Topo
Blog do Sakamoto

Blog do Sakamoto

Categorias

Histórico

Teste: Você é capaz de separar a realidade da ficção no Brasil?

Leonardo Sakamoto

2025-02-20T19:20:57

25/02/2019 20h57

O ministro da Educação Ricardo Vélez Rodríguez. Foto: Luis Fortes/MEC

Assinale a alternativa falsa:

a) O ministério da Educação mandou um e-mail para todas as escolas públicas e privadas do país pedindo que seja lida em voz alta uma carta do ministro Ricardo Vélez, com forte viés de autopropaganda, que termina com o slogan de campanha de Bolsonaro – "Brasil acima de tudo. Deus acima de todos". Depois, solicita a execução do hino nacional. E que tudo seja gravado em vídeo e enviado ao ministério.

b) Durante um evento em um resort pertencente a Donald Trump, na Flórida, o deputado federal e chanceler informal Eduardo Bolsonaro subiu ao palco e contou que apoia o projeto do presidente norte-americano de ampliar o muro separando os Estados Unidos do México e da América Latina. "Como trabalhei na fronteira entre o Brasil e a Bolívia, nós sabemos como as coisas funcionam. Então, construam o muro. Nós, brasileiros, estamos apoiando vocês."

c) O governo federal vende como uma das soluções da Reforma da Previdência que o pagamento de assistência social de um salário mínimo (R$ 998,00) mensal aos idosos em condição de miserabilidade seja adiado dos 65 para os 70 anos. Em contrapartida, oferece R$ 400,00 dos 60 aos 69.

d) Jair Bolsonaro informou que lançará, nesta terça, o programa "Emprego acima de tudo, Carteira de Trabalho acima de todos" para combater o desemprego de 12,2 milhões de pessoas. O pacote de medidas pretende estimular a geração de postos de trabalho principalmente na construção civil e na indústria, além de fortalecer a fiscalização a fim de aumentar a formalização, com foco no campo. O programa, com o apoio de universidades federais e empresas, também prevê a formação e reciclagem da mão de obra, visando adaptá-la às novas necessidades do mercado de trabalho.

Resposta: "D" de desejo (de políticas públicas), de decepção (com a realidade) ou de dissimulação (para todo mundo esquecer problemas mais sérios, como pragas de laranjais).

Sobre o Autor

É jornalista e doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. Cobriu conflitos armados em diversos países e violações aos direitos humanos em todos os estados brasileiros. Professor de Jornalismo na PUC-SP, foi pesquisador visitante do Departamento de Política da New School, em Nova York (2015-2016), e professor de Jornalismo na ECA-USP (2000-2002). É diretor da ONG Repórter Brasil, conselheiro do Fundo das Nações Unidas para Formas Contemporâneas de Escravidão e comissário da Liechtenstein Initiative - Comissão Global do Setor Financeiro contra a Escravidão Moderna e o Tráfico de Seres Humanos. É autor de "Pequenos Contos Para Começar o Dia" (2012), "O que Aprendi Sendo Xingado na Internet" (2016), entre outros.