Blog do Sakamoto

OEA convoca Brasil para se explicar sobre Belo Monte

Leonardo Sakamoto

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA) convocou o governo brasileiro para que se explique sobre a ausência de medidas de proteção aos direitos das populações indígenas e de outros grupos ameaçados pelo projeto de Belo Monte, como foi solicitado pela instituição. A informação é do Movimento Xingu Vivo.

A CIDH havia requisitado oficialmente, no início de abril, que o governo brasileiro suspendesse imediatamente o processo de licenciamento e construção do Complexo Hidrelétrico de Belo Monte, no Pará, citando o potencial prejuízo da construção da obra aos direitos das comunidades tradicionais da bacia do rio Xingu.

De acordo com a CIDH, o governo deveria cumprir a obrigação de realizar processos de consulta “prévia, livre, informada, de boa-fé e culturalmente adequada”, com cada uma das comunidades indígenas afetadas antes da construção da usina. O documento da OEA afirmava que o Brasil deve garantir que as comunidades indígenas beneficiárias tenham acesso a um estudo de impacto social e ambiental do projeto em um formato acessível tanto à sua extensão como no que diz respeito à tradução aos respectivos idiomas indígenas.

Após ser cobrado para que respondesse a essas acusações, o governo brasileiro proferiu críticas severas com relação à autoridade da entidade para esse tipo de questionamento. Também cancelou a indicação de Paulo Vannuchi, ex-ministro da área de Direitos Humanos, para uma cadeira na Comissão e chamou de volta seu embaixador na organização.

O governo brasileiro apresentou sua defesa à CIDH, que voltou a pedir proteção às populações indígenas. Essas medidas não foram cumpridas pelo Brasil que, agora, está sendo convocado para dar explicações.

No próximo dia 26 de outubro, representantes do governo brasileiro devem comparecer a uma audiência, presidida por um comissionado da CIDH, em Washington. Na reunião (que contará com a presença de lideranças das comunidades afetadas em Altamira e advogados das entidades de direitos humanos que as representam), serão reapresentadas as denúncias da não-realização da consulta aos povos indígenas antes que fosse dada a licença para a instalação do canteiro de obras da usina. Além de relatos sobre o aumento dos problemas que atingem as populações do rio Xingu em função da construção.

Em julgamento nesta segunda (17), a desembargadora Selene Almeida, do Tribunal Regional Federal da 1a Região posicionou-se pela ilegalidade da autorização da usina sem as devidas consultas prévias com as populações indígenas conforme prevê o artigo 231 da Constituição, a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho e a diretriz da Convenção Interamericana de Direitos Humanos. O julgamento dessa ação civil pública contra Belo Monte, que poderia levar à paralisação das atividades, foi interrompido devido a um pedido de vistas.

A Prefeitura de Altamira chegou a produzir um documento endereçado à Presidência da República solicitando a suspensão da licença de instalação do canteiro de obras de Belo Monte por conta do não cumprimento das medidas mitigatórias emergenciais que ficaram acordadas para a concessão da licença pelo Ibama. O município é base para o empreendimento.

De acordo com documento assinado pela Prefeitura, os compromisso assumidos pela Norte Energia S.A., responsável pela construção de Belo Monte, expiraram em 30 de julho, sem que as obras prometidas em escolas e postos de saúde, por exemplo, tenham sido concluídas. E, na maioria dos casos, nem começadas.

“Tal desobediência nos força a pedir a suspensão imediata da referida licença, com vistas a resguardar o interesse da população altamirense, que está bastante prejudicada com o atraso dessas obras”, diz o texto. “Certo é que as mesmas [obras de educacão e saúde] já deveriam ter sido concluídas antes do início das obras do canteiro [da usina de Belo Monte], que estão avançadas em relação ao cumprimento das condicionantes.”

No dia 09 de agosto, Dilma Rousseff declarou que o reservatório de Belo Monte não iria atingir nenhuma das dez terras indígenas da área. Contudo, a principal preocupação das populações tradicionais a serem impactadas é exatamente o contrário: a Volta Grande do Xingu, cerca de 100 quilômetros de rio, vai praticamente secar por conta do canal que desviará a água para a geração de enegia. Isso afetará não apenas a fauna e flora, mas também a navegabilidade para as populações tradicionais, seu acesso ao alimento através da pesca, além de formar milhões de poças d’ água que serão maternidade de mosquitos causadores de malária.

  1. nuevo

    27/10/2011 11:48:02

    Entendi, Cora.Simplificação acontece.E corta o charme, vai!Teu texto tá ótimo.Achar pelo em ovo é nossa obrigação, nem o pelo é pelo, nem o ovo guenta ser pisado.Então a gente bate cabeça de vez em quando.Sempre sobra algo de difuso na compreensão de um texto.A compreensão uniforme é que é de lascar, mera palavra de ordem.Daí a necessidade das discussões, das reuniões, dos confrontos com outros textos etc.O sentido, o conceito, a compreensão, a lógica, a ciência, o rigor, tudo isso que parece tão sólido pros fanáticos, são conceitos em disputa, assim como está em disputa sua aplicação.Também estamos limitados aqui.Sempre vamos bater cabeça num ou noutro ponto.Que bom.Finalizo:Continuo discordando de você.Mas voltaremos a esse mesmo ponto noutras oportunidades.Até lá.

  2. Cora

    26/10/2011 20:28:24

    Aproveitando q estou consertando mensagens mal feitas, deixo aqui registradas as minhas desculpas ao meu amigo. Nunca xingo ninguém por aqui e, qdo o faço, é logo com uma pessoa querida, q tomou minhas dores e respondeu à 3ª patada q eu levei de um comentarista em outro post, enquanto tentava (ingenuamente, diga-se) manter um diálogo civilizado. Fiquei chateada por ele ter feito isso sem me avisar e, ainda, com meu endereço. Fui estúpida. Já me desculpei com ele, mas como o xingamento foi público, q seja pública tb a retratação.

  3. Cora

    26/10/2011 20:03:52

    nuevo, a sua resposta me mostra q eu preciso melhorar a minha forma de escrever. Acho q não estou conseguindo me fazer entender. Foi até estranho ler tudo aquilo q defendo e acredito como se eu tivesse negado tudo.Considero o ser humano mais uma espécie no planeta. Espécie q, por ter a capacidade de modificar intensamente o ambiente, deve ser muito responsável ao fazê-lo. Já disse outras vezes, q não somos os únicos com direito à vida.Eu sei muito bem q qq alteração no ambiente pode inviabilizar a sobrevivência de todos os seres vivos q vivem ali. Por isso, fico muito incomodada qdo aparecem menções a bichinho e plantinha aqui nos comentários. Acho desprezível q seres humanos se refiram dessa forma a outros seres vivos. Como se não fizéssemos parte do ambiente.Considero a vida uma história contínua, q começou num oceano primitivo e, a partir, daí mantém um organismo ligado ao outro por descendência e modificação. A partir desse início, vida gera vida, ininterruptamente. Estamos todos interligados e compartilhamos um ancestral comum. Acho triste q a maior parte das pessoas não perceba isso.A minha birra não foi com os bichos. As campanhas ambientais elegem sempre um organismo símbolo. Claro q a conservação ou preservação deste, implica na manutenção de seu ambiente e, portanto, de todas as espécies q vivem ali.Achei q reduzir os movimentos ambientalistas à preservação de uma espécie não era necessário naquele momento. Por q isso acontece sempre. Há muito preconceito e desqualificação de campanhas nesse sentido. A minha birra foi com uma simplificação q pode reforçar preconceitos. Q pode reforçar sentimentos de _Ai, q bobagem! desenvolvimento econômico é muito mais importante q preservar baleia.Talvez eu tenha visto pelo em ovo, sei lá. Talvez seja o meu preconceito com a revista q não me permita perceber suas boas intenções.O final do texto diz q grandes cientistas desafiam o consenso. E começa a dicotomia com o consenso x cético. Aí, na última frase, coloca ambiente x capitalismo. E pergunta: Na dúvida, o que devemos priorizar: a salvação das baleias ou o fomento do crescimento econômico?Foi meu preconceito q me induziu ao erro?Não sei como dei a entender à vc, q estava separando animal de ambiente. Logo eu! E logo com vc. Qdo outros aqui não entendem o q escrevo, nem ligo muito, mas vc, foi um choque. E logo num assunto q me é muito caro.A lição q ficou foi: preciso melhorar muito a forma como escrevo por aqui.

  4. nuevo

    25/10/2011 23:07:57

    Depois de uma argumentação inteira, danto tratos à bola entre aquecimento e resfriamento, o desfecho não põe a perder, não tem força para isso.Ele vem como complemento, orientação, esclarecimento para o leitor mais confuso, aquele que no último parágrafo já não se lembra direito do que estava lendo, uma espécie de aviso (a revista é voltada para adolescentes):"Ó, nós da revista, mesmo estando na Abril dos Civita, temos mais empatia pelos que prezam a vida em detrimento do capital do que pelos que pensam o contrário disso. Não temos mais espaço para discutir outras questões complementares a este, como a da pesca predatória de baleias, mas, esquematicamente, ficamos com as baleias, não com a indústria pesqueira."Isso não é empobrecer a discussão, é confessar o limite da revista: ela não consegue falar de tudo o que gostaria.Mais: sendo a questão apresentada uma questão política, a revista revela seu viés.Citar baleias não é passar a régua, nem desonesto.Animais interagem com um certo ambiente.Seu habitat.Defendê-los sempre implica na questão ambiental.Nós somos uma espécie selecionada na interação com eles em certos espaços, são nossos parceiros de interação, estamos e SOMOS com eles ambiente; compomos todos, nós e eles, a biodiversidade do planeta.E somos a única espécie capaz de cultivá-los e de cultivarmos a nós mesmos. (E de destruir a perder de vista.)Eles não sabem cuidar de si, apenas sobrevivem, pois são incapazes de proteger seus ecossistemas, garantindo sua perpetuação. Uma mudança no ambiente e, pimba!, lá se vão algumas espécies, e já se adaptam outras que estavam meio escondidas, que eram fracas e pouco numerosas.Só nós podemos selecionar os ambientes que selecionam espécies, inclusive a nós mesmos.Não dá pra defender espécies sem lhes defender o ambiente propício para a sobrevivência.Por isso não entendi tua birra com os bichos.Talvez não seja com os bichos, mas com o pathos provocado pela imagem da baleia na consciência dos leitores.Por outro lado, abrir mão da paixão ao falar de vida é deixar-se cair no mero pragmatismo totalitário.Neutralizar imagens que evocam dor e empatia é tão perigoso quanto deixar-se guiar por elas sem se perguntar pela intencionalidade de quem as apresenta.Te expus minha compreensão: não se separa o animal do habitat, logo a questão é sempre complexa.A revista é pouco pro assunto.Mas as razões da minha e da sua decepção são diferentes.

  5. Cora

    25/10/2011 12:15:42

    A questão é toda política. E por isso, o debate tão difícil.Mas acho desonesto sim, reduzir a defesa do ambiente à defesa de espécies. Da mesma forma em q há 'campanha' desqualificando ongs (de forma geral), há 'campanha' q desqualifica a defesa do ambiente como defesa de bichinho e plantinha. Depois de um texto bem escrito, o resumo dicotômico e esta frase, em especial, eram desnecessários. Se a revista queria assumir uma posição, poderia tê-lo feito lançando mão de outros meios.

  6. nuevo

    25/10/2011 11:28:01

    Volta ao texto do burrico, totoca.É bonito ver teu empenho, mas, lamento!, o burrico é o burrico.

  7. nuevo

    25/10/2011 11:26:07

    Desonesto é relativizar tudo, dando espaço pra desgraças maiores.Ainda que se esmiúce toda essa questão ao mais ínfimo detalhe, ela será inegavelmente POLÍTICA, ampla, pois interfere na vida de milhões de pessoas.Então tem que julgar.Acertou a revista ao apresentar seu viés.(Eugênio Bucci foi editor da Superinteressante durante uma época. Alguém com um mínimo de inteligência deve ter ficado na revista desde a saída dele, apesar de todas as tolices.)

  8. Cora

    25/10/2011 10:28:41

    nuevo, o texto é bom.Só achei o resumo dicotômico do final desnecessário. Quem lê só o trecho final do artigo, fica com uma ideia equivocada do texto (ou não, se era pra assumir um dos lados).E reduzir ambiente ao salvamento de baleias e contrapor isso ao crescimento econômico foi desonesto.Mas, não se pode querer tudo, né?

  9. nuevo

    25/10/2011 09:45:47

    O link certo:http://super.abril.com.br/ciencia/voce-deve-desconfiar-tudo-ou-quase-tudo-ouve-le-aquecimento-global-446939.shtmlVale a pena a leitura.

  10. nuevo

    25/10/2011 09:35:22

    Taí um vídeo bacana que mostra a porcaria que são os OGM, esses mesmos que o totoca que diz que ninguém pode provar que não prestam.Putz.O Youtube é uma ferramenta fantástica.Quem não gosta de Youtube é o Fidel e o Kim Jong-il, eles não gostam que as massas descubram de modo rápido as baixarias que acontecem em regimes TOTALITÁRIOS.Porque tenho muita empatia pelo Youtube, envio aí um vídeo sobre os indianos e algodão transgênico.Embora seja insuficiente para análises mais profundas, o Youtube é ótimo pra desmascarar CONSENSOS e IDEOLOGIAS com pés de barro.http://pt.euronews.net/2010/05/18/o-suicidio-da-industria-do-algodao/***(O próprio Youtube e afins pertencem a um consenso, mas não vou criticá-lo agora.)

  11. nuevo

    25/10/2011 09:24:07

    Legal esse texto.O Luiz já tinha levantado essa lebre uma vez, quando falava de uma certa alface transgênica, com que cientistas produziriam um teste mais efetivo para o diagnóstico de dengue.A estratégia da Monsanto e afins agora vai se mostrando com mais clareza.Comer pelas bordas.Como há muita resistência a transgênicos em países periféricos com forte "vocação" agrícola (eterna "vocação" brasileira, exportar alimentos morrendo de fome), é necessário engabelar as populações oferecendo-lhes os benefícios do mundo da transgenia.Remédios, sabões etc.Chuchu beleza.Desde que os OGM ficassem em laboratório, chuchu beleza.Mas a parada mesma é outra. As empresas precisam de grandes retornos, então têm queJogar essas pragas pra se relacionar com a biodiversidade dos ecossistemas.O que quer dizer degradar ambientes para plantá-los ou deixá-los polinizar com plantas nativas (o caso do milho é notório), detonando-as.Vale lembrar também que o mundo trans precisa da concentração de terras, do latifúndio.É uma questão científica e social.Na verdade, é uma ferramenta científica pra benefício de uma certa estrutura de propriedade social.Impondo lixo como comida a todo o planeta.Como disse num outro comentário nosso alienado totoca: "oooh, sou dependente de sementes que não sei produzir, e daí?, troco minha autonomia e saúde por um saco de dinheiro!"Putz, figuraça!Nenhuma dignidade.Mas feliz, já que com seu saco de moedas pode comprar porcarias produzidas pelo mesmo esquema que ele produz as suas: automóvel, televisor, escola particular pro serrinha, viagem pra lugares que simulam natureza nativa, viagem pras estranjas, onde visitará shoppings e comerá em lanchonetes - os transgênicos sem gosto que ele mesmo produziu.***É uma grande estratégia de engabelação essa dos remédios e sabões.Acho também que vira.O mundo ainda é dos idiotas.***Plantadores de algodão na Índia adoram OGM.Especialmente porque produzem menos com eles do que com espécies nativas. Também agora precisam de ofensivos agrícolas desncessários anteriormente. Pagam mais para produzir menos.Adoram se suicidar diante da perda de sua produção e das incertezas da cidade.O erro indiano?Esperteza.

  12. nuevo

    25/10/2011 08:41:46

    Dã.Eu, eu e eu, e eu de novo...Já falei, foda-se.Vai falar do teu eu pra tua mulher, coitada. Essa tem que te aguentar.Volte a apresentar dados, como vc fez ao falar do milho, por exemplo.Aí a gente descobre que você pensa.Ou capriche mais no texto, use períodos com orações coordenadas, de vez em quando uma subordinada, quem sabe?, assim a gente consegue se deixar levar por uma impressão de raciocínio.Quanto a achismos, o burrico já caga aqui aos montes, não precisamos de outro.Os ipccs são manés apostadores, beleza, também não gosto de apostas.E daí?O que nosso puritanismo em realação a jogo de azar tem a ver com a essência da questão?Nada, ué!, tá parecendo o Ânus cavilando!O principal seria saber se, afinal, os caras ganharam ou não a aposta, ou se ela foi invalidada (não achei).Saber se o planeta está ou não está aquecendo por culpa do homem, ou se não foi possível fazer a previsão.***Legal a filosofia de boteco: se tudo se acaba, por que não acabar hoje mesmo?Putz.Agora já não tá mais no território do burrico, passou para o Mundo Fantástico de Miriam de Uassa, a que agora inventou de discorrer sobre espiritismo no blogue.Cômico.

  13. MOTO_SERRA_DE_PRATA

    24/10/2011 21:53:16

    Aaahhh Nuevo...A aposta... Só mesmo uns manés pra apostar...Eu não aposto nem se vai chover amanhã... kkkkkkkkkComo no texto da Bíblia, o fim vai chegar meu amigo, de uma forma ou de outra.. Então, vivamos uma vida boa, com os regalos dessa terra, com muita paz, amor no coração, etc..Abraços...

  14. Cora

    24/10/2011 21:40:47

    não liga pra esse nick não, foi aquela best@ (tá, diz q é amigo, mas ainda assim uma best@) q enviou mensagem com meu endereço e nem vi.

  15. M M Quintana

    24/10/2011 21:33:12

    Sim, moto_serra, mas todas as questões ambientais e, principalmente, sociais permanecem sem alteração. As novidades são da biologia (biotecnologia) e acho ótimo, enquanto área de conhecimento q me fascina. Acho q todo mundo deveria estudar mais biologia. São conhecimentos desenvolvidos para melhorar a vida do ser humano. (A revolução verde iria acabar com a fome no mundo, lembra?)As questões éticas envolvendo bactérias (considerando q manipulamos esses seres vivos há muito tempo) e plantas, são das mais banais em vista do q podemos esperar para o futuro.Não vai demorar muito e vamos ter q debater seriamente a manipulação genética de seres humanos. E aí sim, os embates começarão.Olha, teria mais coisas pra te dizer sobre isso, mas vou passar. O dia foi bem difícil, passei a tarde na frente do computador e tenho um monte de coisa atrasada pra terminar. E depois daquela sua última mensagem, prum texto q achei sem possibilidades de confusão... nem sei se vale clicar envie nisso aqui.Ah! quer saber? Já q gastei mais uns minutos do meu sono...

  16. MOTO_SERRA_DE_PRATA(AGROCIDADÃO)

    24/10/2011 19:32:14

    Para Cora e Nuevo(Principalmente).. hihihi..http://www.agrolink.com.br/noticias/ClippingDetalhe.aspx?CodNoticia=161948Abraços.

  17. MOTO_SERRA_DE_PRATA(AGROCIDADÃO)

    24/10/2011 19:31:10

    Nuevo..É assim mesmo, tudo ideologizado..Tem um diálogo meu com Cora falando disso.. Defesa cega e inconteste..Agora pelo menos você admitiu que, como eu, estamos fazendo defesas com essas bases..E tem aquele negócio, os céticos estão querendo refutar uma tese, pra ajudar os EUA a não reduzir suas emissões continuar poluindo e produzindo.. Os catastrofistas querem o atraso dos emergentes para ajudar os EUA, e quem sabe salvar o mundo.. E assim vai, no fim estão todos no mesmo barco, cada um do seu lado do barco, mas que se afundar vamos todos com eles.. hihihi.**É verdade, seu link não é "mentiroso", é incorreto, impreciso, contestável.. Me desculpe, fui injusto..**Mas vamos lá.. Um dia cada um vai ter seu gerador a etanol no fundo de casa, ou cada quarteirão terá o seu, ou vamos nos converter, virar todos menonitas, etc.. Mas isso já estava escrito.."E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.Mas todas estas coisas são o princípio de dores."Mateus 24:6-8Viu, é só sentar e esperar..Eu acredito nisso aí.. Bíblia Sagrada..Abraços.

  18. MOTO_SERRA_DE_PRATA(AGROCIDADÃO)

    24/10/2011 19:10:51

    Nuevo..Lá embaixo...Aqui já tá difícil de achar..Abraço..

  19. Cora

    24/10/2011 19:04:35

    Ih, me enganei... não estamos, não. Vc não entendeu o q eu quis dizer. Mas, nesse caso, a culpa é minha, q não soube escrever melhor.Até.

  20. nuevo

    24/10/2011 18:44:47

    Acusar o IPCC de ideologismo depois falar de Lula e Minc é cômico. A gente se pergunta se o cara não devia contrapor dados científicos, não viajeiras persecutórias.Mas a discussão ganhou uma certa qualidade.Só vou repetir o que eu disse e encerrar com duas palavrinhas.Tanto a análise do IPCC como a dos céticos são políticas.Isso é inevitável, porque envolvem massas humanas, não meramente o espaço físico.Eu, verme, escolho o discurso da catástrofe.A destruição é minha narrativa predileta.Encaixo esse meu anseio doentio no momento histórico em que vivo, descrevendo-o.Um corpo doente para um mundo doente. Mas sem me deixar morrer, teimoso.Nasci na hora certa, pior impossível.***1. A mediação da Cora foi excelente. Sólida argumentação (confiram, não vou colar, tá logo aí).2. O totoca baixou a bola, depois jogou as cartas na mesa falando de transgênicos.Muito bom!Texto legal, de uma revista boba:file:///C:/Users/angelo/Desktop/disserta%C3%A7%C3%A3o/voce-deve-desconfiar-tudo-ou-quase-tudo-ouve-le-aquecimento-global.htm***Embora eu sinta uma vontade danada de contestar essa história toda do milho transgênico (uma praga), não posso fazê-lo agora porque demandaria mais dados de minha parte.Adoro aprender sobre transgenia, mas agora me calo, estou sem tempo.Quem sabe no Natal?**Uma terceira palavrinha a esse bundão do burrico.Que mancada, hein, burrico!Que falta de camaradagem com o totoca, que andou te defendendo em outros posts.Olha, a gente pode quebrar o pau até morrer, mas arregar, deixando os colegas se esfolando sozinhos...Putz.Ânus Cagão.Uma redundância, como é que eu não havia percebido?

  21. Lilly Queers

    24/10/2011 18:06:06

    até os comentários deste blog são mais interessantes do que a média (mesmo os argumentos com os quais eu não concordo de jeito nenhum). Nunca mais saio daqui, adorei o blog!

  22. MOTO_SERRA_DE_PRATA(AGROCIDADÃO)

    24/10/2011 17:14:17

    Olá.. Cora..É verdade, estamos quase conversando.. kkkk..Você disse tudo novamente..Eu, como estou geralmente na minoria(Política, ideológica, ambiental, social e econômica), tenho mais problemas.. kkkkk.. Não tenho respaldo da galera, da "generalização", e principalmente das pessoas que querem salvar o mundo, de nós mesmo... kkkkInclusive acabaram de salvar a Líbia e o Egito de ditadores autoritários e genocidas, no Egito tem no lugar outros "democratas autoritários e genocidas de cristão e mulheres", tomara Libia e Egito não se tornem um Irã, que foi liberto da mesma forma.. kkkkkMas isso é assunto pra outro post do Sakamoto, que nunca virá.. kkkAbraços..

  23. Cora

    24/10/2011 15:36:27

    Nossa moto_serra, acho q a gente já tá quase conversando!A defesa do discurso dominante é muito mais simples e fácil. Encontra respaldo pra todo lado q a gente olhe. Por isso, propostas em outro sentido sempre são vistas como radicais. E as pessoas são sempre acusadas de forçar ou impor um pensamento. O diferente causa desconforto e coisa q a gente detesta e se sentir desconfortável. Vc já deve ter percebido isso em diferentes situações, não apenas na política.Espero q possamos falar com menos preconceito de políticas públicas e outros temas polêmicos propostos pelo Sakamoto aqui.Até.

  24. MOTO_SERRA_DE_PRATA

    24/10/2011 14:09:57

    Pois é Cora..Tá aí..Você disse tudo..Ninguém tem certeza da nada.. Há variações regionais sim, eu acho que o homem é até responsável por muitas delas, mas não gosto do catastrofismo..Eu não contesto a tese(Em tese).. Contesto os absurdos advindos delas..E vixi, podemos fazer muito, eu p. ex.: uso transgênicos para produzir mais, com menos defensivos em uma mesma área(Não havendo necessidade de abertura de novas).. Uso materiais híbridos, mais produtivos, mais resistentes, mais saborosos, com mais nutrientes acumulados por área(Não havendo necessidade de abertura de novas áreas)..E nem reclamo de pagar R$ 250,00 em uma saca de sementes de milho híbrido e Bt, se ela produzir 8 sacas a mais, eu já pago o seu custo.. Um milho variedade produz, nas condições de baixa tecnologia, no máximo 40-60 sacas/ha, e custa R$ 50,00 as sementes. A que eu comprei produz fácil 100-120 sacas/ha, em média tecnologia.Oooohhh, mas eu fico dependente das sementes.. E daí.?? Se com oque eu produzo a mais, tenho condições de comprar novamente, e ficar dependente do que é bom, eu nem reclamo..E sim, eu tenho que comprar o defensivo da empresa, mas o glifosato já caiu em domínio público, há diversas empresas fabricando a molécula, tá barato e eu tenho opção(De comprar de outra empresa que não a Monsanto).. Outra coisa, o glifosato é desativado quimicamente quando cai no solo, ou entra em contato com argilas presentes no solo ou na água, portanto não se acumula no ambiente.. Já dizia Lavousier: Nada se cria nada se forma, tudo se transforma.. kkkkE vamos combinar né..!!??? Vamos e venhamos, a defesa cega e inconteste não é só da minha parte..Abraço..

  25. Cora

    24/10/2011 11:25:53

    moto_serra,é a defesa cega e inconteste q me incomoda. Não acho q transgênicos sejam o capeta da agricultura. Mas tb não acho q são perfeitos. Sua soja querida mesmo, vc não admite, mas a resistência ao herbicida permite ao agricultor aplicar mais (sem matar a soja), pois as 'pragas', naturalmente, tb tornam-se resistentes (seleção, no caso, artificial). E vc quer dizer q o agricultor usa menos herbicida. Há dependência no fornecimento da semente, na necessidade de agrotóxicos. Acúmulo de substâncias tóxicas no solo. Poderíamos começar a discussão novamente, rs. Vc pode dizer q é o preço q pagamos. Mas, não dá pra dizer q é lindo e perfeito, q não causa impactos ambientais e sociais... entende? (como diria Pelé)A mesma coisa em relação às mudanças climáticas. Não dá pra negar q alterações regionais já aconteceram. O microclima de diversas regiões mudou. Não sei se sofreremos com o frio ou com o calor. Provavelmente as duas coisas. Verões e invernos mais intensos. O fato é q mudanças ocorrem e temos responsabilidade nisso, sim. Todo ser vivo modifica o ambiente. E o ser humano, de forma muito intensa. Podemos mudar nosso modo de vida. Não somos a única espécie com direito a usufruir do planeta (e sem história ridícula de plantinha e bichinho, por favor).Claro q as mudanças são muito difíceis e, sinceramente, não vejo como possam ocorrer em curto prazo. Mas podemos influenciar nosso entorno e nosso país. Estamos vivendo uma época bacana (apesar do q diz a mídia), em q poderíamos melhorar como sociedade. É pena q uma parcela da população brasileira queira continuar lambendo as botas do status quo.

  26. Cora

    24/10/2011 10:59:37

    Putz, nuevo. Sabe q não curto o Jabor, né? Foi um pouco estranho ouvi-lo dizendo praticamente a mesma coisa q eu (ou me pegardizendo a mesma coisa q ele).

  27. nuevo

    24/10/2011 08:46:53

    A aposta:http://www1.folha.uol.com.br/folha/ambiente/ult10007u404036.shtmlAlguém podia descobrir aí quem ganhou a aposta, tou sem tempo.***Acabei de ver umas merdas do totoca, de novo.***Respondo à noite.***A pedidos, um vídeo do youtube, Jabor, muito legal!http://www.youtube.com/watch?v=6WOpQv_ZaA8&feature=related***Até dezembro, como todos sabem, eu não estive aqui hoje.

  28. nuevo

    24/10/2011 08:36:17

    Ah!Outro passinho.De fato, há disputa pela interpretação do clima.E todas essas interpretações são inevitavelmente POLÍTICAS.Dizer que o IPCC é ideológico sem levar em consideração que os "céticos" atendem a interesses políticos e pra lá de econômicos também é cair em êxtase diante das disputas que pouco se importam com o NOSSO querer.O que os donos do mundo disputam é a maneira de controlarem mais eficazmente nossas vidas do modo que lhes sejam mais lucrativas, evitando que nos revoltemos ou que se destrua de vez a natureza (fonte de suas matérias-primas).À merda com todos eles, os ipccs e os céticos.À merda com esse leninista que é o professor Molion. (ESSE é ideológico, tá lá na entrevista.)No entanto, mandá-los à merda não quer dizer dar de ombros aos dados escabrosos que vão descortinando nos jornais e sites.Cabe a nós, os que sustentamos suas loucuras (trabalhadores empregados ou não e pequena burguesia) nos apropriarmos desses dados e buscarmos a NOSSA SAÍDA POLÍTICA para o uso dos recursos naturais, bem como seu manejo por meio da atividade humana (não necessariamente o trabalho alienado).Nada sem política, não tem jeito, o manejo da natureza implica no interesse de massas humanas, como não seria política?Mas tem que ter outro jeito de politizar e efetivar políticas.Isto aqui, este blogue tão desprezado de vez em quando, é o tal do grãozinho de areia.O nada que faz a diferença.*Não fechamos a discussão, mas sabemos algo sobre COMO FAZER UMA DISCUSSÃO.- Buscar boas fontes e confrontá-las, por exemplo.- Confrontar argumentos com fatos, se possível (ninguém aqui é climatologista, ou é? Se for, dá um toque, sua colaboração será fundamental.)- Reconhecer os limites de nossa ignorância e confessar preferências, porque chega o momento em que já não podemos confirmar argumentos com fatos, todos vivemos num círculo próprio de experiências, ninguém sabe tudo ou pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo. Enfim, expor-se à crítica, permitindo que as pessoas aprendam com teu exemplo ou contra-exemplo.Você acaba de confessar que pegou pesado na preferência pelo resfriamento global, que bom! Na verdade você começou dizendo que meu comentário era mentiroso.Ã-hã.Vamos relativizar... ok.Opto pelo catastrofismo.Meu principal motivo é o prevenir pra não ter que remediar depois.Numa materiazinha da Folha li que climatologistas gringos estavam APOSTANDO se o planeta iria esfriar até 2010.APOSTANDO!(posto abaixo)

  29. MOTO_SERRA_DE_PRATA

    23/10/2011 23:49:00

    Cora e Nuevo...Relativizar, supor, é diferente de afirmar com certeza, tanto os meus textos como os textos de vocês, não afirmam "categoricamente" nada, eles supõem, que possivelmente, talvez, quem sabe o "aquecimento" seja causado pelo CO2..Mas vocês sabem como eu sou. kkkkNo caso dos transgênicos por exemplo, vocês não conseguem provar que fazem algum dano, mas eu posso provar que eles "até hoje" não fizeram..O IPCC é formado por "cientistas", cada um usa um sistema(Bola de cristal), um modelo, um método, daí eles submetem isso aos governos dos seus países, daí a ciência fica um tanto quanto "relativizada" não é meus amigos..???IPCC, se tirar o "I", fica mais relativizado ambientalmente pra mim.. kkkkkkAbraços.

  30. Cora

    23/10/2011 20:39:29

    nuevo, ele não leu não. Se tivesse lido, teria escrito coisas diferentes. O q os textos fazem, grosso modo, é relativizar a ideia de q o planeta inteiro ficará aquecido (um entendimento de leigos, midiático) e questionar qual o real papel das emissões humanas de CO2 no clima. Ninguém discorda q emitimos muito CO2 e q podemos fazer as coisas de um jeito melhor. As alterações regionais já são sentidas e já são realidade. Em termos de mudança climática global, realmente existem muitas variáveis e os estudos continuam. Nada impede, no entanto, q mudanças no modo de vida (produção/consumo) aconteçam. Inclusive, países como o Brasil poderiam se beneficiar muito dessa onda ecológica. Mas, esse pessoal defende bovinamente interesses externos.

  31. nuevo

    23/10/2011 18:54:49

    Carlos Molion?hauahauahauaha!Quem mais?ESSE AÍ tem moral?Ele e a mãe dele, aquela que o elogiou na hora errada, e ele acreditou.Cadê os 35 000 cientistas bababá de que falava teu herói burrico??Não tem moral o IPCC.Tem moral os "céticos" que se venderam a petroleiras.(Não é o caso do Molion, um coitado que precisava de alguma exposição.)*Textos de 6º série são os inteligíveis por vc e pelo burrico, por isso as postagens.Vou enviá-los sempre que necessário, veja só como você progrediu desde nossa primeiro comentário.Agora você faz colagens sem ler o que posta. Não discute nada, só empurra. Mas é um avanço, vamos lá, cada passo, um passo.O burrico, infelizmente, é que parece caso mais sério de retardo, embora acredite nele também, como em qq ser humano (será que o Ânus Falante se enquadra nessa?).Vou ler esse do scielo que vc me enviou.Duvido que vc o tenha lido.O site é muito bom, sei que, se procurar nele mesmo, acho outros mais substantivos, defendendo tese oposta.Volto depois (antes de dezembro).

  32. Cora

    23/10/2011 17:02:31

    moto_serra, leia com mais atenção os textos q vc indica.Realmente, qdo se fala de aquecimento não está sendo considerado q o planeta inteiro ficará igualmente mais quente. É realmente uma simplificação de efeito midiático.O planeta continuará em sua trajetória ao redor do Sol, o q provoca diferenças na quantidade de energia solar q atinge regiões da Terra, o q determina épocas mais frias e mais quentes (o básico sobre as estações do ano).O desequilíbrio provocado pelo aquecimento exagerado de certas regiões provocará mudanças climáticas q tornarão a vida na Terra mais difícil para o seres humanos (não só, mas é com isso q vc se importa, não?).É claro q alterações climáticas acontecem naturalmente. A última era glacial possibilitou q apenas o H. sapiens (dentre outros hominídeos) sobrevivesse. Esse mesmo H. sapiens q nega as importantes alterações q provoca no planeta. Que se exime da responsabilidade q tem na preservação das condições de vida na Terra.O planeta e a vida sobreviverão ao H. sapiens. Como sobreviveram a todos os outros eventos de extinção q aconteceram na história do planeta. Resta saber como faremos para q o maior número possível de seres humanos consigam sobreviver hoje. Negar q alterações ambientais provocadas pelo ser humano dificultam a vida em certas regiões é desonesto.Acreditar q só existe ideologia no discurso dissonante é desonesto ou ingênuo. Não pq vc concorda com o discurso dominante, q ele é não é ideológico. Comece reconhecendo a ideologia q vc defende.

  33. Cora

    23/10/2011 14:31:20

    Nuevo, admiro muito a sua disposição em responder a esses caras.Pra mim, é como malhar ferro frio. A venda está tão colada, q já não pode mais ser retirada. Mas, são pessoas como vc q mantém o debate interessante por aqui.

  34. MOTO_SERRA_DE_PRATA

    23/10/2011 12:45:39

    Aí meu Deus...Tá bom Nuevo...Só os links que você manda é que são os corretos, os certos.. Tudo bem... kkkkkkkkkFica aí com os dados do seu IPCC, certíssimos, corretíssimos, feitos por pessoas como Carlos Minc, Lula, etc.. (Dá uma base boa da qualidade e da veracidade do que eles divulgam)..“O fato de se ver calotas polares se derretendo, não implica em aquecimento global”, já pensou que pode ser aquecimento local meu caro..?? Não não, você não pensa, achei interessante que você não mandou nada do youtube... kkkkk..Nem se pode provar com 100% de certeza que o CO2 aquece a terra.. Ou, as plantas se alimentam de CO2, água, minerais mais luz..Pega uma apostila da 6ª série aí e veja de que é formada a glicose, sacarose, frutose, amidos, celulose, etc.. Veja se não é de C, H, e O..Mas você viu aí os dados né... Os oceanos são os grandes vilões das emissões de CO2, que coisa não...!!!!???Abraço..

  35. MOTO_SERRA_DE_PRATA

    22/10/2011 18:50:43

    Nuevo.Podemos começar pelo Agroanalysis, o IPCC não tem moral pra falar nada, não são cientistas que fazem seus relatórios, são políticos, governos, então não me venha com essa conversinha..Segue alguns sites:http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI4145833-EI6580,00-Reduzir+CO+nao+impede+aquecimento+diz+Luiz+Carlos+Molion.htmlhttp://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-40141990000200010&script=sci_arttexthttp://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=50642&op=allhttp://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=periodo-resfriamento-globalhttp://www.conscienciacoletiva.com.br/2008/01/aquecimento-global-ou-resfriamento.htmlTem muito mais coisa entre os céus e a Terra, do que pode conceber nossa vã filosofia..Larga os textos da 6ª série rapaz..Abraço.

  36. nuevo

    21/10/2011 23:21:14

    Xi.Ninguém riu.Sozinho.De novo.

  37. nuevo

    21/10/2011 23:19:24

    Ele não tem coragem, totoca.É um bundão.Senta na cabeça e fala pelo ânus, quando mexe o rabo, acha que tá fazendo charme com a franjinha, não consegue me encarar.Já comi a mãe, já estraguei namorico, já dei em cima da mina dele.Nada.Não vou dizer que se caga de medo de mim, porque ele se caga o tempo todo, seja de medo, alegria ou simplesmente falando.Isso explica por que não consegue concatenar duas frases, por que tantas repetições, por suas palavras não chegam ao final da linha: são bolotas de bosta que brotam das cavilações, entre um bolota e outra, peidos; depois uma bolotinha, uma bolotona, uma sequência de bolotas... assim vai esse burrico.Assim como você é incapaz de sustentar um argumento com fontes, acha que dá pra acreditar em vc porque vc é vc, bolota com bolota.Foda-se você!A VEJA errou?Prove.Cite outra fonte confiável.Exponha-a à crítica, como eu costumo fazer.Por que não expô-la?Porque veio de blog estranho?Porque tava numa apostila da Monsanto?Porque o texto da Economist é rico em detalhes, um tanto evasivo, isto é, por que evita o ideologismo descarado?Dá a cara pra bater, bundão, mostre de onde vêm suas "ideias".Quem é totalitário aqui?Quem profere palavras de ordem, ou quem fomenta a discussão?***Olha só com quem vc se alia, totoca, olha a merda que o cara escreve:"O fato de se ver calotas polares se derretendo, não implica em aquecimento global"Derretimento implica em aquecimento?Dã.Não seria o contrário?Um cara que confunde a cabeça com o rabo não consegue escrever duas frases com sentido.***Você é um merda, não duvide disso um segundo sequer, totoca, mas o burrico tá um degrau abaixo.Trotar com ele termina em zurrada geral.

  38. Jose Mario HRP

    21/10/2011 20:45:09

    O porno ministro a favor do desmatamento......Mau caratismo é pouco!

  39. nuevo

    21/10/2011 19:58:55

    Opa,Não foge, não.Faço questão de satisfazê-lo com um presentinho.(Mais um!)Faz o seguinte: cita fonte.Você não tem moral, óbvio, mas alguns dos que falam aqui têm, eu tenho.Aproveite a aprenda um pouco, esforçando-se e postanto textos bons.Lendo-os, quem sabe...Porque é só trololó.Discorda, tem críticas?Poste um site, cite o nome do cientista, do órgão de pesquisa etc.Dizer que o IPCC omite dados é muito legal, mas quem disse?Confirmou-se?Quem disse?Os que denunciam não tem lá seus interesses?Que interesses tem o IPCC de engabelar dados?Não sei se você alcança, mas tem algo melhor aí, uma revistinha da FGV, que relativiza o IPCC, mas sem cair de quatro pro fanatismo:http://www.agroanalysis.com.br/materia_detalhe.php?idMateria=879Olha só a diferença com as bobagens que você, por exemplo, diz.Aprenda.***Esquerdopatas são alarmistas?Somos. É nosso papel sensibilizar, evitar a catástrofe maior (porque nela já estamos).Mas entre os sites tranquilizadores a respeito do aquecimento global antropogênica estavam o Mídia Mascarada e o Raynald's, cujos leitores apaixonados são pessoas como você, o gunnazi e o xixi.É fueda.

  40. MOTO_SERRA_DE_PRATA

    21/10/2011 19:24:59

    kkkkkkkkkkkNão vê quem não quer né José Mário... Mas eu já sabia, pelos seus comentário você é meio tapado..Mas você é como o ex-ministro, saiu do PC do B e foi pra o PT..Estou preocupado com o dinheiro do meu imposto..No PC do B, só salva o Aldo Rebelo... kkkkkkkAbraço.

  41. MOTO_SERRA_DE_PRATA

    21/10/2011 19:21:37

    hihihi...Isso foi o que disse aquele tal de Painel Intergovernamental para o clima, ou não..???Aquele mesmo que sumiu com os dados sobre o resfriamento da terra...??Que apagou e manipulou dados, fazendo um alarme falso e catastrofista sobre o aquecimento do planeta(Que não existe)..???Ninguém te disse que somente 2% da emissão de gases do efeito estufa é feito pelo homem, 98% são fontes naturais de emissão, como o oceano, as algas, as árvores da amazônia, etc..???Você Nuevo tá precisando para de ler coisas da 6ª série e começar a ler coisas pra gente grande.. kkkkkPrincipalmente de gente séria.. (E que moral tenho eu..?? Leio até o Sakamoto.. kkkk)Nada de presentes pra mim..Só isso viu...Abraço.

  42. MOTO_SERRA_DE_PRATA

    21/10/2011 19:16:00

    Asno, tenta falar isso pra o Nuevo...!!!Hoje, quando a Veja está errada, ele resolveu acreditar na Veja... kkkkkkkAbraço..

  43. nuevo

    21/10/2011 19:06:48

    Mais um idiota.Outros deverão chegar para lamber as feridas dos que levaram porradas MINHAS.Gunnazi?Chester?Miriam De Uassa?Mr. Xixi?Esperemos.Tem chinelada pra todas essas bundinhas.Enquanto isso, outras informações sobre efeito estufa e aquecimento global publicadas por VEJA, repito: VEJA, de modo bem didático, para que o mais simplório burro, FeDu, totoca ou afim consiga aprender, já que bolaram as aulas de Ciências na escola, e não aprenderam nada em suas faculdades (e tem nego aí que fez Agronomia..., diz que sabe pacas, bababá...):"A emissão desses gases está aumentando?Com o desmatamento e a queima de combustíveis fósseis cada vez mais intensos, a concentração desses gases está aumentando, especialmente as de CO2 e metano. Desde 1800, a concentração de dióxido de carbono na atmosfera cresceu 30%, enquanto a de metano aumentou 130%. Analisando camadas de gelo da Antártica, cientistas europeus descobriram que o ritmo de aumento na concentração de CO2 é impressionante: nos últimos 150 anos, o gás propagou-se pela atmosfera do planeta cerca de 200 vezes mais rápido que nos últimos 650.000 anos."E"Os cientistas climáticos são unânimes em afirmar que o impacto do aquecimento será enorme. A maioria prevê falta de água potável, mudanças drásticas nas condições de produção de alimentos e aumento no número de mortes causadas por inundações, secas, tempestades, ondas de calor e fenômenos naturais como tufões e furacões. Além disso, pesquisadores europeus e americanos estimam que, caso as calotas polares derretam, haverá uma elevação de cerca de 7 metros no nível dos oceanos. Outro impacto provável é a extinção de diversas espécies animais e vegetais."Etc.Confiram e aprendam, burros, tá bem no nível de vocês, é beabá :http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perg_aquecimento/01.html***Até dezembro, voltarei com o saco cheio de presentes.Ho, ho, ho!(Fiquem quietinhos até eu voltar, ok? Ou não vão ganhar presentinho.)

  44. O Asno

    21/10/2011 08:57:24

    Caro Moto Serra de Prata:você falou do altíssimo índice de terras ainda não exploradas pela atividade humana.Todavia, queria acrescentar outras informações.Cerca de 35.000 cientistas que somente pesquisam o clima do planeta,somados ao seleto grupo dos mais renomados cientistas que somenteestudam o clima do planeta, dizem, unânimes que a atividade humana não é responsável pelo "aquecimento global",e agora eles já dizem que não há aquecimento global, mas talvez uma tendência ao resfriamento.O fato de se ver calotas polares se derretendo, não implica em aquecimento global, sendo apenas um fenômeno pontual, explicado por outras variáveis.Ou seja, o "aquecimento global" tá mais para pregação ideológica, do que para a realidade dos fatos científicos.Observe!Ei! Vou ali e depois volto para dizer mais asneiras climatológicas,porque asneiras sempre haverá de haver.Só isso, viu?Ei! É muita cavilação... é muita cavilação, Moto Serra... é muita demais...

  45. Jose Mario HRP

    21/10/2011 04:51:31

    Eu não vi prova de nada até agora só do ministro pedindo a PF um anos atrás para pegar o PM por haver sumido com tres mi!Quanto a criancinhas , voce é o tolo de sempre, sem provas, e ,preocupado com criancinhas?, logo voce?

  46. MOTO_SERRA_DE_PRATA

    20/10/2011 22:19:33

    A primeira mentira em forma de link que você colocou aqui Nuevo..

  47. nuevo

    20/10/2011 22:07:02

    Texto de 6º ano do Ensino Fundamental sobre efeito estufa,A coisa mais fácil, clara e óbvia para o burrico (senta sobre o crânio, cavila com os intestinos, fala pelo ânus):http://www.suapesquisa.com/efeitoestufa/**Castores...Meu!Castores...Putz.O blogue devia filtrar comentários excessivamente estúpidos.Aí o cara se esforçaria um pouco mais antes de abrir a torneirinha.

  48. nuevo

    20/10/2011 20:59:46

    Por outro lado, é muito bonito ver a solidariedade entre os idiotas.Se os inteligentes conseguissem se multiplicar e se unir dessa maneira,Deixaríamos de ser invariavelmente derrotados.Vale lembrar que os idiotas se merecem, que sua união é automática, porque todo idiota é igual a outro, são produzidos em série, como cédulas de 2 reais.As pequenas diferenças entre um idiota e outro dá-lhes a evidente satisfação de serem donos de alguma coisa, quando na verdade são coisas de algum dono. Comparam irrelevâncias e se divertem, abanam seus rabinhos e se põe a falar bobagens.Os inteligentes se sabem tão ferrados quando os idiotas, são seu irmão mais velho, obrigado a dar croques na pivetada pra ver se aprendem alguma coisa.Os inteligentes se sabem ferrados, os idiotas clamam por ferro. Ainda que não possam mudar nada, os inteligentes se queixam, apontam o ferro incandescente, alertam generosamente inteligentes e idiotas.Gostariam de incitar mudanças.Nesse momento inteligentes e idiotas se igualam.A idiotice do inteligente é acreditar que o idiota deixará de sê-lo se puder pensar por si.O inteligente está condenado pelo idiota a essa idiotice.**O inteligente não odeia os idiotas, ama-os verdadeiramente, porque os ama pelo que podem ser, não pelo que são, caricatura de gente.O inteligente odeia a idiotice. O idiota é mero suporte da idiotice. Seu maior problema é não percebê-lo, acredita-se muito peculiar, quando não passa de massa de manobra.***Mas há surpresas...O descontrole geral dá panes monumentais.Se mataram Kadaffi, se Israel negocia, o mundo tem jeito.(Ou as massas liberadas cairão num outro círculo de burrices?)****Imaginar que se possa resolver o problema da idiotice com filhos, só pode vir da cabeça de um idiota. É a fixação no sangue, na herança genética, na reprodução.Escora-se em eugenia, ainda que sua intenção tenha sido irônica.Fazer graça com ideias retrógradas é o lazer dos idiotas em tempo de paz.Em momentos graves, essas ideias retrógradas alimentam sua sede de sangue.Porque os idiotas são cheios de ressentimento, por trás daquele riso, como não poderia deixar de sê-lo, idiota.**Volto em dezembro, burros, deixem-me desfrutar de um bom livro, por favor.Mantenham as zurradas dentro de seu círculo de interesses, não façam referências a mim ou às minhas ótimas ideias.Não quero gastar meus chinelos nos seus traseiros neste momento.**Luiz, abraço procê, mas fico quieto por enquanto.

  49. MOTO_SERRA_DE_PRATA

    20/10/2011 20:09:50

    Pois é José Mario..Enquanto isso seus amigos do PT e PC do B, roubam as criancinhas e nosso rico dinheirinho..Mas ela também quer que a Europa, os EUA recuperem também suas matas ciliares, recuperem suas matas, e deixem tudo intocado como é no Brasil..Pois, não sei se você sabe, temos 67% de nosso território intocado..!!!Abraço..

  50. Treponema Pallidum.

    20/10/2011 17:13:21

    Cara Nathalia: Teu argumento não se respalda pelo que vemos na prática. Represas não destroem rios e nem secam águas, aliás uma das grandes balelas é dizer que poderá não haver água potável no futuro.O planeta terra tem a mesma quantidade de água a bilhões de anos. Haverá lugares na terra como já os há, com alguma má distribuição de água, mas falta dela no planeta é delírio.O impacto ambiental de uma hidroelétrica não é muito maior que uma estrada rasgando o Brasil afora ou construções dentro das cidades.O que se procura é criar catastrofismos com o fim de atrasar os países que possam se tornar concorrentes com os grandes por razões econômicas, nunca ambientais que é so o discurso.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso