Blog do Sakamoto

Pena que a memória dos eleitores seca rápido

Leonardo Sakamoto

Sugiro uma campanha: não vote em partido no qual, sob sua administração, morreu gente em deslizamento, soterramento, inundação. Desgraça é desgraça, descaso é descaso. Desgraças acontecem, mas parte delas poderia ser prevenida, planejada, antecipada, informada, pois não são novidade. Nesses casos, o que é tragédia vira descaso e pode, inclusive, ser alvo de responsabilização judicial. Ou, ao menos, eleitoral.

Ou melhor: não vote em partido de político que deu declaração idiota a respeito de desastres sob sua responsabilidade. ''Precisamos de mais um mandato para fazer as obras necessárias'', ''não podemos controlar a vontade divina'', ''choveu mais do que o esperado de novo''. Tem gente que reclama que administradores públicos não deveriam tirar férias em momentos de chuvas como agora. Enxergam como desrespeito. Eu penso diferente. Se é para ficar falando besteira, não precisa ficar, pode ir passar o mês em algum lugar bem longe, tipo Paris. As pessoas que perderam tudo não deveriam ficar sendo torturadas com essas idiotices.

O grande problema é que a memória do eleitor, que afoga a popularidade de políticos durante as chuvas, é dry fit. Seca rapidinho.

Toda a vez que um governo – municipal, estadual ou federal culpa as forças da natureza e a estatística pelos desastres naturais causados pelas chuvas dessa época do ano, me dá uma sensação horrível de vergonha alheia. Sabe aquela que a gente tem quando sabe que um amigo bêbado vai fazer uma burrada descomunal e você fica imaginando que, se fosse você, nunca mais iria querer olhar na cara de outro ser humano? Pois bem, isso. Com a diferença que governos não são meus amigos e que não estamos falando de reputação de bêbado e sim da vida das pessoas.

Ano vem, ano vai – e é sempre a mesma coisa. Administradores públicos reclamando que não daria para fazer nada porque a chuva resolveu cair toda de uma vez, culpando La Niña, El Niño, o calendário Maia… Neste ano, a bola da vez é Belo Horizonte – onde, segundo números divulgados, caiu mais água nos dias 1 e 2 que em todo janeiro. Já na região serrana do Rio de Janeiro (onde mais de 900 pessoas morreram em um mar de lama há um ano) foi divulgado que choveu em dois dias mais da metade do esperado para o mês.

E se choveu mais do que deveria, não há nada que se possa fazer, correto? Bem, isso se, há muitos anos, já não fosse típico a realidade de chuvas atípicas em certas regiões do país. Uma ironia que circula entre os colegas da imprensa nesses dias molhados é que, se todo o ano chove mais do que a média, alguém esqueceu de corrigir a média.

É claro que os cálculos não são simples e levam em conta séries históricas, mas, de qualquer forma, criticar isso tem o mérito de gerar alguns debates: por exemplo, como a realidade é avaliada e quais as medidas tomadas a partir daí. E não estou falando apenas de sistemas de alertas e sim de políticas de habitação decente, saneamento, dragagem de rios, limpeza de vias, campanhas de conscientização quanto ao lixo. O fato é que ocupação irregular, planejamento, plano diretor, reforma urbana são expressões ouvidas apenas no tempo das chuvas. Na seca, evaporam do léxico não só dos mandatários, mas também de pobres e ricos, que continuam construindo, desmatando e poluindo. Suas razões são diferentes, mas o efeito é o mesmo. Vale lembrar que tudo isso dito aí em cima não gera um voto, pelo contrário: quem é o doador que vai ficar feliz por ter a construção de sua casa em uma área de preservação ambiental embargada?

Considerando que quando há um problema urbano os mais pobres são expulsos do lugar onde estavam para um lugar perto da esquina entre o “não me encha o saco” com o “não me importa aonde”, é de se esperar também que a remoção deles de áreas de risco e de locais inundáveis também seja precedida de grandes protestos que irão reverberar nas urnas. Então, ninguém faz nada, só promete e faz cara de preocupado e de entendido. Afinal, é de palavras vazias que vive nossa política.

Nas últimas madrugadas, morros deslizaram, pessoas morreram soterradas. E, nos próximos dias, continuaremos a ver as cenas de sempre: alguém será levado pela correnteza e famílias perderão tudo, sendo alojadas em ginásios de escolas públicas. Vão ganhar espaço na mídia, mas o debate vai durar só até o asfalto secar. É principalmente na periferia, onde gente vale menos. Ou melhor, vale algo – mas só neste ano de eleição.

Seria épico se, um dia, uma grande chuva chegasse escura no meio da tarde. Veriam, em pouco tempo, tratar-se de um pé d'água bíblico, maior que as tempestades habituais que atingem paulistas e cariocas. E começasse a cair apenas sobre o Palácio das Laranjeiras, o Palácio dos Bandeirantes, o Palácio Tiradentes e, é claro, o Palácio do Planalto, e as prefeituras das cidades com áreas de risco. Poderia incluir aí também uma chuva localizada sobre a casa dos governantes. A água subiria com o lixo entupindo as bocas de lobo e inundaria tudo, encharcaria tapetes, afogaria alguns carros e arrastaria colchões.

Talvez, com isso, fossem implantadas ações habitacionais e de saneamento para amenizar o sofrimento desse povaréu, que foi empurrado para as várzeas, vales de rios e encostas de morros pela especulação imobiliária e a pobreza. Dividindo a mesma situação, talvez enxergassem no outro não apenas um personagem da matéria da TV. Ou um voto.

  1. Joao

    05/01/2012 09:39:23

    Pois é, como cidadão de Belo Horizonte eu fico indignado, pois enquanto a cidade se dissolve em água, dinheiro pra obras decentes e definitivas de melhoria da infraestrutura não existe. Mas os senhores vereadores aprovaram há menos de um mês um aumento de 60% nos próprios salários, vejam só! O excelentíssimo senhor prefeito, que, diante dessa calamidade das chuvas deveria, no mínimo, vetar o aumento, disse que ainda não sabe o que vai fazer, que talvez lave as mãos, deixando vencer o prazo de veto, assim como a maioria faz. População, lembre do nome de cada vereador que aprovou (mais) este aumento na hora de votar, este ano ainda, não dá tempo pra esquecer, ou será que já deu??? O que acaba com o Brasil não é (apenas) a corrupção, mas o saqueamento do dinheiro público por meios "legais". Não quero copa de mundo no Brasil, quero infraestrutura pra viver com dignidade na minha cidade.

  2. JDP

    05/01/2012 08:08:45

    Tem uma turma aí defendendo o voto nulo. Em minha opinião o voto deve ser uma ferramenta de protesto contra determinado estado de coisas, e o voto nulo é apenas uma isenção. Se o prefeito , governador ou presidente não está de acordo com seus anseios , então vote no maior adversário dele , alguem que ele não quer ver de jeito nenhum no poder. Essa é a maior vingança do eleitor. Fala-se muito no Brasil de hoje da inesistencia da oposição ,mas quem constrói a oposição é o eleitor. Não existe oposição sem voto. Se quiserem um exemplo do que uma oposição numerosa pode proporcionar, é só ver a questão dos aposentados que ganham acima de um salário mínimo. Já se tentou várias votações no congresso e as propostas para corrigir as perdas dessa categoria não passam de jeito nenhum porque o governo não quer. Se houvesse uma oposição representativa garanto que já teria sido aprovada porque o governo teria que se preocupar com os oposicionistas , negociar com eles. Da forma como está hoje o executivo faz o que dá na telha. Se não me falha a memória Millor Fernandes disse certa vez :" toda unanimidade é burra".

  3. Ricardo Santa Maria Marins

    05/01/2012 01:39:01

    Olá! Caros Comentaristas! E, SAKAMOTO! TEXTO complementar de APOIO aos JUÍZES/JUÍZAS, demais brasileiros e, apoio ao STF e as suas decisões individuais ou por colegiado! E, protesto contra o CNJ!Alguns exemplos da conduta ilegal e inconstitucional do CNJ: A mera instauração de inquérito, no caso SEM autorização judicial, quando evidente a atipicidade da conduta, SEM AUTORIZAÇÃO JUDICIAL, constitui meio hábil a impor violação aos direitos fundamentais, em especial ao princípio da dignidade humana. Aqui entendido o devido processo e processamento respeitado, princípio da inocência até prova em contrário, JAMAIS, por suspeitas dê. HC 82.969, Rel. Ministro Gilmar Mendes, julgamento em 30/09/2003, Segunda Turma, DJ de 17/10/2003. Também, e como DIREITO aos JUÍZES e JUÍZAS do BRASIL, Magistrados e afins, “Ninguém é obrigado a cumprir ordem ILEGAL, ou a ela se submeter, ser investigado/a SEM AUTORIZAÇÃO JUDICIAL, ainda que emanada de autoridade JUDICIAL. Mais: É dever de CIDADANIA opor-se à ordem ilegal; caso contrário, nega-se o ESTADO DE DIREITO.” HC 73.454, Relator Ministro Maurício Corrêa, julgamento em 22/04/1996, Segunda Turma, DJ de 07/06/1996. Neste caso, por analogia, e para dar continuidade ao STF nas pessoas do Min. Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandonwski, em suas decisões acertadas CONTRA o CNJ, invoco o artigo 102º, Letra “L” da CF/88, para que produza os efeitos constitucionais de PROTEÇÃO a CORTE SUPREMA, STF e imponha aos rebelados eventuais a OBRIGATORIEDADE de RESPEITAR as decisões individuais ou coletivas do STF, até decisão FINAL, o que vincula o CNJ, imediatamente e de maneira VINCULANTE. OPINIÃO!

  4. Ricardo Santa Maria Marins

    04/01/2012 23:36:42

    Olá! Caros Comentaristas! E, Sakamoto! NOVO PROTESTO E ALERTA CONTRA O CNJ ÓRGÃO TOTALITÁRIO.O engraçado é que a HUNGRIA com a nova mudança na Constituição daquele País, feita à MODA da RODADA DA BAIANA aqui, pelo CNJ e, utilizando como bode na sala o papagaio de Pirata, COAF, já faz lá, suas primeiras vítimas: A TOTALITÁRIA lá, como aqui, pressiona pelo afastamento de 300 MAGISTRADOS, dados como incômodos ao REGIME. Após ameaçar os JUÍZES/JUÍZAS, MAGISTRADOS, chegou à vez da IMPRENSA NA HUNGRIA, CENSURA em Budapeste, só terá fotos – BRANCO E PRETO – ou – CINZENTAS. Uma verdadeira AFRONTA a Constituição da União Européia. Seus princípios fundamentais. E o mesmo está começando por aqui, com o CNJ, daqui a pouco a IMPRENSA BRASILEIRA que CENSURA os comentaristas em BLOG’s, fará côro com a IMPRENSA HUNGARA. Caminho natural para os que SAFADAMENTE apoiam a DITADURA e o TOTALITARISMO no PODER. Não custa avisar! OPINIÃO! A IMPRENSA no BRASIL e a OPOSIÇÃO, não sabem mais o que fazer, até pois, o LULA, em maio/2012, estará a PLENO VAPOR. Só de imaginar a falta de rumo da oposição e desespero da imprensa, só podiam fazer esse papel ridículo no caso dos JUÍZES E JUÍZAS HONESTOS e democráticos contra esses CRETINOS do CNJ, no tentar implementar a DITADURA E O TOTALITARISMO da CANETA e investimento FRACASSADO em preparação incompetente de GOLPE contra a Presidenta Dilma. Imprensa MARRON, CNJ criminoso auxiliado pelo COAF, e outros, que coisa FEIA! O STF vai dar umas PALMADAS no CNJ e a Dilma fará palestras sobre guerrilha, contra revolução e atos revolucionários pró-ativos. A imbecilidade desse pessoal CNJ, imprensa CENSURADORA da OPINIÃO dos cidadãos, e, COAF com quebra de credibilidade e quebra de CONFIANÇA, ambos por quebra de sigilo das pessoas SEM ORDEM JUDICIAL. É caso de PRISÃO em HOSPÍCIO! Abundam em BURRÍCE! OPINIÃO! Apoiem a VERDADE e não a MENTIRA (CNJ) com aparência de VERDADE! Uma informação para a IMPRENSA MARRON, quando um GOVERNO assume uma postura TOTALITÁRIA como o FAZ o CNJ, investigar SEM AUTORIZAÇÃO JUDICIAL, o segundo prejudicado é a PRÓPRIA IMPRENSA sua livre expressão! Vale para reflexão! Saudações DEMOCRÁTICAS! OPINIÃO!

  5. Alexandre Carlos Aguiar

    04/01/2012 19:19:32

    Claro, claro, campanha do voto nulo. Não gostei, não voto. É igual ao sujeito que de tanto ver má qualidade na TV diz, com sorriso sardônico: "pô, meu, eu vou usar controle remoto e me livrar das baixarias, tá ligado?"Sim, todos estamos ligados, uma nação de ligados indignados,todos participamos e na hora em que a participação é pra valer, de verdade, os parvos e intelecutalóides fazem campanha do volto nulo. Sabe qual e o nome disso? Preguiça. Leniência. E uma tremenda e puta falta de sacanagem, como dizem aqueles lá.Voto nulo? 99% de nulidade? Meu, com 1% os fedaputa se elegem, a legislação os apóia.Então vamos lá, enfiar a cabeçorra de avestruz no buraco nas próximas eleições e dizer aos políticos que nós os detestamos. Votamos no Tiririca porque não vamos com as vossas caras, tão ligadas, excelências.Ai, ai.

  6. Cleiry

    04/01/2012 17:44:51

    Pois é, Lopes, o meu também não foi e não cometi nenhum desses "pecados" designados nas letras a, b, c e etc...Vai saber, né?Talvez a ausência dos nossos comentários também seja uma manifestação do "diálogo" impossível...http://coisasmiudasegraudas.blogspot.com/

  7. Edna

    04/01/2012 16:50:37

    Queridos,Eu considero a melhor forma de protesto. Ainda mais se for somada a alguns ovos ns candidatos no dia das eleições, quando eles vão votar em si mesmos com aquela pompa e o sorriso de vencedor mesmo que sejam os lanterninhas da dis-puta. Cretinos...

  8. JDP

    04/01/2012 15:06:48

    Neiva ! concordo com muita coisa que você escreveu , mas pensar que as enchentes atingem só os mais pobres é algo fantasioso. Da mesma forma posso apontar muitos bairros na cidade onde moro habitados por pessoas de baixo poder aquisitivo que jamais tiveram problemas com enchentes. Quem é que não viu automóveis novos de 50 -60 mil reais sendo carregados pela correnteza das enchentes?. Em São Paulo prédios de apartamentos de classe média alta , tiveram suas garagens inundadas carros de luxo danificados , acesso impedido pelas águas das enchentes , mas isso não dá audiencia. Parece que a imprensa tem preferencia pelas desgraças dos pobres e desamparados. No fundo somos todos vítimas.

  9. Thaís

    04/01/2012 14:09:24

    Se eu tivesse uma varinha mágica, te transformaria em profeta pra ver essa chuva cair nas casas dos governantes. :)

  10. Edna

    04/01/2012 13:49:00

    Ih! Arrasou, hein Neiva! Vesti a carapuça... Mas não vou votar porque quando alguém honesto entra, fica anulado por tanta corrupção. É como na polícia, difícil de conseguir mudar as coisas. Por enquanto penso que a melhor coisa a fazer é se manifestar. Primeiro mostrar com força toda a insatisfação, jogar ovo nos caras e uma pedrinhas também. Assim quem for se candidatar já vai sabendo que não é ser bolinho...

  11. Welington Gaetho Escola

    04/01/2012 13:46:59

    Cara Neiva,Só para esclarecer eu considero que o voto nulo é uma das nossas alternativas de protestar contra os desmandos dos sucessivos (des)governos, pois considero uma forma legítima de protesto.É lógico que ainda há políticos competentes e comprometidos com seus eleitores. Jamais cometeria a imprudência de fazer qualquer tipo de generalização.A grande questão passa pela capacidade da sociedade civil exigir desse político, uma vez no poder, o cumprimento de suas proposições eleitorais.Abraços!!

  12. Guilherme Carvalhal

    04/01/2012 13:22:39

    No verão 2008/2009, o Noroeste Fluminense sofreu uma forte enchente, como a atual. O Governador Sérgio Cabral demorou muito para atuar. Somando o Norte Fluminense, à época foram em torno de 40 mil desalojados. E o Governador enviou 4 mil copos dágua. Cada um daria um gole, deve ser isso...Foram muitas as promessas. Para Laje do Muriaé, foram prometidos muros de arrimo para evitar deslizamentos. Dê uma olhada nos noticiário e confira como ficou a cidade recentemente. Itaperuna precisar de melhorias do sistema de escoamento d'água, piscinões. E nada. Em 2009/2009, trabalhando em jornal, me deparei com Bombeiros sem barco a motor em Cardoso Moreira para resgatar as pessoas. Situação absurda. Os pescadores tiveram que ir para as águas ajudar nestes serviços. E basta lembrar da manifestação dos Bombeiros fluminense para imaginar que algo não anda bemEu, como morador do Noroeste Fluminense, me deparo ainda com uma chuva de pessoas envolvidas em política fazendo promessa. Acho que até onde não houve enchente tem gente de partido e ONG solicitando mantimento pra posar de filantropo.O pior é que as pessoas se acostumam com essa situação. Se preparam para sair de casa, tentam salvar seus móveis, e fica por isso mesmo.Passa ano, entra ano, fica o descaso. Sérgio Cabral só Governa a capital. Pegue o mapa do Rio de Janeiro e faça um risco no meio: Cabral só se interessa pela metade de baixo. As obras prometidas para a região Norte, pode esquecer.

  13. Neiva

    04/01/2012 12:56:18

    Poisé Edna, tem gente que acha mesmo que é um presidente, um governador ou um prefeito que vão salvar o Brasil e que as coisas se resolvem sozinhas.Não sô fã de votar nulo, acho q vai até ser melhor pra eles tendo gente inteligente votando nulo.O melhor na minha opinião seria o povo se aprofundar mais na politica e exigir ao ivés de aceitar.Um grande abraço.

  14. Neiva

    04/01/2012 12:43:59

    Muito bom texto.Infelismente a única crise que parece importante aos olhos da maioria é a financeira.Crises sociais, politicas e morais são simplesmente aceitas ou esquecidas.Mas votar nulo não resolverá nada.Temos que cobrar de nossos governantes. Essas inundações e mortes só são uma parte do péssimo governo do Anastasia, ele e Lacerda deveriam estar com uma corda no pescoço.Generalizar é péssimo.Existem sim, políticos que sabem e tem copetência para dirigir bem meu estado e minha cidade.É preciso ir além, aprofundar, pesquisar.Aqueles que procuram um bom candidato no jornal nacional vão cair no buraco e ficar sem opções inevitavelmente.Um Abraço.

  15. Maurice

    04/01/2012 11:40:55

    Porque eu sou foda. Escrevo bem pra caraio.

  16. PRESIDDIDA DilmAZIA

    04/01/2012 11:06:52

    O errado é gerar decepção e desanimo pq um partido mentiu, e partir para generalizações, e afirmações como a que vc fez: se o Pt é ruim o que diremos dos outros.Ora o partido que era o "melhor" agora se tornaria o menos pior.Esse descrédito na instituições como os partidos por ex, só levará ao autoritarismo e personalismo, aliás detesto a pessoalização da gestão pública.As instituições devem ser fortes não as pessoas!

  17. Maurice

    04/01/2012 10:31:18

    Sakamoto, você vai me desculpar, mas você escreve mal demais.“não me importa aonde”Porra Saka! É "ONDE"."Onde" indica localização, "aonde" indica destino. Tipo "aonde você vai?".Isso se aprende no colégio, pôxa. Você é formado em jornalismo!

  18. Neiva

    04/01/2012 09:33:23

    O povo brasileiro isso, o Brasil aquilo, jeitinho brasileiro aqui e ali.É isso não é? senhores comentaristas.Então quer dizer que os EUA se preocupam com a população? quer dizer que lá dá tudo muuuito certinho os políticos são todos bonzinhos? e as pessoas são sempre socorridas e postas em segurança.Huuuum.. tendi.Estranho, relatos, documentários e jornais devem estar bem errados então.Pq oq se vê lá, é q a preocupação, assim como aqui, são com pessoas que possuem um bom $$$.É muito doloroso ver alguns imbecis aqui no blog (e na vida também) achando q as pessoas q moram na beira de rios ou encostas tem todo um conhecimento geográfico e uma variedade infinita de opções pr seguir.Tem gente que realmente acha que é possível pessoas que saem de péssimas condições no campo chegarem na cidade e comprar um apartamento bem no meio da cidade.E como se não bastasse, 99% dizem não ter nenhuma fé no poder público e ainda chegar falando que ''politico é tudo malvado'' ''que não tem jeito''.São esses infelizes que acabam com nosso país! As pessoas vêem as coisas erradas e não se mexem, não fazem nada como se tudo fosse definido e ''já que as coisas estão assim, vamos deixar'' vcs que reclamam dos políticos e NÃO SE APROFUNDAM EM N-A-D-A, NEM AO MENOS SABEM QUEM ELES SÃO , aconselho que fiquem calados sozinhos e não contaminem o Brasil com sua imbecilidade!Numa democracia que era pra ser, nós temos o dever de exigir reformas do governo, deviamos saber quem é o governo e se tem gente aparecendo pra morar nas encostas, deveriamos parar e pensar o que levou aquelas pessoas a estabelecerem seus lares lá.Ficar reclamando com a bunda enterrada no sofá chamando as pessoas de burras e políticos de ''malvados'' é bem mais fácil que exigir os direitos e a dignidade da sua nação.Isso exiplica boa parte dos comentários daqui.

  19. rafa

    04/01/2012 08:25:23

    Acho que o problema no Brasil não é político e sim da *raça*brasileira.Entra ano sai ano as tragedias causadas pela chuva só tendem a piorar, e oque os políticos fazem? Nada. Nem prometendo melhorias estão mais.Afinal os brasileiros estão entorpecidos pelo boom da economia, pela copa e olipiadas que vem ai.Ontem passou em todas as redes de tv a morte de uma mulher grávida em um acidente de transito causado por um motorista embriagado.Foi a primeira vez que ocorreu acidente como este? Não. Foi a última vez? Não.Quantas vezes apareceu aquele acidente do porsche que matou uma mulher tbem? Faltou informação?Na minha opnião o Brasil vai continuar na mesma enquanto existirem em quem (politicos) botar a culpa por cada erro que nós cometemos.

  20. roberto

    04/01/2012 08:02:15

    apoiado

  21. roberto

    04/01/2012 07:53:29

    ok, votar no pt foi errado, mas o que fazer ? votar no dem, psdb, pstu, psol, pcb, psc ?

  22. PRESIDDIDA DilmAZIA

    04/01/2012 06:36:01

    E o Sakamoto pensa que todos são ingênuos?Pq antes da GRANDE DECEPÇÃO o único partido que prestava era o PT!Antes defendia meu partido o santo e imaculado PT, lider do "pobrismo" e da defesa dos "fracos e oprimidos", mas o dito cujo fez o que a Heloísa apelidou de" Se LAMBUJAR NO BANQUETE FARTO DO PODER"Agora que suas ilusões se foram, ao invés de cobrar do Partidão que cumpra seu estatuto, ele se rende a realidade o PT era mais do mesmo piorado.OHHH, não devemos mais acreditar em partidos e sim em pessoas, a URSS não foi comunista, Fidel e Chavez não são ditadores, o problema do PT que ele não é mais de "esquerda"!A resposta certa seria o Sakamoto, os intelecutais, artistas e demais ludibriados, admitirem que foram enganados e que o PT nunca FOI ÉTICO!

  23. O Asno

    04/01/2012 02:20:30

    As inundações causadas por chuva acontecem no mundo todo,recentemente viu-se várias cidades da Europacobertas por água, ruas inundadas igual como fica aqui.No entanto,apesar da grandeza daquelas inundações,não houve registro de mortes por afogamento ou soterramento.Foi um fato isolado, atípico, anormal,impossível de ser contido pelas estruturas de saneamento existentes.E na Europa as pessoas votam e talvez lembram em quem votaram.Aqui,desde o tempo de Adão e Eva,em todo o inverno,invariavelmente,várias cidades ficam com suas ruas inundadas,casas ficam submerssas,barreiras deslizam,casas são soterradas,casas desabam,e várias pessoas morrem, umas afogadas, outras soterradas,e ainda outras morrem por vários outros motivos causadospelas inundações das chuvas.Maslogo que cessam as chuvas,nos terrenos onde houve deslizamento de barreiras ou soterramento de casas,com mortes,sempre há pessoas que mesmo sabendo dos fatos e das mortesvoltam a construir exatamente naqueles locais.Eu cá comigo e meus botões,ficamos aqui pensando como deve ser profíncuo,produtivo e cheio de resultados o trabalho daqueles que abnegadamente e incansavelmente visitam as áreas de riscos rogando que as pessoas deixem as áreas de risco para não morrerem...sei não... sei não... sei não...comigo não precisavam nem falar,porque quando eu visse ao menos uma nuvem lá no céu,mudava logo de lugar, ia ser morador de rua de Picos/PI, ou de Teresina/PI, ou Patos/PB, ou Mossoró/RN, ou Jucurutú/RN, ou Sobral/CE,mas não ficava nessas áreas de jeito algum...ficava nada...eu ficava não, viu?ficava não... ficava não... ficava não...Eita!Parece que vai chover,vou logo começar a minha caminhada até Teresina/PI,vou ficar por lá,sei que não acho bauxita por lá...sei que não acho...mas também inundação não vou achar!Depois volto a dizer mais asneiras,porque asneiras é como ecologista de apartamento,sempre haverá de haver.Só isso, viu?Ei! É muita EMBROMAÇÃO ... é muita embromação... é muita...sei não, viu? Sei não... sei não... sei não...

  24. Ricardo Santa Maria Marins

    04/01/2012 00:08:26

    Olá! Caros Comentaristas! E, Sakamoto!Olá! Caro Rubem, sem dúvida. Entendi o papo da igualdade perante a Lei. É isso mesmo. Percebo que todos NÓS neste BLOG estamos melhorando a cada dia. Acredito que deve ser à Liberdade de Expressão por NÓS defendida e apropriada pelo Blogueiro SAKA! E sua constatação, que concordo, só valora mais o Blogueiro. Está evoluindo em sentido positivo. Para um cientista social/político isso é muito BOM. Pois existem uns CENSURADORES blogueiros reacionários, inclusive, na FOLHA /UOL, jornalistas com contaminação por TOTALITARISMO de IMPRENSA, talvez seja isso, estão muito IN-PRENSA, sabe-se, lá! O SAKA parece que se libertou! Porém, é só o início do ANO. Um MAR de comentários e textos propostos, vão chegar, por ai!Porém, gostei mesmo do seu texto! Legal! Até!OPINIÂO!

  25. JDP

    03/01/2012 22:16:50

    O maior erro do eleitor brasileiro é a fidelidade à determinados políticos ou partidos. Esse comportamento cria nos governantes a certeza de que fazendo ou simplesmente apenas prometendo algo aos eleitores , eles terão os votos necessários para se manterem no poder. Por outro lado não se pode debitar a culpa de certas tragédias aos governantes , afinal de contas nem sempre eles determinam onde cada um deve morar. Digo nem sempre porque em alguns casos essa determinação vem sob a forma de invasões conduzidas por políticos da pior espécie que fazem isso em nome dos oprimidos ou sem teto. Um caso típico foi o Jardim Pantanal em São Paulo. Aliás não sei quem teve a genial idéia de colocar esse nome naquele local. Localizado na bacia da represa de Guarapiranga o Pantanal se comunica com ela por vasos comunicantes. E não é que administrações passadas promoveram a invasão do local! É óbvio que os tais promotores se escondem toda vez que a represa sai fora da caixa e alguns até incriminam o ocupante da prefeitura pelo sofrimento dos moradores de lá. Outro aspecto interessante é a forma de se evitar que as enchentes façam vítimas. E essa forma de combate cabe à toda sociedade e tem que ser levada em conta : é o respeito à natureza. Quando vejo mansões nas praias de Pernambuco sendo solapadas pelas ondas , obrigando os proprietários a abandoná-las , fico pensando : não há dinheiro e nem obras de engenharia suficientes para conter o impeto da velha natureza. O melhor que se faz dar passagem . Pensar que não houve mudanças no comportamento do clima , é outro raciocínio inconsistente. O desastre da região serrana do Rio de Janeiro soterrou bairros e residencias construídos à quarenta anos . Um questionamento que deveria ser feito pelas vítimas das enchentes e deslizamentos : será por culpa dos governantes ?ou serei eu que estou morando no lugar errado? A resposta a essa pergunta pode ajudar a resolver o problema ou pelo menos evitar maiores perdas.

  26. Rubem

    03/01/2012 21:19:04

    Ricardo,Falo da igualdade jurídica e de oportunidades, não de igualdade plena de capital, entendeu???Ocorre que o Saka vive defendendo os "oprimidos", como se todas as mazelas fossem culpas do sistema capitalista burguês.Fiquei admirado hoje de ele propor remover pessoas de "ocupaçòes irregulares" a fim de evitar tragédias.Geralmente ele defende essas pessoas os isentando totalmente de qualquer culpa e pondo a responsabilidade no sistema.

  27. marilu

    03/01/2012 20:53:16

    Jota, boa noite!Felizzzzzzzzzzzzzz Ano Todo pra nóssssssssssssss!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!e se o mundo vai se acabar, pois que se acabe, eu to nem aí rsrsrsrsrsrsrrsrbjosssssssssss

  28. Welington Gaetho Escola

    03/01/2012 20:07:45

    Car@s,Estaria o sr. Sakamoto nos propondo de forma indireta o voto nulo? Não. Em quem iriamos votar, então? Quem são os responsáveis por essas tragédias senão os sucessivos (des)governos que vem se alternando no poder nas últimas décadas?Eu penso que quase tão trágico quanto esses desastres, sejam eles causados por fenômenos naturais ou pelo descaso do poder público, são alguns comentários de pessoas ainda querendo defender suas agremiações partidárias. Ou mesmo, creditando a culpa à esse ou aquele partido.Essa postura explica bastante o texto do blogueiro, pois aí vemos que não há um compromisso com a causa pública, mas sim uma disputa pelo poder, ou na luta pela manutenção daqueles que estão no poder, por parte de seus correligionários.Outro aspecto bastante esclarecedor neste fato é que os partidos políticos, na atualidade, independente de suas colorações partidárias, não são mais do mesmo.A ideologia política foi subjugada pelo pragmatismo, isto é, o que importa não é o confronto das ideias, mas sim a conquista de cadeiras nas casas legislativas e nos palácios.A militância dos partidos mais combativos e críticos em relação a nossa realidade socialmente desigual, que militava por ideologia, parece que se perdeu. Uns perderam-se em meio às suas desilusões e outros mergulharam de cabeça na mais completa alienação, ou seja, passaram a defender o indefensável. Um paradoxo terrível, pois se transformaram naquilo que tanto lutaram contra.O voto nulo seria uma alternativa válida para demonstrar à classe política toda nossa insatisfação. Seria um voto de protesto muito mais contundente do que votar na "celebridade de plantão" cujo objetivo não vai além de ganhar um bom salário no fim de cada mês.Estamos diante de mais uma crise, essa diz respeito à democracia representativa. Os representantes que elegemos não correspondem aos nossos anseios.Nós precisamos colocar as instituições estatais a serviço dos cidadãos.Planejamento é algo que só pode ser feito a longo e médio prazo. Como vamos fazer isso com políticos que só pensam nos próximos 4 anos de poder e em suas reeleições? E quando não conseguem fazer seus sucessores, eles vão para oposição tentar fazer com que tudo dê errado para aumentarem suas chances de retornar ao poder.Enfim, eu concordo com o blogueiro nossa resposta precisa ser dada nas urnas, antes devemos atingir outra meta, fazer com que cada cidadão vote de maneira verdadeiramente consciente.Abraços!!

  29. JOTA CAMPO GRANDE MS

    03/01/2012 19:59:19

    FELIZ ANO NOVO MARILU!! VC TA CORRETA.JAMAIS ESSES POLITICOS BRASILEIROS, VAI MUDAR ALGUMA COISA PARA MELHOR NO BRASIL.

  30. JOTA CAMPO GRANDE MS

    03/01/2012 19:55:01

    VERDADE!! NENHUM PARTIDO BRASILEIRO PRESTA MESMO. TUDO LIXOOOO!!SÓ MUDANDO O SISTEMA POLITICO ,PARA PODER MUDAR ALGUMA COISA

  31. JOTA CAMPO GRANDE MS

    03/01/2012 19:51:33

    É O QUE TEMOS QUE FAZER, PARA MUDAR O SISTEMA POLITICO BRASILEIRO.ESSES CALHORDAS NÃO QUEREM MUDAR NADA,SÓ QUEREM VER O POVO NA LAMA MESMO!!

  32. JOTA CAMPO GRANDE MS

    03/01/2012 19:47:39

    VOTO NULO!!! PARA MUDAR O SISTEMA POLITICO BRASILEIRO.

  33. Edna

    03/01/2012 19:37:20

    Luiz Alberto,Voto nulo, pra sempre! Político tem que levar porrada e água com tifo de canudinho.Claro que eles tem culpa, foram eleitos pra cuidar da população e não pra se empanturrar de churrasco e viagem ao exterior.Enquanto o povo votar em alguém achando que só isso fará diferença, todos que subirem (subirem é fueda, descerem seria mais justo) aos cargos, farão a mesma coisa. A corrupção está entranhada inclusive na imprensa...Já fui vítima de enchente no Rio Grande do Sul quando criança mas meus pais tinham família em SP e fomos acolhidos. A maioria das pessoas não têm quem lhes dê apoio em lugar algum, têm de voltar ou procurar um lugar ainda pior, porque se existisse um melhor, elas estariam nele. Os lugares menos piores já estão ocupados. Também o velho problema da super população que ninguém quer ver, ouvir ou falar...Tomara que o ano de 2012 intensifique as marchas e manifestações das quais SP foi o melhor palco com seus atos poéticos.

  34. LOPES

    03/01/2012 18:51:51

    Importante:Meu comentário não foi publicado porque:a) foi ofensivo, preconceituoso ou incitou violência b) não diz repeito ao tema, c)foi barrado pelo "filtro automático" ou será liberado o mais tarde possível? Eu só queria participar!

  35. Marcio

    03/01/2012 18:44:07

    No seu comentário você se esqueceu de mencionar que os EUA e o Japão já se recompuseram por completo das tragédias. Diferentemente do Brasil, onde boa parte das vítimas das inundações e deslizamentos continuam a míngua. Outro fato esquecido pelo honorável Jabre, amplamento divulgado pelos meios de comunicação, é a maneira como o Governo Federal vem distribuindo os recursos para combater tragédias como as inundações. As verbas são enviadas em sua quase totalidade para o Estado de origem do Ministro responsável pela gestão das verbas. Ano passado o Eleito foi Pernambuco. Em nenhum momento, analisa-se de forma criteriosa e técnica para se determinar quais são as regiões de maior risco. Realmente, desse jeito, só resta criticar a Natureza e o destino. Ou seja: Ficar no discurso vazio, como o do Jabre.

  36. markyy

    03/01/2012 18:27:41

    Olá pessoal,Sabemos que os políticos, empresas e nós cidadãos alguma parcela de culpa nisso tudo, os políticos por fazer o que todo mundo já sabe, a maioria das empresas ( principalmante as grandes) por querer lucro acima de qualquer coisa e fazer apenas algumas ações socio-ambientais para ficar "bem na fita", pois hoje está muito em evidência o "valor da marca" e a empresa que não se engaja como bom mocinho corre o risco de ver sua imagem negativa perante o mercado, fora isso é só lucro doa a quem doer, prova disso é a cadeia produtiva que fomenta trabalhos escravos, adulterações, etc... e por fim somos nós que subestimamos nosso poder e esquecemos que a base da pirâmide também ter o poder de mudar as coisas, a questão é a que preço? Estamos dispostos a sofrer retaliações? Será que temos medo de perder o que conquistamos? Claro que um motim seria o ideal, mas quem tem gabarito para nos liderar sem ser seduzido pelo poder e riqueza? Líderes sindicais, políticos, intelectuais, hoje quem poderia ser esse nome? Sabemos que as mudanças não serão feitas somente pelos políticos então o que estamos esperando? Lembro de uma frase de uma música do Michael Jackson " I'm starting with the man in the mirror"...

  37. Waldir Lopes

    03/01/2012 18:18:43

    Interessante esse blogueiro, me faz lembrar do Datena. Fala mal dos partidos e políticos mas não cita o nome de nenhum. Maneira esperta de se manter bem na fita. Para não votar em partidos que não deram "declarações idiotas", só tornando o voto não obrigatório. Taí, blogueiro, belo tema pra você encampar e se comprometer com alguma coisa. Bem, pelo menos sou obrigado a reconhecer que se seu blog provoca vários comentários. Esse compromisso você consegue com a empresa que paga o seu salário. Parabéns!

  38. Ricardo Santa Maria Marins

    03/01/2012 18:10:01

    Olá! Caros Comentaristas! E, Sakamoto!E, como lembrete para reflexão:"Sempre com o maior respeito aos demais, considero POSITIVA a preocupação de alguns JUÍZES/JUÍZAS. Faz sentido. E, faz sentido pelo efeito vinculante que tal resolução ou normativa partindo do CNJ por força da FORÇA VINCULANTE poderá criar no BRASIL um ESTADO TOTALITÁRIO à moda de 1979 com o advento do AI-5. Essa preocupação inexiste aos que criticam, pois, preocupados estão com os 2% (dois) por cento dos MAL Feitores, ao invés de valorizar os 98% (noventa e oito) por cento dos BEM Feitores da JUSTIÇA BRASILERIA. E ai MORA ou RESIDE o PERIGO INSTITUCIONAL. Uma regra TOTALITÁRIA e, DITADORA não atingirá só aos JUÍZES E JUÍZAS atingirá TODOS OS BRASILEIROS ricos ou pobres. E isso como análise, está sendo desprezado, no contexto das críticas. REPITO: Foi assim, na revolução RUSSA, com HITLER na Alemanha, com MUSOLINI na Itália e com HIROITO no Japão onde o exército japonês desrespeitou a Constituição Japonesa e até o desejo do Imperador. E deu no que DEU! 2ª guerra mundial". OPINIÃO!

  39. Luiz Cruz

    03/01/2012 18:00:06

    Este ano não será diferente, e o próximo, e o próximo...Nós não sabemos votar e o pior, não sabemos cobrar.

  40. Jabre

    03/01/2012 17:45:22

    03.01.12 - 17:33Existem tragédias que não são fáceis de prever e muito menos de remediar. Uma chuva torrencial, mesmo numa cidade bem cuidada, pode provocar alagamentos, destruir casas, matar pessoas. Pior ainda se atingir áreas de riscos, onde populações pobres se estabeleceram, ao longo dos anos, por falta de alternativas, sob a indiferença ou omissão de gestões municipais sucessivas. Esse é o drama dos desvalidos, no Brasil, obrigados a morar à beira de riachos e rios, em cima de lixões, em encostas etc. Quando vem a tromba dágua, são os primeiros e quase sempre os únicos que pagam o pato. Isso é uma culpa que cabe a um só governo ou a todas as administrações que passaram pelo poder, sem dar a mínima para um plano de ocupação municipal sério e bem bolado? Aliás, quando se fala em tragédias, sempre lembro do Katrina, nos USA, e do recente tsunami que atingiu o Japão, isto é, ocorreram em países altamente preparados e nem assim deixaram de acontecer e causar prejuízos enormes e vítimas, apesar de toda a perafernália tecnológica existente para prevení-los.

  41. LOPES

    03/01/2012 17:40:23

    Belo artigo Sakamoto...Inútil, mas belo. Como tentar mudar a situação de um povo onde 90% deste, aprova o governo sob qual está submetido? Um governo que em 9 anos praticou um "socialismo" de consumo e diz que é de inclusão? Um governo corrupto que agiu sob as barbas dos cidadãos e 90% destes dizem que é perseguição "das elite"? Como bom articulador verbal, você poderá, como outros, dar explicações e justificativas que positivem suas falas. Mas a situação continuará a mesma até que se feche o ciclo.

  42. Ricardo Santa Maria Marins

    03/01/2012 17:30:45

    Caros Comentaristas! E, Sakamoto!Olá Caro Vinícius Coquette, como vai. Seguinte: Em uma democracia verdadeira e consolidada quem restringe os arroubos IMPROBOS, CORRUPTOS, dos pretendentes aos cargos eletivos é o VOTO FACULTATIVO. Para o cidadão sair de sua cadeira e ir votar. Precisa estar convencido de que o que dizem os pretendentes candidatos/as o dizem com firmeza, lógica responsabilidade e que vão CUMPRIR após eleitos/as. A Lei elaborada pelo LEGISLATIVO federal, estadual e municipal, deve vibrar e ir ao encontro da Constituição Federal em seu espírito formador. Aos JUÍZES/JUÍZAS caberá dentro do possível distribuir primeiro o direito a cada um e segundo complementar essa distribuição com a justiça possível. Essa de: JUSTIÇA possível é a parte mais complicada. Normalmente, há razões intermediárias que aos BRIGUENTOS, apenas se difere em percentual quanto ao maior ou menor percentual de direitos e de justiça. Mais uma razão para o ERRO de se exigir CELERIDADE. E outra bobagem como a chamada "conciliação", na "conciliação" não se distribui nem direito e nem justiça. Faz-se um acordo meia boca. Meia sola de sapato. De qualquer maneira, fica à sensação pela maior celeridade que se fez direito distribuído ou justiça. Afinal, viver de ilusão, também, faz parte da vida.Olha, dizer que um JUÍZ/JUÍZA ao dar o "COM AUTORIZAÇÃO JUDICIAL" coisa democrática é apostar na IRRESPONSABILIDADE é efetivamente desconhecer o que é viver em uma sociedade INTOLERANTE e TOTALITÁRIA ao invés de viver em uma sociedade democrática e liberta. Sobre coisas ABSURDAS - O Absurdo é que muitas LEIS elaboradas pelo congresso nacional, por POLÍTICOS, são feitas para reproduzir o CRIME DISFARÇADO DE HONESTIDADE MORALISTA. Isso é verdade: Dois exemplos: A FICHA LIMPA e a resolução do CNJ do vamos: INVESTIGAR, - SEM AUTORIZAÇÃO JUDICIAL - algo, efetivamente TOTALITÁRIO digno das melhores DITADURAS COMUNISTA ESQUERDOPATAS ou DIREITAS FUNDAMENTALISTAS ou IDEOLÓGICAS MANEIRAS FUNDAMENTALISTAS RELIGIOSAS. OU, em momentos de REVOLUÇÃO e CONTRA REVOLUÇÃO, como em 1964, e depois em 1979, o AI-5. Usar figuras desgastadas, ainda que, por incompetência dos acusadores, Não conseguiram lograr êxito em sua PERSEGUIÇÃO POLÍTICA, caso MALUF, INTELIGENTÍSSIMO e JADER BARBALHO e outros, só para citar dois casos, a responsabilidade é da IGNORÂNCIA JURÍDICA que sai das mentes EXTRUMENTAS das casas legislativas. Ao judiciário cabe apenas, limpar a BOSTA política. E utilizar o BOM AR DEMOCRÁTICO. OPINIÃO

  43. PRESIDDIDA Dilma

    03/01/2012 17:19:41

    Antes o PT era o arauto da ética, agora apenas são como os outros!Esse Pt se escondendo na multidão, muito covarde!

  44. Domas

    03/01/2012 17:09:01

    Eles (o PSDB!) são totalmente democráticos?: tomaram pelo voto o governo do Estado e não largam mais. Gastaram bilhões na despoluição do Rio Tietê, e depois ampliaram as faixas de rolamento e tráfego de carros nas Marginais, cortaram as árvores, asfaltaram os canteiros e as enchentes retornaram e ninguém fala nada, pois a imprensa toda está no bolso, a preço de banana, e o simples mortal não se recorda das asneiras que esses políticos pronunciam nas suas campanhas eivadas de financiamento privado...

  45. Domas

    03/01/2012 17:04:34

    Qual é o prefeito do Rio que é do PT e foi afastado? E é a mais pura verdade que tanto o Estado de São Paulo como a cidade de São Paulo são administrações petistas, pois tanto Kassab como Alckmin são fundadores do PT! Antigos militantes, antes de aderirem a esse partido, também participaram da luta armada, na clandestinidade, foram presos e depois exilados. Foram trocados pelo embaixador e... bem sei lá.. já não entendo mais nada...

  46. Ricardo Santa Maria Marins

    03/01/2012 16:44:30

    Olá! Caros Comenatristas! E, Sakamoto!Olá! Caro Rubem, como vai, concordo e gostei de seu texto, faço ressalva apenas em quê: O SAKA não se aproximou da igualdade e sim, busca, penso eu, reduzir as desigualdes existentes. Pois, igualdade, não existe nem na matemática, enquanto, olhar lógico. Ex: Dois mais dois para um contador, dependerá de quanto o DONO do negócio precisa! Se caixa, será igual a 5. E se não precisa de caixa, poderá ser igual a 3. OU, até poderá ser 4, se for o adequado. É mais ou menos nesse sentido!OPINIÃO!

  47. Vinicius Kiste

    03/01/2012 16:36:47

    Mas a matéria fala em não votarmos em partidos em que pessoas, em sua administração, morreram em tragédias naturais e não só nas cidades serranas.Aqui em SP tem um monte de coisas a serem feitas tanto do governo estadual, quanto do municipal. Alias, SP está parecendo um regime ditatorial no governo...se formos colocar que o Franco Montoro (na época o PSDB não existia) foi governador do estado, não seria simples dizer, quanto tempo esse partido esta no poder aqui.

  48. JESUS DO BRASIL

    03/01/2012 16:34:33

    Há muito tempo decidi escolher meus candidatos pelo o que eles representam, independente de seus partidos. Mesmo assim é fato que nenhum político trabalha sozinho ou segue suas ideologias livres de conchavos, interesses e ameaças de suas bases. Logo acho difícil encontrar uma solução que abra os caminhos dos eleitores para opções justas. Só um avanço no intelecto social brasileiro pode mudar isso. Mais alguns séculos e chegamos lá.

  49. Ricardo Santa Maria Marins

    03/01/2012 16:32:04

    Olá! Caros Comentaristas! E, Sakamoto!Olá! Caro Senhor Figueira, como vai, nada tenho contra sua idéia, por sinal, muito positiva. Entretanto acredito em teoria parecida que apresento: Existem os votos brancos, nulos, o voto escravo obrigatório direito, e, a ausência de voto. O indivíduo que Não comparece às urnas. Então: Como sugestão: Apresento o VOTO FACULTATIVO que será voto livre de penalidades. E este sim VOTO FACULTATIVO exigirá dos partidos e dos candidatos que se comprometam e ai sejam constrangidos pela OBRIGATORIEDADE, eles, candidatos e partidos a RESPEITAREM o ELEITOR E ELEITORA e, responsáveis sob pena de CASSAÇÃO se descumprirem o que prometeram até as eleições. E, os votos brancos e nulos serem computados NEGATIVAMENTE como desprestígio no desejo ai demonstrado pelo eleitor e eleitora nas URNAS. Portanto, brancos e nulos, serão VOTOS COMPUTADOS CONTRA desqualificando e diminuindo o poder dos eleitos/as, candidatos/as. E somente os votos dos AUSENTES ou que se AUSENTAM do PLEITO ELEITORAL, serão considerados como TOTALMENTE INEXISTENTES sendo descontados do TOTAL de VOTOS. Aí teremos uma eleição com mais qualidade revelada pelas URNAS no pleito. Onde: Os VOTOS DADOS FACULTATIVAMENTE para este ou àquele candidato ou partido serão os válidos e deverão ser em numero maior ou igual a 50% (cinqüenta) por cento mais 01 (UM) VOTO. E os brancos e nulos serão contados como desqualificadores ou do regime ou da NÃO creditação nos discursos dos partidos e/ou dos políticos candidatos pretendentes ao pleito. Se, por eventualidade, os brancos e nulos forem maiores que 50% (cinqüenta) por cento, mais 01 (VOTO) a eleição deverá ser realizada novamente. E, se os VOTOS FACULTATIVOS retirados, revelados das URNAS, não atingirem 50% (cinqüenta) por cento mais 01 (UM) VOTO, igualmente, terá que ser realizada nova eleição. Fica mais TRABALHOSO, porém, o ELEITO/A seja municipal estadual ou federal OBRIGATORIAMENTE deverá estar mais COMPROMETIDO com o que MANDA o ELEITOR/ELEITORA. E dessa maneira a REPRESENTATIVIDADE do POVO no PODER será mais COBRADA e, será MAIS RESPONSÁVEL. Mais LEGÍTIMA.OPINIÃO como sugestão para análise e proposta de discussão/debate!OPINIÃO!

  50. Vinicius Kiste

    03/01/2012 16:29:04

    Pura verdade Cida.Me lembro quando criança que ninguém trabalhava aos domingos, a não ser os serviços essenciais. Todos se programavam pra ir aos mercados e outros estabelecimentos antes do domingo.Eu não cheguei a fazer o mesmo que você quanto a votar, mas faço o mesmo nos dias de hoje.Eu trabalhava em um shopping center aqui em SP, que aliás uma pessoa já me dizia, há 10 anos atras, que esse shopping corria o risco de explosão (10 anos atras!!!!). O shopping obrigou a todos abrirem aos domingos e meu salário não mudou um centavo, pelo contrario, piorou. Por essas e outras questões, não voto mais nos dias de hoje...uma pena, pois gostaria de acreditar em alguém.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso