Blog do Sakamoto

Belo Monte é a pedra no discurso de Dilma

Leonardo Sakamoto

Faço o que eu digo, não faça o que eu faço.

Antes de prosseguir na crítica ao discurso de Dilma Rousseff na abertura da Assembléia Geral das Nações Unidas nesta quarta, quero deixar claro que dou todo o apoio à criação de um Estado Palestino, da mesma forma que uma ONU mais democrática e representativa da realidade é o único jeito de salvar aquela instituição da insignificância. Mas soa irônico o governo brasileiro pagar de progressista lá fora e ser reacionário aqui dentro.

O Brasil tem tentado parecer o “bom moço'' da comunidade internacional, mas nem sempre aplica a mesma cartilha internamente. Por exemplo, a defesa dos direitos humanos. Não por falta de dedicação da ministra Maria do Rosário, titular da pasta, muito pelo contrário, mas pelas políticas ligadas ao desenvolvimento tocadas pelo restante da Esplanada dos Ministérios e guiadas pelo Planalto. Que, como efeito colateral, rasgam a dignidade de comunidades tradicionais.

O atual governo, que no Primeiro de Janeiro fez um discurso lembrando os que tombaram na luta pela redemocratização, parece que se esqueceu que os que ficaram pelo caminho não morreram apenas por direitos civis e políticos – mas também pelos sociais, econômicos, culturais e ambientais, ou seja, por uma outra forma de ver e fazer o Brasil. Não era apenas para poder se expressar e votar, mas para que aqueles que eram vítimas de arbitrariedades e tinham suas casas derrubadas em nome do progresso, desse que é “um país que vai pra frente”, pudessem ter uma alternativa além do “ame-o ou deixe-o”.

Desse ponto de vista, como justificar diferenças entre o discurso de uma época em que abríamos grandes estradas para o momento em que construímos gigantescas hidrelétricas, xingando os opositores de “arautos do atraso” ou acusando-os de fazer o jogo do inimigo externo?

Como um país que declara em seu discurso à Assembléia Geral das Nações Unidas que deseja um assento no Conselho de Segurança ignora uma solicitação de outro organismo internacional, a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), ligada à Organização dos Estados Americanos, para que interrompa a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte até que os indígenas sejam devidamente ouvidos.

Depois de ser cobrado pela Comissão para que respondesse às acusações de que estaria ignorando essas populações – que serão afetadas pela obra – no processo de consultas públicas, o governo proferiu críticas severas à autoridade da CIDH para esse tipo de questionamento. Além de cancelar a indicação de Paulo Vannuchi, ex-ministro da área de Direitos Humanos, a uma cadeira na mesma Comissão e chamar de volta seu embaixador na OEA.

(O melhor de tudo é que, com a pressão do governo brasileiro, apareceu até “especialista'' da OEA para dizer que houve retratação da CIDH sobre o posicionamento anterior – o que a própria instituição, que é independente e tem mandato próprio, não fez.)

Como já disse, todo o apoio à autodeterminação do povo palestino e seu direito legítimo a um Estado depois de anos de sofrimento e violações à sua dignidade. Mas e o direito de populações indígenas a manter a dignidade em seus territórios dentro do Brasil? Um equilíbrio no discurso, que constrói o simbólico, aqui ia bem.

São os direitos humanos seletivos! Garantimos o American Way of Life para as cidades (com energia produzida para os nossos ar condicionados, videogames e para a produção de nossas latinhas de alumínio) na base da expulsão do Zé Povinho no campo.

Já disse aqui e repito quantas vezes for necessário: muita coisa mudou desde que os verde-oliva deixaram o poder, naquela abertura “lenta, gradual e segura”, mas mantivemos modelos de desenvolvimento que dariam orgulho aos maiores planejadores daquele período: de que, para crescer rapidamente e atingir nosso ideal de nação, vale qualquer coisa, passando por cima de qualquer um. Dilma lembrou de sua história de militância contra a ditadura no discurso. Deveria ter mostrado que sua geração aprendeu as lições ao optar por um caminho diferente.

Não adianta elevar a questão dos direitos humanos nas relações internacionais e não executar o mesmo por aqui. Se quiser fazer valer os direitos humanos em regiões rurais, Dilma vai precisar mais que um discurso bonito. Terá que comprar brigas com áreas que lhe são importantes, como o setor elétrico, ou que eram para Lula, como o agronegócio e a construção civil. O crescimento tem que estar subordinado ao respeito dos direitos fundamentais e não flanar sobre eles.

  1. Tatiana

    28/12/2011 10:24:51

    Acho engraçado comentários como "...Belo Monte será construída e no futuro até usinas nucleares serão construídas..."Em que mundo vive esse povo? Será que não assistem televisão ou lêem jornais? Se continuarmos insistindo em burrices e maldades como Belo Monte (como bem disse um amigo acima), não haverá "usinas nucleares no futuro", pq NÃO HAVERÁ FUTURO. Quando o ser humano vai aprender que o desenvolvimento ao custo de milhões de vidas (principalmente fauna e flora) uma hora ou outra cobrará seu preço? O que mais falta acontecer pra que isso entre na cabeça dos "primatas"?Aliás, tb acho este termo extremamente preconceituoso, pois os primatas não destroem o meio em que vivem. Acho que os "primatas" deveriam entrar com uma ação contra os "humanos".Que tal chamar essas pessoas que insistem nas mesmas burrices, simplesmente de "humanos"? Acho que não há adjetivo mais adequado, haja vista que devem ter uma ervilha no lugar do cérebro.

  2. Alcilene

    28/10/2011 18:22:07

    Quero parebenizar-lo pelo excelente artigo,pois verdadeiramente comunngo de suas ideias.

  3. filipe

    30/09/2011 18:57:10

    É impressionante a quantidade de reacionários fdp que anda permeando o blog do sakamoto...assusta a imbecilidade dos comentários!!Opiniões do mais puro senso comum, extraído das paginas da revista veja, ou de qualquer outra do seguimento neonazista.Paro os tipicos "jumentos" (mera coincidência), que não passam de pseudo-intelectuais, registro, aqui, o meu mais profundo e sincero asco.

  4. junior

    27/09/2011 11:09:24

    A energia de Belo Monte se destina aos grandes projetos agropecuários e, principalmente, mineradores. A meta é tranformar a região amazônica em um imenso pólo de extração mineral e a criação de gado.Onde estão os projetos populares para captação de energia solar e eólica? Se a energia realmente se destinasse às cidades e o governo estivesse preocupado com a floresta, primeiramente ele esgotaria outras possibilidades, coisa que não fez e não irá fazer.

  5. junior

    27/09/2011 11:05:36

    SakamotoNão gosto de você porque você é heterofóbico e não é equilibrado (prega veladamente a supremacia homossexual), mas vou admitir que, desta vez, você está com a razão.Somente desta vez!

  6. Fernando Puga

    27/09/2011 10:53:19

    Sakamoto, sua simplificação não condiz com sua capacidade argumentativa, "Belo Monte servirá para os nossos habitantes da cidade utilizem ar condicionados, videogames e para a produção de nossas latinhas de alumínio enquanto expulsam os pobres do campo", acredita que isso é verdade? Você utiliza ar condicionado? Acha que os pobres ascendentes não tem este direito? 85% da população brasileira mora na Cidade. Energie é um bem estratégico para a economia do País, para geração de emprego e renda, para sustentar qualidade de vida para pessoas que querem obter um padrão de vida semelhante ao seu e ao meu. Gosto muito de seus artigos, mas este faltou substância e sobrou paixão.

  7. nuevo

    26/09/2011 19:30:45

    Beleza, Alexia, escreva mais vezes.Precisamos muito de pessoas com essa linha de raciocínio.Você nem precisava descarregar tanta informação.Um pouquinho de cada vez, pra esses lerdos aprenderem.Gostei demais quando você falou da riqueza indígena.Acho que é um viés interessante, que só gente mais bem informada no assunto alcança.Se você é versada em antropologia ou apenas leu livros dessa área, divida com a gente.O pessoal aqui repete as crendices da infância, ninguém sabe nada de índio.Mesmo nós, os simpatizantes dsa causas indígenas, somos muito mal versados nesse assunto aqui no blog.É difícil aturar tanta caretice e não ter um argumento à mão pra jogar na cara e ensinar o que se deve.Também as questões da energia alternativa são maltratadas aqui. Mesmo o Saka é fraco no assunto, apesar do ótimo material da Repórter Brasil.Endereço, se você já não conhece:http://www.reporterbrasil.org.br/agrocombustiveis/relatorio.phpTé mais.

  8. Trichonomas vaginalis

    26/09/2011 17:00:21

    Alexia: Pare de chutar o vento.Pseudo ciência já estamos cheios. Quando virá o dia em que um ecologista consiga convencer alguem sem apelar para o chotômetro?

  9. nuevo

    26/09/2011 00:34:51

    Pô, mas a peruca tá classe A, diz aí!Tipo Zaca.

  10. Urbano

    24/09/2011 15:59:14

    Bem feito, Barnabé!

  11. Urbano

    24/09/2011 15:56:14

    Qual é a obrigação mínima que índio cumpre para com o Brasil?

  12. nuevo

    23/09/2011 20:54:00

    Não esquenta, thiago, o médico falou pra não contrariar muito.Delírios causados por excesso de toxinas aspiradas a cada fumigação.

  13. nuevo

    23/09/2011 20:50:41

    Então...Se produzem tanto numa área tão pequena, por que tomar aos índios os míseros 13% de território de que precisam.Índio não precisa integrar nosso setor produtivo.Não precisamos que se civilizem e façam fábricas ou plantitions.Manter a biodiversidade é sua grande tarefa.Inspirar nossa mentalidade emburrecida é outra.A produção agrícola correta, que respeita o solo brasileiro (que é diferente do europeu e norte-americano), ou seja, ORGÂNICA, precisa desse entorno de grande biodiversidade, precisa da floresta.Os índios estão salvaguardando nossa futura saúde.Se um dia formos saudáveis.O fim deles, a Solução Final, o extermínio completo que muitos sugerem aqui, será nossa completa rendição à toxicidade da comida e degradação ambiental.

  14. nuevo

    23/09/2011 20:39:15

    Viva a veja?hauahauahauaha!fuó fuóóóó...Dá-lhe, barrigada!

  15. Rafael

    23/09/2011 13:51:26

    O seu Sakamoto, concordo que é bom fazer uma piada em cada post, a deste foi muito engraçada: "(...) parece que se esqueceu que os que ficaram pelo caminho não morreram apenas por direitos civis e políticos (...)".O senhor se refere a quem?Falar que os "ex-guerrilheiros" morreram pelos ideais que acreditavam, vai lá, por "direitos sociais, econômicos, culturais, ambientais (???)", eu fico quieto, mas dizer que morreram por "direitos civis e políticos" é piada, né?

  16. MOTO_SERRA_DE_PRATA

    23/09/2011 13:03:40

    Lembrando aos Senhores..O AGRO("Pequenofúndio, médiofúndio e grandefúndio"), produz 162 milhões de toneladas de alimentos com 9% do território...Com 13% os índios produzem o que mesmo..??E eu não tenho inveja dos índios... Sou mais o AGRO mesmo..Abraços..

  17. nuevo

    23/09/2011 09:49:21

    Olhem só pra onde vai a merda: pro esgoto mesmo!, não tem saída.http://www.band.com.br/noticias/cidades/noticia/?id=100000457811***Antes dos orgânicos, inicio meu negócio de merda em lata, acho que vou faturar muitíssimo.A merda em lata é rica em sedimentos transgênicos mal-digeridos (restos de feijão da Empraba).É uma espécie de cheddar.E, como tal, serve como pasta para a composição de canapés, sanduíches e recheio de salgadinhos. Na versão mais líquida é ótimo molho para saladas produzidas a base de ofensivos agrícolas.http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,tomate-alface-e-morango-tem-mais-agrotoxicos-alerta-anvisa,161677,0.htmEncomendas:www.comamerdaseumerda@ig.com.br****Alguém me perguntará: Nuevo, você já comeu da merda que produz?hahahahahaha!Assim como o produtor de vegetais repleto de agrotóxicos não come o que produz (apenas vende), eu também não sou besta. Busco produtos de qualidade lá na feirinha da Água Branca e afins.http://www.parqueaguabranca.sp.gov.br/atracoes3.aspMerda fica pra vocês, meus seguidores.

  18. nuevo

    23/09/2011 09:27:31

    Pô, minha resposta tão bacaninha tá congelando.

  19. nuevo

    23/09/2011 09:25:29

    haunhauahauaha!Edu tá meio baqueado!Vamos relembrar?http://www.vagalume.com.br/michael-jackson/beat-it-traducao.html

  20. nuevo

    23/09/2011 09:21:34

    Bela resposta.Esse é um esclarecimento que fazia muito precisava ser dado aqui no blog.Se você depois puder postar textos, os artigos constitucionais etc., seria excelente.Abraço.

  21. nuevo

    23/09/2011 09:17:45

    E por que você me oferece passeio a Cuba?O Brasil é bem melhor.Me pague um passeio pelo Norte do país.Deixo aí meu endereço eletrônico pra você contribuir com seu dinheirinho suado:www.voceehumpanaca@ig.com.brXD

  22. nuevo

    23/09/2011 09:12:11

    Ok, vivam os EUA.Só que vai ter que ser diferente do que tem sido.Porque não dá nem pra eles nem pro resto do planeta.A morte mata.

  23. nuevo

    23/09/2011 09:09:28

    Ivan: o terrível.Terrivelmente bobo, é claro.

  24. nuevo

    23/09/2011 09:04:53

    Interessante comentário do asno.Mas tem que ir mais longe.A concentração dos meios de comunicação gera o poder de controle das preferências das massas. É ferramenta central na produção da alienação, da mentira.Tem que descentralizar.Mas jogar os meios na mão de meia dúzia de famílias mafiosas (Marinho, Macedo, Saad, Cisneros, Murdoch) não é democracia, por favor!Passa longe.Imaginemos o seguinte: se os trabalhadores de Belo Monte pudessem produzir seus próprio documentário, apresentando as condições de trabalho que tiveram (e provavelmente ainda têm) de suportar.O canal poderia pertencer aos sindicatos locais, ou melhor, aos comitês de trabalhadores.Aí saberíamos muito mais sobre o acontecido. Talvez toda aquela loucura tivesse sido prevenida. É possível que as empresas SEQUER tivessem a cara-de-pau de submeter trabalhadores a condições degradantes se estes tivessem a possibilidade de expor seu cotidiano.Então tem que dividir a transmissão.Com movimentos sociais, sindicatos, universidades públicas.Pode-se deixar 1/4 da tv para os particulares, tudo bem. Quem quiser assistir, que assista.Vão dizer: ah, vocês querem gastar dinheiro público!Não necessariamente.Os gastos com produções televisivas pode ser bem baixo hoje, graças às tecnologias.Canais que não precisam de anunciantes podem fazer programas baratos, gravados mesmo com simples filmadoras digitais (dessas que todos temos em casa) e vender sua transmissão.Se o tema for interessante a seu público, pode ter certeza que vão assinar.Um canal de tv com os temas deste blog, por exemplo, atrairia MILHÕES de telespectadores que vivem do próprio trabalho (os assalariados), não tenho a menor dúvida.Só isso.Mas ninguém viu: ainda.

  25. O Asno

    23/09/2011 04:02:12

    Cara Lúcia:concordo totalmente com você...num sei porquê, mas concordo total e absolutamente com você...aliás,aqui em casa não assistimos a TV GLOBAL...proibi a TV GLOBAL totalmente aqui em casaporque me disseram que ela não é "ecologicamente correta",e que ela não é "politicamente correta",ai para não correr o risco,proibi aqui em casa de ligarem a TV na GLOBAL...pode isso?Pois é... precaução e caldo de galinha nunca fizeram mal, né não?Pois bem.Mas para não ficar sem televisão, resolvi entãofazer várias assinaturas anuais de TVs...paguei todas as assinaturas antecipadamente...agora só assistoa TV ESTATAL DA VENEZUELA (DO CARECA DO CHAVES),a TV CUBANA (DO MORIBUNDO DO CASTRO),a TV ALJAZIRA (DO DE CUJOS BIN LADEN),a TV BOLIVIANA (DO ÍNDIO COCALEIRO),a TV EDUCATIVA DO NEQUI,a TV UNASUL (DOS BOLIVARIANOS),a TV CONESUL (DOS CÔNICOS),e a TV HONDURAS (DOS ZELAIAS)...Pois bem de novo.Mas mesmo com essa montanha de TVs aqui em casa,até agora nenhuma delas mostrou os revoltosos moradoresde Belo Monte fazendo seus protestos contra Belo Monte,desligando medidores de energia elétrica,jogando seus eletrodomésticos no lixo e tudo mais.Desse jeito vou cancelar as assinaturas das TVs acima aludidas,e vou ver se vejo alguma coisa sobre este tema nas outras TVs...mas se eu vir os protestos dos "povos de Belo Monte",das "minorias minoritárias do simbolismo simbólico",todos elesnão querendo a energia elétrica de Belo Monte,desligando tudo que é tomada e medidor de energia elétrica,então na "merma hora" entro aqui e digo logo a você, viu?Eita, tou com fome, vou ali comer capim,depois volto para dizer mais asneiras energéticas e dos sistemas complexos que Jacob Pallis estuda,porque asneiras sempre haverá de haver!Pode isso?sei não... sei não... sei não...só isso, viu?

  26. thiago

    23/09/2011 03:12:24

    Ahahaa o PSDB e o PT são, no mínimo, farinha do mesmo saco e a oposição só não invade as ruas porque não tem militante (uns 2 mil deve ter). Viva a imprensa livre sim, inclusive a liberdade da sua linda Veja, um panfletinho que nem 1% dos jornalista acredita na seriedade. Concordo com o fora PT desde que ele saia de mãos dadas com a sua oposição racional.

  27. thiago

    23/09/2011 02:55:48

    Proponho que escreva uma tese de economia e sociologia sobre as origens da miséria ou as origens da miséria no Brasil. Se não conseguir emplacar a ideia em Harvard, tenta na Uninove que aposto que consegue.

  28. thiago

    23/09/2011 02:51:40

    140 milhões de toneladas produzidas por enxadas em um sol de 39 graus? Ou você é cínico ou é ingênuo. Faz-me rir. Se você não conhece a origem da produção agrícola da sua sociedade, o que dirá das sociedades indígenas...

  29. thiago

    23/09/2011 02:46:55

    Nem todo palestino é terrorista cidadão, será que isso não entra na sua cabeça? Nem o índio é coitado, é apenas índio e ponto: nem bom nem mau... Nem tem a obrigação de contribuir para qualquer coisa, apenas viver a vida dele e interagir com a nossa sociedade da forma como acharem melhor e cumprindo certas obrigações mínimas para mútua convivência. E ponto.

  30. thiago

    23/09/2011 02:37:26

    Os índios ocupam essas terras a gerações, o problema é que há quinhentos anos seus ancestrais foram burros e não as registraram em cartório. Aí estaria tudo resolvido não é? Quanto a trazer-lhes pras cidades eu acho interessante, mas no remanejamento deveria ter uma cláusula pra você ser realocado pro interior do Acre ou sei lá onde, não acha uma troca justa?

  31. thiago

    23/09/2011 02:31:04

    Os direitos indígenas estão na constituição e não necessariamente nos manuais esquerdistas. Os territórios indígenas são por direito e tradição pertencentes a eles, caso contrário, você deveria então falar contra o direito de herança também na nossa sociedade. Eles não são evidentemente nações como a nossa, e tem deveres sim, diferentes dos nossos em virtude da diferença cultural, prerrogativa que lhes é dada devido ao fato de já ocuparem o território brasileiro muito antes de nossos ancestrais. Simples assim.

  32. thiago

    23/09/2011 02:19:58

    Quem tem que dizer como os índios devem ser é você?? os índios usam carro, computador, microondas se eles quiserem e serão eles próprios que decidirão o rumo que a sociedade deles deve tomar. Eles tem sim deveres, não podem fazer o que bem entender com as suas terras. Não é a falta de roupa ou um chocalho que faz a índio. Leia isto se conseguir.http://pib.socioambiental.org/files/file/PIB_institucional/No_Brasil_todo_mundo_%C3%A9_%C3%ADndio.pdf

  33. José Mário HRP!

    22/09/2011 20:37:11

    E voce super super babaca burro vai me dar lição?Sai fora bobão!Se todos pensarem como voce o mundo será das amebas como voce!"Cai fora !

  34. nuevo

    22/09/2011 20:32:25

    RAPAZ!ISSO É MUITO SÉRIO!ESCREVA MAIS VEZES!FAÇA MAIS DENÚNCIAS COMO ESSA!VOU COPIAR SEU TEXTO E COLÁ-LO NOS POSTS SEGUINTES.É AQUILO QUE A GENTE JÁ IMAGINAVA MESMO, A NOVA LEGISLAÇÃO VEIO PRA FODER COM O TERRITÓRIO, COM OS RIOS, COM AS MATAS.VEIO PRA LIBERAR GERAL.QUEM CAGOU NA SUA ÁREA AGRÍCOLA, CAGADO FICARÁ.E MAIS:POR QUE NÃO CAGAR MAIS UM POUCO?(DESMATAR TOPO DE MORRO, DESRESPEITO À MATA CILIAR).AGORA TUDO SE ENCAIXA, O PLANO SE COMPLETA.ACABAM COM A FISCALIZAÇÃO.TREVAS FUMARENTAS SOFOCAM NOSSA LIBERDADE DE CONSUMO.Obrigado, wagner muniz.Dá-lhe, Dilmão, sua desgraçada!Que uma roda imensa de trator passe por cima de seu estômago doentio!Que tua filha e teus netos sejam esmagados por imensas máquinas agrícolas!Dá-lhe, desgraçada, que há de transformar este país verde numa cinzenta China, uma paródia de sociedade norte-americana.Dilmão, você aprendeu com os milicos a fazer o que eles não fariam tão bem:Modernizar o país de acordo com o padrão tóxico do século XX.Fodamo-nos.Gozemos aquela gozadinha sufocada, de quem faz às pressas, aquela rapidinha bem nojentinha atrás de uma bancada qualquer.E tomemos fôlego, cheio de fumaça.Ah, Dilmão!

  35. nuevo

    22/09/2011 20:17:58

    Já esperava essa resposta.Trololó.Mostre os valores de "toda essa estrutura".Depois, compare-os com as outras áreas de desperdício de dinheiro público.Rapaz, índio é um negocião!Se não forem encher o saco, se não lhes comprarem a madeira, o palmito, as aves etc., se não lhes roubarem rios, áreas de caça etc., os caras fazem o grande favor de manter a biodiversidade do país, defendendo a qualidade da nossa vida nos arredores da mata (o problema é que a gente tá cagando pra mata, um motivo a mais pra valorizar o índio, que já trabalha pra nós sem fazer trabalho algum).13% ?Com os 87, digo: com os 87% de território restantes o país não é produtivo e justo?Porra, que fiasco!Se nem com 87% do território brasileiro à disposição os não-índios não conseguem fazer do país uma civilização, então é melhor que não ponham a mão num único centímetro quadrado a mais!É muita incompetência!500 anos de incompetência!Melhor aumentar a área indígena.Quanto a regalias, faça o seguinte: visite aldeias indígenas, conheça-os, aqui em São Paulo e nas cidades do litoral não é difícil. Aí diz pra mim se os caras tão de carrão pra cima e pra baixo.Bicho, o Paikan é tão exceção quanto o Eike Batista.Índio não tem regalia.Somos nós que estamos enjaulados na "civilização" tóxica, injusta, suicida.A nossa raiva é, na verdade, uma puta inveja.Você ou eu sequer podemos nos dar o luxo de ter filhos!Olha que vidinhas miseráveis as nossas!Por que impor isso aos felizardos índios?Aprendamos com eles.Mudemos o país.****Em relação a coisas úteis ou inúteis, cito a famosa primeira frase de Oscar Wilde para o seu "Retrato de Dorian Gray":"Toda arte é completamente inútil."Quisera ser como um índio ideal, inútil para o mundo da mercadoria mas pleno como os antigos tupinambás.Inventar a vida como se inventa uma obra de arte.Acabar com a escravidão, só isso.

  36. Ivan

    22/09/2011 20:12:21

    Realmente,Quem faz greve tem mesmo é que levar porrada. Especialmente se for professor.Onde já se viu, querer ganhar mais, querer ter um emprego só? Tem mais é que se por no seu lugar: debaixo da botina da PM.E ainda tem gente querendo ser professor de escola pública nesse mundo...Se reacionário pensasse, não seria reacionário.

  37. nuevo

    22/09/2011 19:59:49

    Viagem aérea?Frete?Esse senhor não é um plantador de mandioca, Vaginaldo.E por que você estaria mais preocupado com os nortistas do que qualquer um de nós ecochatos?Tua palavra vale tanto quanto a minha.*****Dinheiro sem trabalho?Ueba!Tipo patrão.Tipo financista.Tipo político.Tipo funcionário público das cabeças.Tipo bandido.Mó correria, tá ligado?

  38. nuevo

    22/09/2011 19:53:47

    Nofa Fenhora, que brabeva!Deixa o menino falá!

  39. nuevo

    22/09/2011 19:52:00

    A Palestina é o Hamas?O povo palestino não vai se descolar do Hamas nunca?A paz é o caminho pro enfraquecimento dos fanáticos.Mas nada é tão simples.Vamos ver como esse processo todo se desdobra.

  40. nuevo

    22/09/2011 19:49:45

    Nelvoso?Fica axim, não.Toma um chajinho de erva xidrera que paxa já.Mas o american way só tá dando em death, e já faz um tempinho...

  41. nuevo

    22/09/2011 19:47:42

    hauhauahauahauaha!

  42. nuevo

    22/09/2011 19:46:19

    Outra muito bem lembrada.Valeu, Crisósomo.

  43. nuevo

    22/09/2011 19:45:41

    Muito bem lembrado, Barba.Nosso latinismo coronelista sempre falou mais alto.Belo comentário.

  44. Daniela

    22/09/2011 18:00:33

    Sakamoto, você é muuuuuuuuito bom!!!

  45. Mãe do Guilherme

    22/09/2011 17:41:32

    Que foto tosca a do Guilherme - rs.

  46. Guilherme

    22/09/2011 17:30:55

    Que texto tosco!

  47. Ascaris Lumbricoides

    22/09/2011 16:51:42

    Tanto voce como todos os do IBAMA tem serventia zero, e noticia boa seria quando extinguissem simplesmente esse órgão podre.

  48. Gerci Monteiro de Freitas

    22/09/2011 16:49:49

    Caro Sakamoto,Desista, ela não vai comprar briga com setores "importantes", ela não comprará briga com seu mestre...

  49. Ascaris Lumbricoides

    22/09/2011 16:49:46

    O indio é carissimo.Tem toda uma estrutura governamental montada para "proteger" o índio. Cheio de regalias e dono de 13% do território nacional.Tem beneficio sem nunca ter contribuido para nada.Anda de carro importado e não precisa trabalhar para se sustentar, o governo o faz por ele.Seu grande serviço é fazer filhos. Perder tempo com pessoas inúteis é dose!

  50. wagner

    22/09/2011 15:48:57

    Vai pra Cuba, seu hipócrita. Viva os Estados Unidos.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso