instala. Aliás, uma boa estatística a ser produzida seria saber quantos de nós(por amostragem mesmo) não se acham ou se acham preconceituosos, porque o prejuízo não é guardado nos números, mas nas atitudes. Então pergunto- o senhor(a) já usou seu preconceito hoje?

  9. João Fontes

    02/08/2011 19:58:32

    A maioria pode estar preocupada com o lado econômico do embloglio.Herança, essas coisas. E também a Previdência, privada ou não.Os velhinhos se casam com meninas de 16 para garantir a aposentadoria (para elas), os gays também poderão fazê-lo.

  10. João Fontes

    02/08/2011 19:53:35

    Paulo Moraes e Carlos Eduardo:Opinião sensata e lúcida, parabéns.

  11. Rafaela

    01/08/2011 20:14:13

    Muito esclarecedor, parabens!

  12. Rafaela

    01/08/2011 20:10:45

    O cara ta dando 20% do salário e acha que o pastor passou da bicicleta para a BMW por glória de Deus? Sério?shuahsuahsuashuahsuhaushaushaushasuhaushasuahsausua

  13. Advrp

    01/08/2011 20:05:22

    kkkkkkkkkkentão somos dois pulando da ponteperdão, minha querida, cometi o mesmo erro.

  14. Martin

    01/08/2011 11:48:10

    ...ou seja, desde que venha um privilégio, tudo bem.

  15. Martin

    01/08/2011 11:43:44

    Pogreçista é tão burro que não enxerga uma ironia.

  16. Aluno

    01/08/2011 11:36:10

    A afirmação de que alguém "nasce gay", até prova em contrário, também não passa de conto de fadas.

  17. miriam

    31/07/2011 21:42:34

    oi jota, fico muito feliz qdo vc responde a algum comentário meu, eu também concordo contigo que todos temos direito de opinar a favor ou contra, mas veja.. em boa parte dos comentários a gente percebe que uma boa parte não se contenta apenas em expor suas opiniões, uma boa parte tenta impor o modo de pensar, e isso eu não concordo, temos que respeitar todas as opiniões.. infelizmente a maioria, pelo que parece não tem respeito pelo próximo... e acaba perdendo o respeito por si próprio.. obrigada pela sua atenção e fique com Deus...

  18. felipe

    31/07/2011 21:31:52

    dificil participar de um debate nos comentarios aqui sendo q o assunto principaleh um conto de fadas: religioa, deus...qd pautarem a discussao em coisas comprovadas me chamem.

  19. Joreg Silva

    31/07/2011 19:16:58

    JAMAIS!Nem que o Gilmar fosse a "única" e a toga dele fosse só de lantejoulas verme! Nem se a decisão "dela" fosse monocrática! Nem mesmo assim, acredito que vc consiga levar adiante esse debate e SUGERIR a união civil com OUTRA ESPÉCIE, no caso o seu namorado do video kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkSeu vazio era imaginado mas não sabia que era TÃO GRANDE, LARGO E PROFUNDO.AGUENTE FIRME!

  20. Hp

    31/07/2011 15:14:17

    LOPES:Voce e um dos 78% de analfabetos funcionais do Brasil.Voce leu meu comentario e falou sobre outro assunto. O que o meu comentario tem a ver com poligamia?Uma pessoa que e legalmente casada no Brasil nao pode se casar com outra, nao no mesmo periodo.O governo de um pais nao deve se meter na vida que seus cidadaos querem ter (ou tem) entre quatro paredes. Esse tipo de coisa ninguem controla. Voce deve ser aquele cara que adora uma fofoquinha. Vai ler um livro, vai abrir a sua mente. Deve adorar novelas e falar sobre futebol e a vida dos outros.Se ha gays desonestos e promiscuos, ha mtos heteros que sao tbem. Alias, se ser hetero fosse qualidade o mundo nao estaria do jeito que esta, visto que os homossexuais sao minoria. O Carnaval esta ai como prova. A maior festa do mundo, como muitos dizem, o Carnaval brasileiro e uma verdadeira exibicao da promiscuidade hetero. Basta ver a beijacao entre desconhecidos, as gravidas que aparecem apos fevereiro e a pegacao entre homens e mulheres em ceu aberto.O meu vizinho e gay. O que eu tenho a ver com isso? Se ele e o ativo ou o passivo, se ele quer deixar seu companheiro como herdeiro, se ele quer colocar o nome do companheiro no plano de saude dele. Isso, meu caro, nao muda nada em minha vida. Ate onde eu sei, ele paga os impostos dele, e muito mais culto que voce, ajuda os pais financeiramente, tem um otimo emprego...Voce como qualquer pessoa que habita este planeta vai pro saco e pra cova em breve. Aproveite sua vida com sua familia, tente se tornar uma pessoa mais culta, se preocupe menos com a vida intima dos outros.Agora, se para voce e tao complicado e inaceitavel reconhecer que ha no mundo pessoas que nao sentem atracao pelo sexo oposto, entao, acho que voce deve ter algum tipo de preconceito internalizado. Vai ver voce tem vontade de ficar com outro cara e tem medo de experimentar e gostar, vai ver voce ja ate ficou com um.Das duas uma, a pessoa e preconceituosa porque e uma ignorante que se preocupa com a vida alheia, nao so dos homos, mas de todos. Ou, voce tem alguns desejos secretos. (Voce e os que pensam como voce).Como ja disse, a homofobia e maior em paises atrasados, onde o nivel de educacao da populacao e baixo. Certas coisas nao precisamos adimirar, nao precisamos querer para nos, apenas precisamos respeitar, pois no mundo, caso voce nao saiba, ha pessoas diferentes, com desejos diferentes, com sonhos diferentes, com costumes diferentes, etc.

  21. HP

    31/07/2011 15:01:26

    Lopes, voce e um dos 78% de analfabetos funcionais do Brasil.Voce leu meu comentario e falou sobre outro assunto. O que o meu comentario tem a ver com poligamia?Uma pessoa que e legalmente casada no Brasil nao pode se casar com outra, nao no mesmo periodo.O governo de um pais nao deve se meter na vida que seus cidadaos querem ter (ou tem) entre quatro paredes. Esse tipo de coisa ninguem controla. Voce deve ser aquele cara que adora uma fofoquinha. Vai ler um livro, vai abrir a sua mente. Deve adorar novelas e falar sobre futebol e a vida dos outros.Se ha gays desonestos e promiscuos, ha mtos heteros que sao tbem. Alias, se ser hetero fosse qualidade o mundo nao estaria do jeito que esta, visto que os homossexuais sao minoria. O Carnaval esta ai como prova. A maior festa do mundo, como muitos dizem, o Carnaval brasileiro e uma verdadeira exibicao da promiscuidade hetero. Basta ver a beijacao entre desconhecidos, as gravidas que aparecem apos fevereiro e a pegacao entre homens e mulheres em ceu aberto.O meu vizinho e gay. O que eu tenho a ver com isso? Se ele e o ativo ou o passivo, se ele quer deixar seu companheiro como herdeiro, se ele quer colocar o nome do companheiro no plano de saude dele. Isso, meu caro, nao muda nada em minha vida. Ate onde eu sei, ele paga os impostos dele, e muito mais culto que voce, ajuda os pais financeiramente, tem um otimo emprego...Voce como qualquer pessoa que habita este planeta vai pro saco e pra cova em breve. Aproveite sua vida com sua familia, tente se tornar uma pessoa mais culta, se preocupe menos com a vida intima dos outros.Agora, se para voce e tao complicado e inaceitavel reconhecer que ha no mundo pessoas que nao sentem atracao pelo sexo oposto, entao, acho que voce deve ter algum tipo de preconceito internalizado. Vai ver voce tem vontade de ficar com outro cara e tem medo de experimentar e gostar, vai ver voce ja ate ficou com um.Das duas uma, a pessoa e preconceituosa porque e uma ignorante que se preocupa com a vida alheia, nao so dos homos, mas de todos. Ou, voce tem alguns desejos secretos. (Voce e os que pensam como voce)Como ja disse, a homofobia e maior em paises atrasados, onde o nivel de educacao da populacao e baixo. Certas coisas nao precisamos adimirar, nao precisamos querer para nos, apenas precisamos respeitar, pois no mundo, caso voce nao saiba, ha pessoas diferentes, com desejos diferentes, com sonhos diferentes, com costumes diferentes, etc.

  22. Vanessa

    31/07/2011 11:34:02

    Para o problema que está sendo exposto "da sociedade não aceitar a união estável entre pessoas do mesmo sexo apoiadas nos pilares da machismo e patriarcado" sou da opinião que se deve conversar muito sobre o assunto, deve-se ser promovido campanhas nas escolas, seminários saindo dos espaços formais e chegando onde o povo está, porque o preconceito existente nesse e em outros casos é reflexo da falta de conhecimento que o povo tem. Não se converssa sobre os problemas sociais, política, direito etc. portanto, tende a adotar posturas politicamente incorretas.Reforço nesse depoimento que a solução dos nossos problemas como um todo está na educação, muitos devem achar o que educação tem haver com isso? Tem tudo haver, a educação que temos é precária e não forma um sujeito crítico fazendo com que predomine o preconceito e a injustiça.A opinião do povo é muito importante por isso é necessário trabalhar com ela se ela promove o preconceito e impede a evolução social.

  23. Maria Alice

    31/07/2011 10:01:41

    Que ninguém nos ouça, mas você já está surtando bonito, mano véio. Minha solidariedade

  24. Andrea

    30/07/2011 23:42:36

    "O mundo já caiu, só me resta dançar sobre os destroços." Clarice Lispector

  25. Júnior

    30/07/2011 22:39:22

    Caro AdvRp,Reproduzo partes de seu texto e em maiúculo para diferenciar minhas objeções:Primeiro, eu não entendo como a decisão do Supremo PREJUDICOU alguém… Ela prejudicou absolutamente ninguém. SOU CRISTÃO E, POR QUESTÕES DOUTRINÁRIAS CLARAS, DSICORDO.Segundo, o STF agiu dentro da sua competência e não alterou o que estava escrito na constituição. NÃO? EXISTE NA CONSTITUIÇÃO A PREVISÃO DE UNIÃO HOMOSSEXUAL? ONDE?No Brasil, cabe ao Supremo Tribunal Federal a tarefa de guardião máximo do texto constitucional. É justamente ele o Tribunal competente para declarar a interpretação compatível com a Lei Fundamental. EXATAMENTE, GUARDIÃO DO TEXTO E NÃO LEGISLADOR.Entretanto, interpretar conforme a Constituição não significa alteração do conteúdo. [???]Devo ainda lembrar que o Poder Legislativo não detém o monopólio da função normativa estatal, mas apenas parte dela, qual seja, a função legislativa. Que não é a única força do Estado capaz de editar normas de conteúdo geral e abstrato. [´QUAL LEI PERMITE AO STF LEGILAR? ATÉ ONDE EU SAIBA ELE GARANTE A APLICAÇÃO DO TEXTO CONSTITUCIONAL E ONDE A LEI FOR OMISSA, DAR INTERPRETAÇÃO. JAMAIS ALTERAR O SENTIDO.O Supremo Tribunal Federal, no exercício de suas funções, e diante da recorrente omissão do poder legislativo, o fez várias vezes. Por exemplo, ele determinou o regime de greve dos servidores públicos. Coisa que o Legislativo, após 22 anos de constituição, deveria ter feito, mas não fez. ATÉ ONDE EU SAIBA ELE REGULAMENTOU O DIREITO DE GREVE, OU SEJA, ELE ATUOU ONDE A LEI ERA OMISSA.E, agora, novamente, diante da omissão do legislativo de regulamentar uma situação que há muito existe no seio social e diante de uma ofensa enorme ao princípio da igualdade e da dignidade da pessoa humana, o STF, cumprindo sua atribuição constitucional de corrigir as lesões a direito e a interpretação da constituição, declarou a permissão da união estável entre pessoas do mesmo sexo. DISCORDO, PARA ATENDER UMA SITUAÇÃO QUE É COMUM, NOS DIAS DE HOJE, ALTEROU O TEXTO CONSTITUCIONAL.Como se vê, nós estamos jogando segundo as regras. DISCORDO.A propósito… continuaremos jogando segundo as regras e esse mesmo art. 226, que você citou (“devendo a lei facilitar sua conversão em casamento.”) nos fará conseguir o casamento civil. INDIFERENTE.Jamais poderia deixar de reconhecer o tom cordial de suas respostas, mesmo tendo opiniões bem divergentes.Atenciosamente.

  26. Dono da verdade

    30/07/2011 21:36:02

    Quanta imoralidade!! Todo mundo sabe que a união gay é nefasta. Preocupa-me sim o que cada um faz com o próprio ânus. DEUS me permite e me obriga isto!! Está lá nas sagradas escrituras, principalmente no velho testamento. Em falar em DEUS, seu bando de filisteus incircuncisos, meu pastor me disse que o todo-poderoso do universo(glória Deus!)vai condenar todos estes liberaizinhos ao inferno, para arderem para todo o sempre por praticarem coisas como o sexo antes do casamento, o sexo para fins que não sejam o de procriação, o adultério e por defenderem direitos como a segurança para os homossexuais!! Disse mais o pastor da congregação: para eu ter fé no que ele está falando, sem tentar discutir sobre o assunto, pois ele é um porta-voz de Cristo na terra. Inclusive, disse-me isto também enquanto falou que queria ministrar aulas particulares à minha filha adolescente, em nome também da defesa da família, para que ela não possa ser desviada pelas iniquidades do mundo. Eu, como tenho fé, confiei, é claro. Assim como confio a ele o meu dízimo todo o mês. Vinte por cento(20%) do meu salário dado com orgulho, pois sei que terá uma finalidade nobre e que DEUS aprova!! Aleluia, senhor!! Homem bondoso é o pastor da minha igreja, que sempre diz estar preocupado com os irmãos!! Por isto que DEUS está abençoando ele tanto. Quando a igreja começou, tinha uma bicicleta; hoje anda só de BMW! Em menos de 2 anos!! Que homem afortunado e agraciado tão somente pelas glórias do Pai!!P.S.: Não ousem tentar questionar a minha fé, pois, por definição, a fé é inquestionável. Está fora do campo da questionabilidade lógica. Ela esmaga e come a racionalidade no café da manhã por simplesmente a ignorar como pressuposto de realidade… Se o pastor da minha igreja falar que 2+2 são 9, quem sou eu então pra questionar? É 9 e pronto, sem discussão. Falta humildade aos não religiosos, pois questionam demais… Ou seria fé que falta a eles?

  27. Dono da verdade

    30/07/2011 21:31:53

    Sakamoto, peço o favor de liberar o comentário feito por último, que está mais completo e preciso.

  28. Onaldo

    30/07/2011 20:47:12

    Discutir com fundamentalistas, quaisquer que sejam, é infrutífero.Não adianta perder tempo tentando convencê-los de nada.As mudanças virão de cima pra baixo.

  29. Lopes

    30/07/2011 20:45:31

    Verme,Não é legal? Três, quatro, n pessoas.Por que nossa sociedade retrógada e preconceituosa limita a união a apenas duas pessoas?Se eles se amam, o que o resto da sociedade tem a ver com isso. Não é esse o discurso pasteurizado que mídia global repete ad nauseam, e que a maioria com a mente lavada também?Nenhum país ocidental aceita isso. Na Alemanha é prisão sumária. Só pode ser racismo, pois africanos e islâmicos praticam a poligamia por tradição.-------Otávio,O tema inicial sempre foi este. Lembre-se do "próximo passo" a quilômetros de mensagens acima...

  30. Lopes

    30/07/2011 20:26:07

    Otávio,Para finalizar (peço desculpas por me delongar tanto), não sei de que maneira uma única união cívil de vários homossexuais prejudica alguém. Isso é um pressuposto seu. Porém, posso te dizer muito bem que a decisão de 100, 1000, ou 1.000000 de pessoas não tem porque ter mais valor que a opinião de 1. Aliás, nossa sociedade se desenvolve através das boas idéias e opiniões que podem surgir da minoria. Artistas, intelectuais e cientistas pioneiros… A novidade não surge para todos, do nada, caindo dos céus.Por este motivo que o fato de 55% da população ser contra o casamento gay não quer dizer que a união gay é uma idéia ruim. Se fosse 99% da população, TAMPOUCO seria isso.

  31. Neiva

    30/07/2011 19:37:37

    Olá Adriano!Vi seu blog hoje gostei da filosofia com relação a programas de TV.Mas agora, tenho que descordar com o senhor quando diz que um é mais intolerante que outro, bem, acho que intolerância não é uma coisa a ser medida, é sempre bom ouvir opiniões contrárias, e manifestar-se sobre elas, você disse uma frase e eu gostei muito ''penso logo existo, me expresso logo vivo'' e ela vale pra todo mundo.Homosexuais são sim mortos e torturados, não em nome da religião mas do preconceito escondido atrás dela.Abraços

  32. verme

    30/07/2011 18:38:26

    Bia,Outra foto de nosso marinheiro:http://2.bp.blogspot.com/_GTUmd1huHfs/S7vsl-u13LI/AAAAAAAAAy0/DpCldMmHGL4/s1600/quico_idolo.jpg

  33. verme

    30/07/2011 18:30:42

    Edna, Luiz:Saphadezas.****Abraços saudosos.

  34. Adriano Berger

    30/07/2011 18:30:10

    Prezados(as) Bia e Rafaela,Estou aqui respondendo a um texto agressivo do Sr. Trípede àqueles que ele chama de religiosos. Porém não escrevi minhas opiniões como um reliogoso ofendido, pois não pontuo meus pontos de vista segundo a religião, mas segundo a ordem natural das coisas.Existiu, muito antes da homofobia, uma intolerância aos religiosos de todos os credos desde a época da Santa Inquisição, onde o direito de ser protestante ou muçulmano foi punido com tortura e morte, de uma forma até legalizada. A segunda guerra mundial tentou consumir toda uma raça, a dos judeus, e tentou também consumir os testemunhas de jeová e, pasmem, até os ciganos!!A intolerância aos religiosos (inclisive entre si, nâo entre ateu e religoso) sempre foi muito mais forte que a intolerância aos homossexuais, e contudo o que se vê é uma "vitimização" da causa gay, como se reliogosos fossem mosntros por dizerem suas opiniões segundo o que a Bíblia lhes ensina a respeito da instituição familiar. Mais uma vez tapa-se os olhos à religiofobia (ou seja lá o nome disso) e destaca-se apenas uma nova forma de perseguição, a homofobia.Lembrando que os religiosos não combatem a homossexualidade da mesma forma como foram combatidos ao longo dos anos, com tortura e morte. Mas combatem com palavras, baseados em suas opiniões e crenças. E mesmo assim são tratados como monstros irracionais por ter uma opinião contrária à da causa gay...Sejamos mais sensatos, mais lúcidos e menos preconceituosos nas palavras. Bia, leia mais você também. inclusive livros de história e a Bíblia para compreender a opinião alheia, como por exemplo em I Corintios, cap 6 versos 1 a 11. Nâo façamos desse tema uma guerra, mas um debate.Saudações.

  35. verme

    30/07/2011 18:23:00

    Aisla,Só depois li o verbete 3 e os outros.Adeus!Pulo da ponte.Mas volto.

  36. verme

    30/07/2011 18:20:58

    Ótima explicação, Adv.

  37. verme

    30/07/2011 18:15:19

    Bom, Aisla,ComoSe as palavras não mudassem de sentido conforme as práticas da sociedade.Se as próprias palavras não mudassem dando origem a novas línguas.Tosco raciocínio, como toleramos você?

  38. Otávio .

    30/07/2011 17:47:22

    kkk, Caro Lopes,A prática da monogamia não é universal. E daí de existir poligamia? Deus não gosta? :DAliás, porque esse papo de poligamia? O tema era outro, não?

  39. verme

    30/07/2011 17:45:53

    Outro dos fanáticos.Skinheads são uma ameaça constante, a qq um, não só gays. São uma ameaça física e tentam estender essa ameaça ao político, onde ela (a ameaça) tem que se espalhar por toda a sociedade em troca de bem estar.E os gays hoje?Ameaçam o quê?Costumes, não mais que costumes.Costumes se transformam.Politicamente, gays podem se adaptar a qq ideologia.(Jorg Haider, triste exemplo.)********O material do MEC que veio a ser ridicularizado pela imprensa com o infame nome de "kit gay" é uma das iniciativas necessárias para educar as novas gerações, criando uma cultura para a aceitação plena da homossexualidade.EDUCAÇÃO humanística, relações igualitárias dentro da comunidade escolar, são coisas assim de acabam com os skinheads.Além de punições, é claro.

  40. Júnior

    30/07/2011 17:39:14

    Cara Rafaela,Pensei que eram um "minoria", enfim, vai entender.E concordo contigo, devemos votar em quem defenderá nossos direitos e ideologias (cada um tem a sua).PORTANTO CRISTÃOS, PRESTEM ATENÇÃO: PENSEM BEM EM QUEM VÃO VOTAR.A Rafaela é um exemplo, já está procurando quem defenda o que ela acredita, direito dela.Quanto a eu acreditar que vocês só querem direitos iguais, me reservo o direito de discordar frontalente. NÃO ACREDITO. BASTA LER O PLC 122.Quem quiser, veja o video no link abaixo:http://beinbetter.wordpress.com/2011/05/20/marta-suplicy-eu-tenho-que-proteger-essa-liberdade-de-eles-falarem-dentro-de-um-templo/Atenciosamente.

  41. Otávio .

    30/07/2011 17:36:16

    ihhhhh...kkkk, se é pra responder isso aí, teria sido melhor ficar quieto, Lopes.Mas tudo bem, acho que já colocamos nossas perspectivas.Um abraço!

  42. verme

    30/07/2011 17:21:08

    As câmaras de gás usarão spray de cabelo!E tiros com canhões de purpurina!Isso não é a morte, mona!, é a glória,É glamour!

  43. verme

    30/07/2011 17:17:08

    hauhauahauha!Pena que só vi agora!Devia ter comentado antes, Edna.Ótima piada.

  44. verme

    30/07/2011 17:08:11

    Jeg,Seu último comentário mereciaDã!,Mas, vindo de você:http://www.youtube.com/watch?v=3M6qiC1Ddc8

  45. verme

    30/07/2011 16:59:24

    Jeg,O fato de você desdizer suas barbaridades alegando que sou eu que vejo o que não existe, é uma coisa boa.Sinal de que um mínimo de vergonha ainda existe nessa sua cara.Talvez seja o início de um pensamento, que você não vai ter coragem de expor aqui por vaidade ou teimosia própria de jeg.Vamos ver se muda nos próximos posts.

  46. verme

    30/07/2011 16:54:16

    Três caras?Três minas?União civil?Maior barato!Já pensou uma criança com três pais ou três mães?Interessante.

  47. Rafaela

    30/07/2011 16:07:58

    ok ok okeu posso ser lesbicaposso depressivaposso uma anomaliaposso ser uma desgraca totalmas eu NAO sou uma cidadã de uma classe inferiorsou uma cidada brasileira com os mesmos deveres e direitos dos demaiseu exijo os mesmos direitos que todo o resto.

  48. Rafaela

    30/07/2011 16:04:31

    Estamos lutando para conseguir os mesmos DIREITOS, pq é uma garantia da constituicao. Pq e uma garantia dos tratados de direitos humanos de que o brasil é signatario.Apenas isso...O reconhecimento dos nossos direitos não fará a populacao do pais desaparecer. Da mesma forma que nao fez com os demais paises que permitem a uniao entre pessoas do mesmo sexo.Os homossexuais existem desde sempre e a populacao do mundo esta aumentando cada vez mais. Nao vai ser uma lei que vai mudar isso. Ninguem vai ser ou deixar de ser gay por causa de uma lei.Agora, NOS que pedimos respeito: respeite-nos!!!O reconhecimento dos nosssos direitos nao vai causar mal a ninguem. Pq vc se importa tanto?

  49. Rafaela

    30/07/2011 15:58:11

    Vc vota em quem quisere eu vou fazer o mesmoalem do que ja comecei minha pesquisa para q saber quem nao apoia a causa GLBTe todos os homossexuais deveriam fazer o mesmonos representamos uma parcela relativamente grande da populacaovamos pressionar os politicos e ver se eles abrem mao de nossos votos.ps: NOS SO QUEREMOS DIREITOS IGUAISps2: nos estamos conseguindo...

  50. Rafaela

    30/07/2011 15:54:48

    O Adriano fala como se a legalização do casamento gay fosse TRANSFORMAR alguém em gay...Sinceramente, se o casamento entre pessoas do mesmo sexo for legalizado, quem já era gay vai continuar sendo, quem era hetero, vai continuar hetero.Então, nenhuma mulher hetero vai ter a vida mudada, nenhuma linhagem vai continuar existindo por uma disposicao legal.Vamos pensar mais antes de falar besteira

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso